Você está aqui
Home > Dicas > A entrevista para se tornar tour escort: minha longa jornada a caminho do Costa Serena

A entrevista para se tornar tour escort: minha longa jornada a caminho do Costa Serena

Tour Escort on duty - Praia de Formentera em Ibiza, Espanha
Tour Escort on duty – Praia de Formentera em Ibiza, Espanha

Sempre antes de viajar escrevo bastante. Faço um guia sobre cada lugar que vou visitar, com estações de metro, monumentos must see e suas histórias. Adoro a preparação, desde a pesquisa de locais a visitar até o fazer da mala, é tudo uma festa pra mim porque sei que estou indo fazer o que eu mais amo: Viajar. Minha primeira viagem ao exterior foi para a Disney, a muuuito tempo atrás, mas, neste post, vou contar um pouco sobre a viagem mais diferente e life changing que já fiz: em um navio de cruzeiro. E não foi um cruzeiro qualquer, daqueles de sete dias e seis noites, foi um de APENAS oito meses de aventuras :p No ano de 2012, após ter viajado pela Europa a trabalho pela primeira vez, comecei a perceber que esse negócio de viagem era pra mim. Mas, como estava fazendo faculdade, tentei primeiro procurar algo que não me “atrasasse” a graduação. Apliquei para o “Ciências sem fronteiras” e, por causa de uma D.P. de Chinês como aula optativa, não passei.

Minha mãe, sempre muito moderna e interessada, me enviou, como quem não quer nada, um postque ela viu no Twitter a respeito de entrevistas abertas para trabalhar em navios. Como já tinha ouvido muito bem dos trabalhos em navio por uma menina que estudou Chinês comigo, resolvi tentar… “Porque não?”, todos diziam. Marquei a primeira entrevista por Skype e, como não conhecia muito bem as funções a bordo, escolhi a da recepção, que achei que era a que mais se encaixava com a minha faculdade, de Lazer e Turismo.

Fiz a entrevista primeiro com uma brasileira que falou comigo em Italiano e inglês (estudei na escola) e espanhol (enrolei). As perguntas foram bem simples, do tipo: “Fale sobre a sua família em idioma italiano”, “o que você estuda na faculdade em idioma espanhol” e “me conte sobre suas experiências profissionais anteriores em idioma inglês”. Durante a entrevista, a brasileira me disse que o meu espanhol não era bom o bastante para trabalhar na recepção e se eu não aceitaria outro trabalho de limpeza ou no restaurante. Eu, me conhecendo e sabendo que sou muito fresca para ambos os cargos, disse que não, que essas funções não me interessavam. Ela ficou surpresa, mas disse que ia conversar com a companhia e ver o que podia me oferecer. Fiquei bem desapontada e achei que nada ia dar certo, mas recebi uma nova ligação dela, dias depois, me dizendo que tinha uma função de tour escortdisponível. Perguntei quais eram as dutiesjá amando, só pelo nome. Depois da explicação dela sobre o cargo eu fiquei apaixonada e queria embarcar NA HORA! Aceitei o cargo e disse que esperava nova entrevista. Minha outra entrevista foi com um indiano e, sinceramente, não me lembro muito dela, apenas que foi bastante calma e simples.

Depois de ter recebido o email que tinha passado (quase morri do coração esperando), li muito sobre o assunto em blogs e estes diziam que a maioria dos brasileiros embarcam em novembro a fevereiro. Fiquei master empolgada porque já era Dezembro e eu queria viajar logo. Fiz o STCW em Curitiba e o “Ready for Excellence” em Santos e, depois disso, fiz minha mala, comprei todos os cosméticos e apetrechos e, como não recebi email de data até o dia 26/dez, fui para Floripa sabendo que poderia ser chamada a qualquer momento. Não fui, haha minha data só veio em Agosto, depois de um semestre da faculdade feito e muita ansiedade.

Tour escort em momento de desespero :)
Tour escort em momento de desespero 🙂
Segue dicas para a entrevista:
– No dia da entrevista, teste o Skype com alguém 2 horas antes e, depois disso, fique conectado. Mostre-se disponível quando necessário e fique perto do computador para que, se eles te chamarem antes, você esteja preparado.
– Use roupas formais em sua entrevista, mas não muito, com terno e gravata. Para homens, uma camisa já está de bom tamanho e para mulheres uma blusa bonita já é o suficiente, em minha opinião. Não é necessário maquiagem forte ou muitos apetrechos.
– Escreva em um caderninho os seus pontos fortes e que você quer destacar. Por exemplo, uma experiência de emprego que faz toda a diferença você comentar ou alguma palavra que você sempre esquece em outro idioma. Tenha este caderno em vista na hora da entrevista e dê uma olhadinha discreta nele, isto ajuda muito.
– Pesquise bastante sobre as funções e lute por elas. Se te ofereceram algo que você não quer, não aceite. Isso será seu trabalho por, aproximadamente, 248 dias seguidos e ininterruptos.
– Mostre o porquê você quer esta função e qual o seu background de experiências profissionais que te tornam apto a realizar as tarefas. Existem alguns cargos que exigem experiência anterior e outros não, mas sempre é bom saber um pouco sobre o que você quer trabalhar.
– Se você prestar entrevista para trabalhar no bar, estude o cardápio da companhia, os principais drinks internacionais, seus ingredientes e modos de preparo. Mesmo que você não for prepará-lo, você vai ter que conversar com os hóspedes sobre eles.
– Fique calmo na entrevista e mostre confiança. O entrevistador não quer só saber se você sabe falar a língua, também quer saber se você vai ter garra pra trabalhar duro e ganhar experiência no longo período que se fica embarcado.
– Treine vocabulários de entrevista para todas as línguas, já que existem palavras que você pode não saber na hora e que fazem uma super diferença. Alguns exemplos: manager, duties, job description, o seu cargo na empresa anterior, o que você fazia em cada experiência profissional, background, … entre outros.
– Como já contei acima, eu arrumei e comprei tudo pelo menos seis meses antes. Isto foi muito bom porque, quando fiquei sabendo minha data, pude me focar em me despedir da família e amigos e descansar.

Fiquei sabendo que, agora, as entrevistas não podem mais ser feitas por Skype e a pessoa tem que viajar para a cidade em que a agência recrutadora tem sede. A maioria das dicas se aplica a ambas as entrevistas e, se for para ser, será 🙂

Uma de minhas equipes no Costa Serena
Uma de minhas equipes no Costa Serena

No próximo post vou falar sobre a função de tour escort, as vantagens e desvantagens, os requisitos e os privilégios. Be aware 😉

Veja Também:

 

Victória Farina - Sobre

Quer reservar acomodação para a viagem? Dá uma olhada nas opções clicando abaixo:



Booking.com

UM ANO DE VIAGEM: assista ao nosso vídeo comemorativo

Victória Farina
Nascida em São Paulo, estudou Lazer e Turismo (USP) e tem no DNA a palavra viagem. É muito organizada, mas se perde totalmente quando o assunto é mapa ou localização. Ama dar dicas de viagens e contar as experiências que já viveu. Já visitou mais de 30 países e, agora, está viajando pelo Sudeste Asiático, num mochilão que já dura um ano.
http://www.naproadavida.com/

Leave a Reply

Top