Você está aqui
Home > Trabalho em Navios > 12 motivos para NÃO trabalhar em navio de cruzeiros

12 motivos para NÃO trabalhar em navio de cruzeiros

Ship - Navio - Ponte de comando

Às vezes ouço algumas pessoas comentando sobre o trabalho a bordo de navios de cruzeiro e, muitas vezes, os comentários são ruins, outras vezes são muito bons e isso causa uma certa dúvida. A maioria das pessoas que vejo falando sobre a vida a bordo nunca tiveram a oportunidade de viver essa experiência ou conhecer alguém que tenha passado um tempo a bordo, mas nós já e, por isso, vamos te alertar dos perigos dessa vida de quem opta por trabalhar em navio de cruzeiros.

Crew Help - ajuda para trabalhar em navio de cruzeiros

Motivos para NÃO trabalhar em navio de cruzeiros

Depois de fazer o post falando sobre o trabalho escravo dentro dos navios de cruzeiro, eu resolvi listar alguns motivos para você NÃO trabalhar em um navio desses e ficar bem longe dessa roubada. Mas se ainda assim, você tiver vontade de ir, entendemos que cada um têm suas escolhas. Veja abaixo:

1) Aprender outro idioma

Você não vai querer sair da sua vida em terra, largar o seu emprego garantido para aprender outros idiomas e poder expandir o seu ciclo de amizades e contatos, isso pode acabar mudando a sua vida.

Atenas - Grecia - trabalhar em navio de cruzeiros

 




2) Viajar o mundo

Isso é coisa de louco, prefira viajar durante os trinta dias de férias no ano, viajar o mundo pode ser perigoso e você pode acabar se acostumando com essa vida.
Lisboa - Portugal - Costa Mediterranea - trabalhar em navio de cruzeiros
Lisboa, Portugal. Com a ponte 25 de Abril ao fundo.

 

3) Conhecer milhares de pessoas de diversas nacionalidades

Essa é uma das piores coisas de trabalhar em navio. Conviver com pessoas de outras nacionalidades é chato, ter que aceitar e às vezes entender as diferenças é ruim, isso pode acabar abrindo a mente. Fuja dessa!
Crew Bar do Costa Mediterranea. (Inglaterra, Brasil, Escócia e Peru). Trabalhar em navio de cruzeiros
Crew Bar do Costa Mediterranea. (Inglaterra, Brasil, Escócia e Peru).

 

 

4) Ganhar em dólar ou euro

Isso é péssimo! Ganhar em real acaba te dando mais conforto para viver no Brasil, ficar trocando moeda é um saco, e ficar fazendo a conversão então? Melhor não…

Notas de euro - trabalhar em navio de cruzeiros
Notas de euro | Foto: Pexels – Banco de Imagens


5) Conhecer os seus limites

Estar “sozinho” por oito meses a bordo acaba testando as pessoas. Prefira não se arriscar e não saber quais são seus limites ou até onde pode chegar.
Testando os limites | Foto: Pexels - Banco de Imagens - trabalhar em navio de cruzeiros
Testando os limites | Foto: Pexels – Banco de Imagens

Receba mais novidades sobre a vida a bordo direto no seu e-mail. Preencha os campos abaixo:

6) Estar em um país diferente a cada dia

O navio pode, em uma semana, estar em sete países diferentes? Melhor não, cansa muito. Se ficar só no Brasil por 50 anos já cansa, imagina um país por dia? Não, obrigado. 🙂

Viajar o mundo (Australia) | Foto: Pexels - trabalhar em navio de cruzeiros
Viajar o mundo | Foto: Pexels

7) Não ter rotina

Estar um dia em Barcelona e no outro em Roma? Em um dia na neve e no outro na praia? Visitar o Coliseu num dia e no outro a Mesquita Azul, em Istambul? Não, prefira continuar com aquele cafezinho de todos os dias no mesmo horário, ao chegar no escritório.
O Coliseu de Roma, na Itália. Trabalhar em navio de cruzeiros
O Coliseu de Roma, na Itália.

8) Ver o pôr do sol de maneira única

Ficar olhando o sol se pôr lá no fundo, com todo aquele mar na frente? Pra quê, se você pode ver isso da janela do escritório, sentado em uma cadeira confortável?

Mar negro a caminho de Istambul, na Turquia - trabalhar em navio de cruzeiros | | black-sea-turkey-europe-ship-cruise-crew-cruising
Mar negro a caminho de Istambul, na Turquia

9) Tomar uma cerveja às 11h da manhã de uma terça-feira

Quem em santa consciência toma cerveja em Ipanema às 11h da manhã de uma terça? Deixe a loirinha pra sexta-feira, quando o fim de semana começa e você poderá curtir muito, afinal, existem dois dias na semana para isso, não é?! 🙂
Praia de Ipanema, às 11h da manhã de uma terça-feira. - trabalhar em navio de cruzeiros
Praia de Ipanema, às 11h da manhã de uma terça-feira.
Crew Help - ajuda para trabalhar em navio de cruzeiros

10) Morar a um minuto do seu trabalho

A cabine fica a um minuto do trabalho? É muito rápido, prefira levar duas horas no trânsito indo e três voltando do trabalho.
Aproveite o seu tempo de vida | Foto: Pexels - Banco de Imagens - trabalhar em navio de cruzeiros
Aproveite o seu tempo de vida | Foto: Pexels – Banco de Imagens

11) Ver baleias, golfinhos e outros animais lindos e livres

Pra quê sair do Brasil ou da sua cidade para ver isso? Você encontra todos esses animais presos em aquários e zoológicos por aí, e ainda pode vê-los fazendo brincadeiras pra você, e só porque eles querem muito te agradar.
Foto: Pexels - Banco de Imagens
Foto: Pexels – Banco de Imagens

 

 

12) Conhecer a Ucrânia

HAHAHA! Quem pensa em ir pra Ucrânia e outros países diferentes e, às vezes, exóticos? Prefira pegar suas férias e ir pra Paris ou Miami (nada contra), e quem sabe até pra Disney. 🙂
Odessa, Ucrânia.
Odessa, Ucrânia.
Alguém aí têm mais algum motivo para que possamos alertar as pessoas a NÃO caírem nessa roubada? Deixe um comentário abaixo!

Garanto que esses argumentos foram suficientes para te convencer. Não foram? Se você decidir embarcar nessa vida, por favor, nos diga como foi, combinado?:)

 

Crew Help - ajuda para trabalhar em navio de cruzeiros

Gostou da nossa lista? Então receba mais textos sobre a vida a bordo por e-mail. É só preencher a caixinha abaixo:

Veja Também:

Siga os nossos perfis nas redes sociais:

Salvar

Salvar

Salvar

Bruno Miguel
Paulista e criador do Na Proa da Vida, sempre foi um viajante, quando desde criança viajava nos livros de viagem e nas fotos que o tio trazia das voltas pelo mundo. É criativo, adora experimentar comidas diferentes, aprender coisas e idiomas novos e ama praticar esportes. Já visitou 18 países e, entre eles, os que mais gostou foram: Turquia (Istambul), Portugal, Bolívia e Peru além do nosso maravilhoso Brasil.
http://www.naproadavida.com/

11 thoughts on “12 motivos para NÃO trabalhar em navio de cruzeiros

  1. LOLOL Por momentos pensei que eram mesmo razões para nunca pensar em trabalhar a bordo! Mas, claro, acho que deve haver pessoas que pensem que isto são mesmo bons motivos para nunca escolher esta profissão. Não é o meu caso! 😉

  2. Ahhhh q susto! É um post irônico hahaha já ia falar: nas gente todo mundo adora passar um tempo trabalhando em um navio rs

    Adorei o post
    Bjs
    Dani Bispo
    abolonhesa.com

  3. Me espanta saber que ainda exploram as pessoas, mas infelizmente algumas ainda se sujeitam. Enfim, também sou mais adepta da minha rotina e das minhas programações de viagem.

  4. Gostei! Eu já viajei de navio como turista e amei a experiência. Imagino que trabalhar a bordo tenha muitos lados positivos como você justamente escreveu. O contato com tantas pessoas do mundo inteiro é uma oportunidade e tanto.

  5. Kkkkkkkkkk,
    Até a metade do post eu tava meio perdido…
    “Será que esse cara ta falando sério?”
    Depois que fui me ligar no “estilo” do artigo…
    Boa sacada,
    Abraço,

Leave a Reply

Top
Close