Ônibus de São Paulo para Teresópolis: todas as dicas e informações para essa viagem ao Rio de Janeiro

Home » Rio de Janeiro » Ônibus de São Paulo para Teresópolis: todas as dicas e informações para essa viagem ao Rio de Janeiro
Atualizado em 29/06/2021
Por: Bruno

Atualizado em 29/06/2021
Por: Bruno

Nós visitamos a cidade de Teresópolis no início de 2021, quando a ideia era passar uns dias na cidade antes de visitar o Parque Estadual dos Três Picos, o maior parque do estado do Rio de Janeiro. Como voltamos ao Brasil há alguns meses e a ideia não é ficar por muito tempo, nós não temos um carro e tampouco queríamos alugar um para dirigir até Terê e, por isso, decidimos ir de ônibus de SP para Teresópolis. E já que as dicas de transporte são sempre úteis, vou te contar um pouco da nossa experiência viajando nesse trajeto durante o período de pandemia.

Cidade de Teresópolis vista de cima e as montanhas do Parque dos Três Picos ao fundo. Ônibus SP para Teresópolis

Cidade de Teresópolis vista de cima e a cadeia de montanhas dos Parques ao fundo. | Foto: Bruno/@naproadavida

Ônibus de SP para Teresópolis

De onde sai o ônibus de São Paulo para Teresópolis

O ônibus para Terê sai do terminal rodoviário do Tietê, na zona norte de São Paulo. O acesso ao terminal é bem tranquilo e funciona bem de várias partes da cidade, sendo possível chegar facilmente de metrô, parando na estação Portuguesa-Tietê, de ônibus vindos de todas as partes da cidade e que param em frente à rodoviária ou de táxi/Uber para um conforto maior e menos aglomerações.

Rodoviária do Tietê em São Paulo, SP. | Foto: Diário do Transporte - Ônibus SP para Teresópolis

Rodoviária do Tietê em São Paulo, SP. | Foto: Diário do Transporte

Empresas de ônibus de SP para Teresópolis

Saindo de São Paulo, as opções de ônibus direto para Teresópolis não são muitas. Nós geralmente reservamos viagens de ônibus através da Buser ou da Clickbus e, como dessa vez a Buser ainda não fazia o trajeto direto, nós reservamos o ônibus de SP para Teresópolis no site da Clickbus.

A empresa que faz essa rota é a Águia Branca e também é possível comprar no site deles, porém, o site não funciona muito bem e a Clickbus oferecia um cupom de desconto, que deixou o valor do bilhete ainda mais barato. Se você precisar de um cupom na Clickbus, tente o AWINCLICKBUS6 e o AWINCLICKBUS4, para descontos de 6% e 4% respectivamente, dependendo do valor total dos bilhetes.

Se a ideia for parar na cidade do Rio de Janeiro antes, a Buser oferece passagens com valores a partir de R$30 cada trecho.

Quanto custa o ônibus de São Paulo para Teresópolis

Os valores do trajeto direto entre SP e Teresópolis podem variar de acordo o horário da sua viagem, tipo de assento e com a data (principalmente fins de semana e feriados). Nós viajamos durante a noite e os valores estavam bem parecidos para todos os dias, custando entre R$105 e R$145 por pessoa, o trecho, variando entre os assentos convencional e semi-leito. Para este trajeto, não está disponível a opção de ônibus com leito completo, pelo menos não até o momento da nossa viagem para Teresópolis.

Viajar de ônibus é a maneira mais econômica de ir de São Paulo a Teresópolis.

Retirando as malas na chegada a Rodoviária de Teresópolis. - ônibus de SP para Teresópolis - Águia Branca RJ

Retirando as malas na chegada a Rodoviária de Teresópolis. | Foto: Victória/@naproadavida

Horários do ônibus de SP para Teresópolis

Os horários também podem variar de acordo com a época, assim como a disponibilidade. Quando viajamos, no início de 2021, os ônibus saíam todos os dias do terminal rodoviário do Tietê, com saída prevista para às 22h, com previsão de chegada em Teresópolis entre 5h e 6h da manhã e, no total, são cerca de 7h40 min de viagem de São Paulo até Terê.

A distância entre São Paulo e Teresópolis é de aproximadamente 480km.

A viagem de ônibus entre SP e Teresópolis

Na rodoviária do Tietê

Nós chegamos na rodoviária com 30 minutos de antecedência e ficamos aguardando num canto um pouco mais afastado de onde todos esperavam. O ônibus chegou alguns minutos antes das 22h e os funcionários começaram a realizar a entrada dos passageiros.

Desta vez, eles estavam pegando as malas antes, através de um portão pequeno e, depois, os passageiros se encaminhavam para uma pequena fila para mostrar o bilhete eletrônico e o documento de identificação ao motorista. Para mim funcionou muito bem dessa forma e evitou aquela aglomeração que as pessoas fazem na hora de entregar ou retirar as malas do bagageiro do ônibus.

A rodoviária do Tietê em SP é o principal terminal rodoviário do Brasil e de lá saem ônibus para grande parte do sudeste, norte e nordeste do país, além de outras regiões. Se você pretende viajar de ônibus pelo Brasil, confira as opções de trajetos na Buser e na Clickbus.

A estrutura do ônibus

O ônibus era bem novo e como a maioria dos ônibus de viagem hoje em dia, tinha ar condicionado e não era possível abrir as janelas. As poltronas do que pegamos eram reclináveis (ou semi-leito) e o espaço entre as poltronas era surpreendentemente grande. Nós colocamos as mochilas menores em nossos pés e ainda sobrou espaço para esticar bem as pernas, achamos isso um ponto muito importante.

No fundo, tinha água e copos descartáveis disponíveis para os passageiros. O banheiro era como o da maioria dos ônibus de viagem, ou seja, pequeno, mas o suficiente. Estava bem limpinho no início da viagem.

Dia amanhecendo na Rodoviária de Teresópolis. | Foto: Victória

Dia amanhecendo na Rodoviária de Teresópolis. | Foto: Victória/@naproadavida

Neste ônibus também existia um sinal de Wi-Fi, que eu não usei, mas vi duas pessoas ao meu lado conectando e usando normalmente durante a viagem. Pelo que vi, o acesso é feito através daquelas páginas em que você coloca o seu e-mail e pode navegar sem problemas, se a conexão estiver boa.

O nosso lugar era no fundo do ônibus e isso nos pareceu muito bom neste período de pandemia, pois o número de pessoas passando no corredor é menor que lá na frente, já que no fundo as pessoas somente passavam para ir ao banheiro ou pegar água, o que foram poucas pessoas. Já na frente, as pessoas também passavam para descer nas paradas e desembarcar nas cidades.

A viagem até Teresópolis

O ônibus saiu do terminal Tietê cerca de 5 minutos depois do horário previsto, algo que eu acredito normal quando se trata de um transporte rodoviário, ainda mais num período de férias (e pandemia).

O ônibus estava com a capacidade máxima e não tinha nenhum tipo de distanciamento ou poltronas intercaladas para manter as pessoas longe umas das outras, porém, o espaço entre as poltronas já garantia uma certa distância e como eu estava com a Victória do meu lado, não me preocupei tanto, mas para alguém que viaja sem companhia e com uma pessoa desconhecida do lado, pode dar um pouco de medo neste período de pandemia.

A porta toda enfeitada de uma das agências de viagem na rodoviária de Teresópolis.

A porta toda enfeitada de uma das agências de viagem na rodoviária de Teresópolis.

Parada em Resende, RJ

Durante o trajeto de SP para Teresópolis, o ônibus realiza somente uma parada e a nossa aconteceu 4 horas depois de sair de São Paulo. Nós paramos no Graal que fica na região de Resende, já no estado do Rio de Janeiro. O motorista anunciou que o tempo de permanência seria de 20 minutos, mas acabamos ficando 30 minutos no total. Como estávamos com bastante sono, nós nem saímos do ônibus nesta parada, ficamos cochilando um pouco mais.

Paradas para desembarque

Antes de chegar em Teresópolis, o ônibus fez algumas paradas para desembarque de passageiros em cidades menores que ficam no caminho. Por volta das 5h da manhã, chegamos na primeira parada para desembarque, uma cidade chamada Piabetá, que fica a cerca de 20km de Petrópolis, outra cidade famosa da região. O motorista não avisou qual era a cidade e ficamos confusos, só olhando no mapa é que percebemos que não era a nossa parada ainda. Se você for descer em alguma dessas cidades, saberá que é sua parada, mas se o destino final for Teresópolis, pergunte ao motorista antes de descer.

As outras paradas para desembarque de passageiros foram Magé e Guapimirim, com uma delas acontecendo na da estrada mesmo, na Rodovia Rio-Teresópolis e o motorista avisou quando paramos nestes lugares.

Aluguel de carro
Se você de repente achar que a viagem de ônibus não combina com seu estilo de viagem ou prefere se locomover dirigindo por Teresópolis, veja as opções de aluguel de carro para a região da sua viagem. A Rentcars e a RentalCars são ótimas buscadoras de locadoras de carro para alugar.

Chegada em Teresópolis

A chegada na cidade de Teresópolis é uma pintura! O sol estava nascendo de um lado e, do outro, era possível avistar as lindas montanhas da Serra dos Órgãos, onde está o famoso Dedo de Deus. O ônibus faz diversas curvas na subida da serra e isso te dá a possibilidade de ver a paisagem em diferentes perspectivas. Estávamos sentados do lado direito do ônibus, o que pareceu melhor para nós, já que é o lado que fica virado para a floresta, ao invés da estrada, como é o lado esquerdo.

Nascer do sol na estrada de dentro do ônibus de SP para Teresópolis.

Nascer do sol na estrada de dentro do ônibus de SP para Teresópolis.

Chegando na rodoviária, que fica na parte mais central de Teresópolis, desembarcamos e as malas já estavam fora do bagageiro e novamente o contato com o motorista foi bem pequeno. Ali mesmo já observamos as opções de volta para São Paulo e opções de transporte na cidade até a nossa hospedagem em Teresópolis, uma casa no meio da parte alta.

Resolvemos usar somente o Uber para nos locomover em Teresópolis, uma vez que as distâncias são curtas e os valores relativamente baixos se comparado ao transporte público e, principalmente se estiver em mais de uma pessoa.

O que fazer em Teresópolis

A cidade de Teresópolis possui uma grande opção de atrações para visitar e atividades para fazer mas, a principal delas gira em torno do Parnaso, o Parque Nacional da Serra dos Órgãos, onde é possível fazer trilhas e ver o Dedo de Deus a partir de um mirante com uma vista incrível. A cidade também é ótima para você que gosta de apreciar boa gastronomia e para aqueles casais em busca de um lugar mais romântico com um clima mais fresquinho de serra.

Vista do mirante no Parnaso para o Dedo de Deus e a Serra dos Órgãos em Teresópolis.

Vista do mirante no Parnaso para o Dedo de Deus e a Serra dos Órgãos em Teresópolis.

Onde ficar em Teresópolis

Nós nos hospedamos na região de Iucas, numa casa espetacular que fica de frente para algumas montanhas e também com uma vista incrível da cidade de Teresópolis. A casa fica no meio da natureza e os donos são de uma receptividade sem igual. Víamos tucanos e outros pássaros todos os dias e tínhamos uma área muito gostosa para fazer as refeições e apreciar a paisagem. Nós reservamos essa hospedagem através do Booking neste link.

LEIA TAMBÉM: Lista com as 9 melhores pousadas para ficar em Caraíva na Bahia

A piscina da casa em que ficamos hospedados em Teresópolis ao final da tarde. - Onde ficar em Teresópolis

A piscina da casa em que ficamos hospedados em Teresópolis ao final da tarde.

Outras regiões boas para se hospedar em Teresópolis são o Alto, onde está o Hotel Willisau e Agriões, onde estão a Casa Teresópolis e Intercity Teresópolis. Estas regiões são ótimas por conta do grande número de opções de restaurante e bares ali, além de algumas atrações que são possíveis de serem visitadas a pé. A região da Granja Comary, onde está a CBF, também conta lugares lindos e charmosos para se hospedar em Teresópolis, um deles é a Pousada Parque Terê.

Conclusão sobre o ônibus de SP a Teresópolis

A viagem de ônibus de São Paulo a Teresópolis é tranquila e sempre feita durante a noite, pelo menos em 2021. É possível dormir e descansar nos ônibus que contam com a opção de assentos semi-leito e o espaço entre as poltronas permite esticar bem as pernas. A parada em Resende é rápida, mas o suficiente para usar o banheiro, fumar um cigarro e comprar algo para comer. A chegada em Teresópolis além de linda é segura e o Uber funciona bem para a locomoção desde a rodoviária até o seu local de hospedagem. Apesar de o ônibus direto ser a opção mais barata, a maneira mais rápida seria de avião e depois ônibus/carro, porém, você teria de voar até a cidade do Rio de Janeiro e, de lá, pegar um ônibus direto para Teresópolis.

E aí, gostou das dicas? E como foi a sua experiência viajando de São Paulo a Teresópolis de ônibus? Conta pra gente aqui nos comentários! Se quiser ver mais fotos ou vídeos sobre Teresópolis e outras cidades do Brasil, siga as nossas redes sociais: Instagram, Facebook, Pinterest e YouTube.

Que tal compartilhar?


Indo para a Tailândia?
Conheça os melhores passeios para a sua viagem. Guias, fotógrafos e atendimento em português.

Somos Bruno & Vic, dois viajantes que se conheceram e se apaixonaram trabalhando a bordo de um navio de cruzeiros. Em 2016, saímos em uma viagem ao mundo e, desde então, levamos a nossa vida na estrada. Entre caronas, voluntariados e trabalhos online compartilhamos nossas inúmeras experiências e pouco dessa vida nômade aqui no Blog Na Proa da Vida, veja mais

Planeje sua viagem

seguro viagem

hotéis

chip de internet

trabalho voluntário

passeios & ingressos

transporte pela ásia

Veja mais sobre o mesmo assunto:

Nota: este post pode conter links de parceiros do blog Na Proa da Vida. Isso significa que ao comprar um de seus produtos você estará ajudando na manutenção do nosso blog e do conteúdo de qualidade produzido para você. Não se preocupe, você não paga nadica de nada a mais por isso e ainda nos motiva a conseguir descontos exclusivos, em diversos serviços, para os leitores do Na Proa da Vida. Saiba mais.

i
Categorias: Brasil | Rio de Janeiro | São Paulo
<a href="https://www.naproadavida.com/" target="_blank">Bruno</a>
Bruno
Já morei numa casa de lata flutuante onde o maior prazer era descobrir os sete mares. Trabalhei nos maiores eventos esportivos do mundo e vi o Bolt voando para mais um ouro no Rio de Janeiro. Hoje viajo o mundo sem data de volta para casa, na verdade, tenho chamado o mundo de minha casa. Não conto quantos países conheci pelo número de carimbos no passaporte, pois às vezes conheço dez países dentro de um só. Mergulhador e amante do oceano, amo aprender novos idiomas e coisas novas e escrevo sobre algumas das minhas aventuras no Na Proa da Vida.

Pode ser interessante para a sua viagem

E aí, que tal deixar um comentário? ?

0 Comments

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *