Você está aqui
Home > Destinos > Como conseguir o Certificado de Vacinação Internacional contra a Febre Amarela.

Como conseguir o Certificado de Vacinação Internacional contra a Febre Amarela.

Febre amarela - carteira de vacinação internacional - ANVISA

 

A carteirinha de vacina contra a febre amarela é sem dúvidas, muito importante pra quem pretende viajar para qualquer lugar do mundo, mesmo que não seja obrigatória a apresentação, é sempre bom estar prevenido e não ter preocupações quanto a isso caso tenha uma viagem de urgência.



Quando estava para embarcar, como muitos, eu também não tinha a minha, mas o processo foi muito rápido para consegui-la. Primeiro, é óbvio, você precisa tomar a vacina, e se estiver perto da data da viagem, tenha em mente que é necessário tomá-la no mínimo dez dias antes de viajar. Esta você pode encontrar em algumas clínicas particulares ou até mesmo na rede pública. Eu tentei ligar em vários lugares para tomar a vacina, mas ela não estava disponível, acabei dando a sorte de encontrá-la em um posto da rede pública.
Quando for tomar, não se esqueça de levar a Carteira de Vacinação oficial para que anotem esta dose. Uma vez que já tomou a vacina, é a hora do certificado.

 

 

Emitindo o certificado
Existem postos da ANVISA (endereços abaixo), os chamados Centros de Orientação de Viajantes que fazem a emissão desta carteirinha na hora, normalmente sem fila. Como eu tinha que retirar os resultados dos exames na clínica, aproveitei para fazer a carteirinha em um posto de atendimento que fica no aeroporto de Congonhas, que é relativamente próximo à clínica, em Diadema. Com a sua carteira de vacinação nacional em mãos e um documento com foto, vá até um dos postos de atendimento para emissão do certificado. Atente-se aos horários de funcionamento, pois tive o azar de chegar em um horário de intervalo, e tive que esperar por mais de uma hora até que o serviço retornasse; descobri depois que a ANVISA recomenda que se faça um pré-cadastro.

 

(Site para o Viajante) para adiantar o atendimento no local. Quando voltou, foi bem rápido o processo de emissão. O certificado de vacinação contra a febre amarela, bem como a vacina têm validade de 10 anos, e uma dica que dou para esse tipo de documento, como para os outros, é que digitalize-o para que sempre o tenha disponível online ou armazenado, é um papel simples que pode perder-se facilmente ou acabar rasgando.

ATUALIZAÇÃO: Há pouco tempo saiu uma instrução da OMS dizendo que a vacina contra febre amarela é válida para a vida toda e não só por 10 anos, como era antes. Portanto, tomando uma vez, não precisa tomar mais. Lembrando que o certificado será sempre necessário.

 

Informações sobre onde tomar a vacina e emitir o certificado:

 

Abaixo, os endereços dos centros de orientação  e emissão do certificado:

Veja também:

Siga nossos perfis nas redes sociais:

Bruno Miguel
Paulista e criador do Na Proa da Vida, sempre foi um viajante, quando desde criança viajava nos livros de viagem e nas fotos que o tio trazia das voltas pelo mundo. É criativo, adora experimentar comidas diferentes, aprender coisas e idiomas novos e ama praticar esportes. Já visitou 18 países e, entre eles, os que mais gostou foram: Turquia (Istambul), Portugal, Bolívia e Peru além do nosso maravilhoso Brasil.
http://www.naproadavida.com/

Leave a Reply

Top
Close