Você está aqui
Home > Destinos > Fim de semana em Pedra Bela (Mega Tirolesa): dicas, valores e sugestões

Fim de semana em Pedra Bela (Mega Tirolesa): dicas, valores e sugestões

Pedra Bela 1

 

Neste post vamos contar sobre o nosso fim de semana em Pedra Bela, que é um município de São Paulo, entre Bragança Paulista e Extrema (Minas Gerais). Pedra Bela não é um local muito conhecido, mesmo oferecendo, como principal atração, a segunda maior tirolesa do mundo e a primeira da América Latina. Segue nosso roteiro:

Transporte: Carro

Saímos de casa (SP) umas 10:00 e pegamos a Marginal Tietê sentido Fernão Dias. Como era eu (Victória) que estava dirigindo, a viagem foi calma até demais, já que eu dirigi em estrada pouquíssimas vezes na vida. O trajeto SP – Pedra Bela, que tem 119 km, durou aproximadamente 2 horas e meia. Fizemos duas paradas para descansar. O caminho em si foi bem sossegado, é uma reta, mas uma das maiores complicações foi o alto número de caminhões na Fernão Dias. Isto me fez ficar um pouco mais receosa, mas foi bem de boa.

Pedra Bela 2
Foto tirada por nós na estrada a caminho de Pedra Bela.

Hospedagem em Pedra Bela

Dica: Indo fazer a Mega Tirolesa? Reserve seu hotel

Fui para Pedra Bela por indicação de uma amiga do trabalho, que também me indicou a pousada Alma de Pedra para me hospedar. O dono da pousada, o Alexandre, é o dono também da tirolesa e é um fera em esportes radicais.
A chegada da pousada foi um pouco turbulenta porque o Google Maps nos mostrou um caminho por estrada de terra. Como havia chovido a semana toda e eu não tenho habilidade o bastante, ficou um pouco difícil, mas conseguimos chegar de boa 🙂 Depois descobrimos que há um caminho MUITO MELHOR pela cidade.
A pousada em si tem tudo o que precisamos e muito mais: os chalés são divididos em dois, o tamanho é excelente, a cama é confortável, o café da manhã é super caseiro e uma delícia, a vista da pousada é de tirar o fôlego e o casal que administra é muito gente boa e nos deu dicas legais. A pousada também tem piscina, sauna, um super gramado, sala de TV, entre outras coisas que não achamos essencial, mas foi um plus.
Reservei o único quarto que tinha disponibilidade e que não tinha televisão. Isto, na realidade, não fez diferença nenhuma, pois nunca vemos TV mesmo. Uma coisa boa do quarto foi que tinha a cama de casal e uma beliche. Assim, conseguimos “organizar” nossas coisas em algum local. Um aspecto ruim do nosso quarto é que a porta do banheiro dá de frente para uma janela. Isto é um pouco desconfortável porque você não pode ficar 100% confortável mas, novamente, não nos incomodou muito.

Pedra Bela 3
Foto tirada por nós de nosso chalé na Pousada Alma de Pedra


Valor da pousada para o fim de semana do dia 27/Fevereiro de 2016:
 R$ 180,00 uma diária/casal. O valor está incluso café da manhã com bolachas, sucos e pães caseiros com uma vista maravilhosa, mesmo na manhã chuvosa que ficamos.
Modo de pagamento: depósito de 50% obrigatório para reserva e 50% no check in.
Website

Outras opções de Hospedagem

A pousada Alma de Pedra é provavelmente a mais famosa da cidade, pois o dono dela é o mesmo dono da tirolesa, o Alexandre, e portanto, ela acaba ficando mais cheia e fazer reservas por lá acaba sendo difícil em algumas épocas do ano ou fins de semana. Por isso, é bom dar uma olhada nas pousadas que existem na região de Pedra Bela e Extrema, e que com certeza terá um quarto confortável disponível:

Extrema

Bragança Paulista

Atividades

1) A atração principal da cidade é a tirolesa. Depois de colocar tudo no chalé, conversamos com o Alexandre que nos aconselhou de ir diretamente para a tirolesa já que, para o próximo dia, domingo, estavam agendados dois ônibus cheios vindos de outra cidade. Corremos até a bilheteria e compramos o ingresso.
O ingresso, que custa R$40,00 por pessoa, deve ser pago ou em dinheiro ou em cartão de débito (não é permitido cartão de crédito). O valor inclui a descida da tirolesa, os equipamentos, instrutores e uma van que te leva até o local da descida.

Dicas importantes:

  • Não adianta você ir diretamente para a tirolesa, tem que passar pela bilheteria impreterivelmente para, depois, subir. Não há bilheteria na pedra da tirolesa.
    Para chegar na bilheteria, se informe no local mas o caminho é muito fácil. É só procurar este arco da foto abaixo:
Pedra Bela 4
Foto tirada por nós do arco que fica na frente da bilheteria da tirolesa.
  • Vá com roupas leves e sem nada de acessórios. Eu fui de calça bailarina e blusa com tênis de esportes e cabelo preso. Deixe celular, boné e tudo que puder cair no carro.
  • O Bruno foi tirando foto com a GoPro, que foi bem de boa para carregar. Se tiver um celular com pau de selfie (tem uma lojinha que aluga também, ao lado da bilheteria), pode levar numa boa. A descida é rápida e, se você tiver habilidade, confiança e segurança, pode levar numa boa. Eu não levei e fiquei sem foto, mas o que valeu foi a experiência, que foi incrível.
  • Para subir na Pedra do Santuário, a pedra de partida da tirolesa, você tem que subir uma escada de 320 degraus. A subida é um pouco cansativa mas cada um vai no seu ritmo, pode parar quando quer e ninguém fica te apressando. Olha a foto do começo da escada para ter uma noção:
Pedra Bela 5
Foto tirada por nós de uma parte da escada que sobe para ir à tirolesa.

Sobre a tirolesa:

Após o instrutor verificar pela segunda vez se seu equipamento está ok, perca o medo e SAIA CORRENDO. Dá muito mais emoção e adrenalina. Como a asa delta, a tirolesa tem o maior pico de emoção na saída, que é uma delícia. Após a saída, aprecie a paisagem maravilhosa e curta o momento, que é sensacional.

Pedra Bela 6
Bruno na tirolesa

Segundo a organização da tirolesa, o cabo tem 1900 metros de extensão e a descida demora aproximadamente 1 minuto e 30 segundos. É super emocionante!!!

Funcionamento da tirolesa:

Horário: Sábado, Domingo e feriados: 09h às 17h. Em horário de verão, das 09h às 18h.
Valor: R$ 40,00 reais
Endereço da bilheteria: Rodovia José Bueno de Miranda KM 12,5
Telefone para contato: (11) 99871-9824


2) Ver o por do sol em uma pedra bem alta:

Depois da tirolesa e aquela sensação maravilhosa, estávamos pilhados e loucos para fazer mais e mais. Como estava quase na hora do por do sol, decidimos voltar à Pedra do Santuário, subir os 320 degraus novamente e aproveitar a vista de tirar o fôlego. Foi a melhor opção e super recomendamos, é lindo!

Pedra Bela 7
Victória apreciando o por do sol na Pedra do Santuário

Além da vista maravilhosa da Pedra do Santuário, há uma igrejinha super pequena e charmosa bem no topo. Quando visitamos, estava fechada, mas dá pra ver de fora e se apaixonar.

Pedra Bela 8
Santuário a Nossa Senhora de Aparecida no topo da Pedra do Santuário

 

Pedra Bela 9
Placa indicando a entrada do caminho para a pedra.

Opção 2:
Nos disseram que dá para ver o por do sol também da Pedra Maria Antônia. Que é só parar o carro na estrada e pegar uma pequena trilha. Nós ficamos um pouco receosos pela volta, já que o caminho tinha a mata um pouco fechada e não havíamos levado lanternas. Mesmo assim, a tentativa nos rendeu fotos super boas e muitos risos.
Pedra Bela 1o
Foto em frente a entrada do caminho para a Pedra Maria Antônia

O que fazer mais que não fizemos:

No dia seguinte, planejávamos fazer rapel (deve-se reservar antecipadamente) mas choveu MUITO e ficamos no hotel esperando a chuva parar para partirmos. Outras opções para fazer em Pedra Bela são:

1) Cachoeira Pedra da Mata

É uma cachoeira bem pequena mas bastante charmosa.

2) Rapel
Contato para ligar e marcar horário/Perguntar sobre valores:
Contato do rapel: (11) 99871-9854 (Pedro)
Para mais passeios, visite os sites Pedra Bela SP e Circuitos entre Serras e Águas

Alimentação:

Não podemos opinar tanto sobre gastronomia, primeiro porque só tivemos uma refeição em Pedra Bela, e segundo pela pequena variedade de restaurantes. Após a tirolesa e do por do sol, ficamos com fome e buscamos na cidade algum lugar para comer. O único aberto num sábado a noite de Fevereiro era uma pizzaria, chamada La Bella. Foi uma ótima opção, por sorte. O preço é extremamente barato, ou nós que estamos muito “acostumados” com os valores cada vez mais altos de São Paulo, não sei dizer. Comemos uma pizza muito gostosa, tomamos suco, drinks e cerveja e a conta deu algo em torno de R$ 50,00. Incrível.

Sobre o restaurante
Nome da pizzaria: La Bella
Website
Endereço: Rua Bernardino de Lima Paes, no2
Valor: super bom e acessível
Avaliação: pizza muito gostosa, atendimento feito por adolescentes da região muito engraçados e prestativos e a comida chegou muito rápido. Super recomendamos.

Opção 2: Ao chegar na cidade, vimos um restaurante que serve galinha caipira que parece ser bastante bom, mas só abre na hora do almoço. O nome do restaurante é O Caipira e fica no caminho entre o hotel e a tirolesa.

Opção 3: Para quem vai atrás de agito, há também a opção de ir para o bar chamado Via 294 que foi indicado pelos donos do hotel como melhor lugar para a noite.

Dicas importantes para alimentação:

  • A cidadezinha tem supermercado. Para economizar, você pode comprar algo lá. O hotel não tinha cozinha, então, tem que ser algo pronto e rápido.
  • Tomamos um mini lanchinho em frente a bilheteria da tirolesa no bar do Fabinho. O valor é super bom e ele é uma pessoa muito engraçada e com uma história muito inspiradora de vida. Ainda perto da tirolesa, tem uma sorveteria que vende potes de doce de leite de Minas Gerais (que é bem pertinho de lá), açaí e salgados. É uma boa opção para esperar sua vez na tirolesa.

Bom, espero que tenha gostado 🙂

Segue abaixo o resumo de valores:
Gasolina: R$100
Hospedagem: R$180
Alimentação: R$80
Atividades: R$80
Compra de lanchinhos e água no mercado de São Paulo: R$30
Total por casal no fim de semana: R$470

Veja também:

 

Victória Farina - Sobre

Salvar

Salvar

Victória Farina
Victória Farina
Nascida em São Paulo, estudou Lazer e Turismo (USP) e tem no DNA a palavra viagem. É muito organizada, mas se perde totalmente quando o assunto é mapa ou localização. Ama dar dicas de viagens e contar as experiências que já viveu. Já visitou mais de 30 países e, agora, está viajando pelo Sudeste Asiático, num mochilão que já dura um ano.
http://www.naproadavida.com/

20 thoughts on “Fim de semana em Pedra Bela (Mega Tirolesa): dicas, valores e sugestões

  1. Olá Vitória!!! Para acessar a Pedra Maria Antonia vocês tiveram muita dificuldade?! Após a placa na estrada a trilha é bem sinalizada?!

  2. Olá Bruna!! Então, nós não escalamos a pedra porque estava escuro já e ficamos com medo de nos perder. Mas, se você for durante o dia, a placa na estarada é bem visível e fácil de reconhecer. Ande na estrada com calma e vai ser difícil perde-la 🙂 Boa sorte e nos conte depois sobre a aventura!!

  3. Me ajuda!!
    Bom dia, amei o texto descrevendo o local e a sua viagem!
    Estou super animada para ir pra tirolesa, não vejo a hora. Porém, estou com um problema imenso, pois nenhum dos telefones que encontrei chama! Dão como se a linha estivesse ocupada ou inexistente.
    40371244
    998719824
    997835263
    40371123
    972425787
    Sabe me dizer o código e a operadora do local?
    Tentei vários, mas mesmo assim nenhum foi :”(

Leave a Reply

Top
Close