Quanto custa cidadania italiana na Itália? Valores e dicas para economizar

Home » Cidadania Italiana » Quanto custa cidadania italiana na Itália? Valores e dicas para economizar

Atualizado em Dec 18, 2020

Por: Victória

Atualizado em Dec 18, 2020

Por: Victória

Este é o primeiro de alguns posts que escreverei sobre a minha experiência tirando cidadania italiana na Itália sem a ajuda de assessoria. E, porque não começar com a pergunta que mais recebemos assim que eu consegui o meu passaporte europeu: quanto custa tirar cidadania italiana na Itália?

Vou mostrar, de uma maneira descomplicada e simples, o quanto NÓS gastamos morando em Perúgia, cidade próxima de Roma e Pisa. Enfatizei o NÓS já que esta é uma resposta super pessoal, pois cada pessoa tem o seu estilo de vida e prioridades. Espero que este post te ajude e dê uma idéia de valores para cidadania italiana na Itália para você se programar e conseguir também realizar este sonho e/ou projeto de vida.

Você pode se interessar:

Quanto custa cidadania italiana na Itália?

Detalhes e observações iniciais:

  • Foram exatamente 89 dias na Itália. O Bruno teve que sair um pouco antes desse período por causa do Tratado de Schengen. Se não sabe o que é isso leia este post.
  • Nossa estadia foi de 25 de junho a 3 de outubro, ou seja, no verão europeu.
  • Nestes valores eu não contabilizei os gastos com tradução juramentada nem apostilamento dos documentos, já que esta fase foi feita pela minha prima há muitos anos de toda a árvore genealógica e pela minha mãe somente o restante.
  • O Bruno não fez o processo de cidadania italiana mas ficou comigo durante praticamente todo o período. Só queria deixar bem claro que, mesmo com o valor sendo para duas pessoas, somente eu me tornei italiana e tive gastos com a cidadania.
Visitar as cidezinhas da Itália foi uma das coisas que mais amamos desse processo de cidadania italiana na Itália. Valores

Visitar as cidezinhas da Itália foi uma das coisas que mais amamos desse processo de cidadania. Foto: @naproadavida.

Se você tem interesse em saber mais sobre o meu processo de cidadania italiana na Itália inscreva-se na nossa lista de emails e ative as notificações do site para ser um dos primeiros a saber quando fizermos uma publicação. Vai vir muito conteúdo incrível e dicas básicas sobre isso, esperamos que curtam. 🙂

Quanto custa cidadania italiana na Itália?

Resumo dos nossos gastos para solicitar a cidadania italiana na Itália:

  • Hospedagem: € 1.137,88
  • Transporte: € 955,52
  • Alimentação:  € 659,75
  • Cidadania: € 187,40
  • Extras: € 236,46

Sobre a hospedagem durante o requerimento de cidadania italiana (€ 1.137,88)

A hospedagem com certeza foi a categoria mais cara do meu processo de cidadania italiana. Para fazer o requerimento na Itália você tem que comprovar residência e, por este motivo, a sua acomodação é essencial para o processo. Além de ter um teto para morar durante todo o período, você receberá a visita do vigile e cartas importantíssimas para seu reconhecimento de cidadania.

Anotações sobre o transporte para chegar e sair da Itália (€ 955,52)

Essa categoria conta com os nossos transportes de longa distância. São eles os vôos das Filipinas para a Itália, nossas viagens pelo país (ônibus e trem para Cinque Terre) e também nossa saída da Itália na qual eu fui para a Suíça de ônibus e o Bruno de ônibus e balsa para a Albânia.

Bandeira da União Européia.

Bandeira da União Européia. Foto: @naproadavida.

Cidadania italiana na Itália: quanto custa?

Nossas observações e dicas:

Sobre a alimentação morando na Itália por 3 meses (€ 659,75)

Um item que conseguimos economizar foi na alimentação. Mesmo comendo bem e cozinhando praticamente em todas as refeições, conseguimos enxugar bastante os gastos fazendo alguns sacrifícios. Nós praticamente não comíamos carne ou queijo já que são ítens bastante caros mas, em compensação, nos acabávamos nos vinhos e cervejas deliciosas. Provávamos alguns diferentes a cada ida no mercado, era uma aventura!

Em nossas mini viagens por Cinque Terre, Pisa, Siena, Assis, Spello, San Marino e Foligno, aproveitávamos para nos esbaldar nas massas e comidas típicas mas, não se engane, o gelato não está contabilizado na categoria alimentação senão os gastos seriam MUITO maiores hahaha.

Um almoço brasileiro na Itália.

Um almoço brasileiro na Itália. Foto: @naproadavida.

Se ficou curioso para saber sobre a nossa aventura em Cinque Terre leia todos os posts ou escolha o que te interessa:

Valores para fazer cidadania italiana na Itália sozinho

Nossas observações e dicas:

Sobre os valores específicos da cidadania italiana (€ 187,40)

Como você pode ver, o processo de cidadania em si não custa muito. O que custa são os gastos para se manter na Itália por 3 meses e se caso você decidir contratar uma assessoria para te auxiliar. Neste montante de € 187,40 tem os impostos obrigatórios, pedido de passaporte, impressões e cópias além de compra de alguns materiais para o processo.

Atenção: Como falei antes, neste valor não está contabilizado os gastos com tradução e juramentação dos documentos que foram feitos no Brasil.

Explicação rápida sobre os nossos gastos extras (€ 236,46)

Divido nossos gastos extras em Guloseimas, Extras, Transporte Local e Turismo. Geralmente o transporte local não entra nessa categoria mas, como moramos num apartamento com uma localização ÓTIMA, gastamos pouquíssimo com metrô e ônibus e eu decidi incorporá-lo aqui.

A definição de gastos extras é bastante geral e engloba tudo que não conseguimos prever. São gastos com metrô e ônibus, cosméticos, remédios, roupas, bebidas alcoólicas, doces e gelatos em geral e presentes (que também não são gastos muito comuns em nossa viagem mas aconteceram na Itália).

Outro gasto extra que deveríamos ter mas foi zerado em Perúgia foi o “Turismo”. Todas as atrações de Perúgia, Pisa, Spello, Siena, Foligno, Cinque Terre e San Marino foram gratuitas e não pagamos nenhuma vez para entrar em igrejas ou museus.

Cinque Terre na Itália. Quanto custa cidadania italiana na Itália

Cinque Terre foi um dos lugares que mais AMAMOS conhecer na Itália. Foto: @naproadavida.

Esse é o primeiro de alguns posts com tudo o que você precisa saber sobre cidadania italiana na Itália, com dicas de quem passou pelo processo há pouco. Os próximos posts sobre o assunto serão sobre o processo, passo a passo e as principais dicas sobre cidadania italiana na Itália sozinho, com detalhes de quanto tempo demora, documentos, benefícios, vantagens e desvantagens além de um post com DIVERSAS dicas práticas e como lidamos com o dinheiro durante nossa estadia na Itália.

Espero ter te ajudado a descobrir quanto custa fazer cidadania italiana na Itália e que você comece a pensar no seu processo. Se tiver alguma dúvida, deixa um comentário! Vou ficar muito feliz de poder ajudar.

E aí, gostou das dicas? E como foi a sua experiência tirando ou iniciando o processo de cidadania italiana na Itália? Conta pra gente aqui nos comentários! Se quiser ver mais fotos ou vídeos sobre a Itália e outros países de Europa ou Sudeste Asiático, siga as nossas redes sociais: Instagram, Facebook, Pinterest e YouTube.

Que tal compartilhar?

Indo para a Tailândia?

Conheça os melhores passeios para a sua viagem. Guias, fotógrafos e atendimento em português.

Somos Bruno & Vic, dois viajantes que se conheceram e se apaixonaram trabalhando a bordo de um navio de cruzeiros. Em 2016, saímos em uma viagem ao mundo e, desde então, levamos a nossa vida na estrada. Entre caronas, voluntariados e trabalhos online compartilhamos nossas inúmeras experiências e pouco dessa vida nômade aqui no Blog Na Proa da Vida, veja mais

Planeje sua viagem

seguro viagem

hotéis

chip de internet

trabalho voluntário

passeios & ingressos

transporte pela ásia

Veja mais sobre o mesmo assunto:

Nota: este post pode conter links de parceiros do blog Na Proa da Vida. Isso significa que ao comprar um de seus produtos você estará ajudando na manutenção do nosso blog e do conteúdo de qualidade produzido para você. Não se preocupe, você não paga nadica de nada a mais por isso e ainda nos motiva a conseguir descontos exclusivos, em diversos serviços, para os leitores do Na Proa da Vida. Saiba mais.

Publicado em: Atualizado em Dec 18, 2020
i
<a href="https://www.naproadavida.com/" target="_blank">Victória</a>
Victória
Nascida em São Paulo, estudou Lazer e Turismo (USP) e tem no DNA a palavra viagem. Ama dar dicas de viagens e contar as experiências que já viveu. Já visitou mais de 45 países e não pretende parar tão cedo.

Pode ser interessante para a sua viagem

E aí, que tal deixar um comentário? ?

12 Comentários

  1. Luciana Rodrigues

    Considerando os preços de moradia em Roma, achei que o valor em Perugia foi bem acessível. Claro que convertendo para reais, fica tudo sempre bem caro.

    Responder
    • Victória Farina

      Sim sim, em Roma e as cidades mais turísticas da Itália a hospedagem é bem mais cara mas, se pensar em euros, o valor ainda vale bastante a pena. Melhor ainda se depois de tirar a cidadania italiana, vai poder ganhar em euros ne 🙂

      Responder
  2. Fernanda Scafi

    Interessante ler sobre seu processo de cidadania italiana na Itália – eu fiz tudo aqui pelo Brasil mesmo (já faz tempo). Imagino que com o euro do jeito q tá agora, passar 3 meses morando na Itália está mais difícil.

    Responder
    • Victória Farina

      Sim, verdade. o euro está deixando qualquer um de cabelos em pé mas, se alguém quer morar na Europa acho que vale a pena o investimento, Fernanda.

      Responder
  3. Fabíola Moura

    Post didático e detalhado dos valores para a cidadania italiana, assim fica fácil avaliar o investimento e se organizar.

    Responder
    • Victória Farina

      Com certeza é um investimento fazer a sua cidadania italiana na Itália, Fabíola. Que bom que curtiu o post 🙂

      Responder
  4. Leo Vidal

    Interessante essa forma de tirar a cidadania italiana na Itália. Junta o útil e agradável, aproveitando para conhecer outros locais na Itália. Eu tirei a minha cidadania portuguesa aqui pelo Brasil mesmo, sabe se é possível tirar lá em Portugal da mesma forma que vocês fizeram na Itália?

    Responder
    • Victória Farina

      Olha, tirar cidadania portuguesa é um pouco diferente e, pelo que sei, bem mais fácil que a italiana. Melhor pesquisar mais a fundo se tiver interesse porque realmente não sei como funciona.

      Responder
  5. Lulu Freitas

    Muito interessante o relato sobre quanto custa a cidadania italiana. Não é um processo nada fácil!!! Não tinha ideia de o quanto é trabalhoso.

    Responder
    • Victória Farina

      Sim, é bem trabalhoso mas o processo de cidadania italiana na Itália em si, como pode ver no post, não é tão caro.

      Responder
  6. Debora Maraston

    Acho o processo para cidadania super complexo e suas explicações foram bem úteis e explicativas. Gostei que passou valores para ter uma idéia.

    Responder
    • Victória Farina

      Que bom que curtiu nosso post para saber os valores para tirar cidadania italiana na Itália, Debora 🙂

      Responder

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *