Castelos da Europa: informações úteis e dicas

Home » Europa » Castelos da Europa: informações úteis e dicas
Atualizado em 29/06/2021
Por: Victória

Atualizado em 29/06/2021
Por: Victória

Castelos, castelos e mais castelos. A Europa é cheia deles e, em nossa viagem de mais de dois anos pelo Sudeste Asiático e Europa visitamos diversos castelos, principalmente no continente europeu. Neste post vamos dar informações úteis sobre valores, horários de abertura, dicas e nossa opinião super sincera sobre cada um dos castelos da Europa que visitamos.

Castelos da Europa:

Castelo de Trakai (Trakai Castle)

Pais: Lituânia
Cidade: Trakai
Como chegar: pegamos um ônibus saindo de Vilnius (capital do país) por 2 euros por pessoa que demorou cerca de 40 minutos até a rodoviária de Trakai. De lá você pode andar até o castelo, pegar outro ônibus local ou um trenzinho turístico.
Outras opções: você pode alugar um carro e ir por conta própria ou também pode ir de trem, mas a estação de trem é mais longe que a rodoviária e você perderá mais tempo para chegar no castelo. Você também pode contratar um tour saindo de Vilnius.

Castelo de Trakai na Lituânia, um dos castelos mais lindos da Europa

Castelo de Trakai. Foto de: Bruno Miguel/@naproadavida

Castelos da Europa:

Castelo Trakai (Trakai Castle)

Horários de abertura: Em Março, Abril e Outubro o museu abre de terça-feira a domingo das 10:00 ás 18:00. De Maio a Setembro o horário de abertura é de segunda a domingo das 10:00 ás 19:00 e de Novembro a Fevereiro o museu abre de terça-feira a domingo das 09:00 ás 17:00. Para mais informações visite o website.

Valores: é de graça para visitar os arredores do castelo e você pode nadar no lago, fazer lanchinho e aproveitar a paisagem. Se quer entrar no castelo existe um museu lá dentro e custa 8 euros para adultos e 4 euros para crianças e idosos. Para tirar fotos dentro do museu do castelo você deve pagar mais 1,50 euros. Nós não entramos e preferimos aproveitar o exterior do castelo que nos pareceu muito mais atraente. Para mais informações visite o website.

Dicas: Reserve um dia inteiro da sua visita em Vilnius para Trakai. O deslocamento leva cerca de uma hora e, pode acreditar, você não vai querer ir embora de lá tão cedo. Você também pode fazer o passeio por meio dia mas poderá se arrepender ou querer ficar por lá mesmo tendo outros planos para o dia.

Nossa opinião: o castelo mais lindo que visitamos até então já que a paisagem dos arredores é incrivelmente maravilhosa. Super master vale a pena a visita.

Castelos da Europa:

Castelo de Nesvizh (Nesvizh Castle)

País: Bielorrússia
Cidade: Nesvizh (cerca de 110 km de Minsk, a capital do país)
Como chegar: nós pegamos um ônibus na rodoviária de Minsk que custou 9 BYR por pessoa e demorou aproximadamente 2h00
Outras opções: você também pode alugar um carro e ir por conta própria ou também pode contratar um tour saindo de Minsk.

Castelo de Nesvizh, na Bielorússia.

Castelo de Nesvizh, na Bielorússia. Foto de: Bruno Miguel/@naproadavida

Castelos da Europa:

Castelo Nesvizh (Nesvizh Castle)

Horários de abertura: No verão (a partir de 1 de maio) o museu abre das 10:00 ás 19:00. No inverno (a partir de 1 de outubro) o horário de abertura é das 09:00 ás 18:00. Para mais informações, veja aqui.

Valores: o passeio nos arredores do castelo é gratuito mas você pode pagar 14 BYN para adultos e 7 BYN para crianças e estudantes para conhecer o seu interior que é um museu.

Dicas: nós saímos de Minsk e conhecemos Nevizh e Mir no mesmo dia usando transporte público. Super recomendamos que você se baseie em Minsk e faça esse passeio como uma day trip (seja de transporte público, carro alugado ou com um tour) ou siga caminho, como nós fizemos, já que a nossa próxima parada era Brest.

Nossa opinião: Minsk não é uma cidade tão grande e interessante, então visitar os castelos foi uma das melhores escolhas para nós. Os castelos não são incrivelmente imperdíveis mas nós recomendamos a visita se estiver de passagem ou se quiser fazer algo de diferente na Bielorrússia.

Castelos da Europa:

Castelo de Mir (Mir Castle)

País: Bielorrússia
Cidade: Mir (cerca de 100km de Minsk, a capital)

Como chegar: nós pegamos um ônibus na rodoviária de Minsk bem cedinho de manhã para Nesvizh e, depois de visitar o castelo de Neavizh, pegamos um ônibus local para Mir.

Outras opções: você também pode alugar um carro e ir por conta própria ou ir direto para Mir saindo de Minsk. Você também pode contratar um tour saindo de Minsk e visitando os dois castelos.

Castelos na Bielorrúsia (país da Europa)

Castelo de Mir, na Bielorússia

Castelos da Europa:

Castelo Mir (Mir Castle)

Horários de abertura: sem informação no site oficial do castelo

Valores: você não paga nada para entrar no complexo do castelo e até pode ir em seu centro sem custo mas, se quiser entrar no museu, deve pagar 12 BYN para adultos e 6 BYN para crianças e estudantes durante a semana e, durante o fim de semana 14 e 7 BYN.

Dicas: Se for usar transporte público, como nós, preste atenção nos horários dos ônibus entre uma cidade e outra já que, no dia que visitamos, havia somente um horário, que era aproximadamente às 13.00.

Nossa opinião: achamos o Neaviz mais bonito que o Mir já que o primeiro tem um lago e vegetação bonita em volta. O Mir é no meio da cidade e nos pareceu bem pequeno. Mesmo assim, depois de fazer a visita, amamos passar a noite num hotel bem em frente ao Castelo (Usadba Zamkovoe Predmestie Hotel)

Ah, quase esqueci de falar! Você também pode se hospedar DENTRO DO CASTELO! Veja valores aqui!

Para ver mais detalhes sobre nossos dias na Bielorrússia e na Europa em geral veja nossos stories do Instagram 🙂

Castelo do Drácula – Bran (Bran Castle)

País: Romênia
Cidade: Bran

Como chegar: fui com uma amiga que conheci que tinha alugado um carro em Bucareste. Saímos de Brasov e a viagem levou cerca de 40 minutos. A estrada é bem boa, sem muitas dificuldades ou curvas. Somente preste atenção nas diversas ruas que vai ter que entrar antes de chegar em seu destino final e também onde vai estacionar já que tivemos que pagar 10 Lei para deixar o carro por 20 minutos em frente a uma loja próxima ao castelo.

Outras opções: você também pode ir de ônibus saindo de Brasov. A viagem leva cerca de 1 hora e custa aproximadamente 2 euros (9 Lei). Se quiser economizar você também pode ir de carona já que a Romênia é um país super seguro e as pessoas estão acostumadas a dar carona (deixe claro que não quer pagar logo de início porque eles geralmente esperam alguma ajuda se você não disser nada). Se preferir, você também pode contratar um tour.

O Castelo do Drácula, chamado Bran Castle.

O Castelo do Drácula, chamado Bran Castle. Foto de: Site Oficial

Castelos da Europa:

Castelo do Drácula – Bran (Bran Castle)

Horários de abertura: De 1/Abril a 30/Setembro o castelo abre de segunda-feira das 12:00 às 18:00 e de terça a domingo das 09:00 às 18:00. De 1/Outubro a 31/Março os horários de abertura são de segunda das 12:00 às 16:00 e de terça a domingo das 09:00 às 16:00. Para mais informações de datas comemorativas clique aqui.

Valores: Adultos pagam 40 Lei, idosos (+65 anos) pagam 30 Lei, estudantes pagam 25 Lei e crianças pagam 10 Lei. Não dá para ver praticamente nada do castelo se você não pagar a entrada.

Dicas: faça uma visita combinada saindo de Brasov, passando pelo Bran Castle e seguindo para o Parque Nacional Piatra Craiului. Foi isso que fizemos e eu me apaixonei pelas maravilhosas paisagens do caminho e chegando lá.

Nossa opinião: só achamos que vale a pena a longa distância para chegar ao local se você for pagar a taxa de 40 Lei para entrar no castelo ou se combinar a visita com o Parque Nacional, como sugeri. Se não, você só vê o castelo de muito longe e não tem muito o que fazer ao seu redor (a não ser que você seja a doida do souvenir porque é só o que tem lá)

Castelo Peles (Peles Castle)

Pais: Romênia
Cidade: Sinaia

Como chegar: nós pegamos carona até lá e foi super tranquilo. Nosso host do Couchsurfing nos levou de Brasov até Busteni, onde ele tinha um compromisso e, de lá, ficamos menos de 10 minutos esperando até um romeno super gente boa nos levar até Sinaia (a uns 8km ao sul)

Outras opções: saindo de Brasov você pode ir de ônibus (35 minutos e aproximadamente 3 €/13 Lei) ou de trem (tem o rápido e o devagar. O rápido demora cerca de 40 minutos e custa cerca de 40 Lei e o devagar demora aproximadamente uma hora e paga-se cerca de 20 Lei). Você também pode contratar um tour ou alugar um carro.

No caminho para chegar no Castelo Peles!

No caminho para chegar no Castelo Peles!

Castelos da Europa:

Castelo Peles (Peles Castle)

Horários de abertura: não tem informação do primeiro tour do dia, somente do último que é as 16:15.

Valores: Custa 30 Lei por adulto, 15 lei para idosos e 7,5 lei para crianças e estudantes com carteirinha. O pagamento deve ser feito em Leis (moeda local) e não pode ser feito por cartão de crédito ou outra moeda. Se não quiser entrar no castelo pode circular pelos arredores (foi o que fizemos) e aproveitamos demais a paisagem em volta.Você também deve pagar 35 Lei por câmera e 60 Lei por câmera de vídeo (vale a pena repetir: um pouquinho super exagero, na nossa opinião)

Dicas: no mesmo complexo existem os castelos Peles e o Pelisor. Visite antes o Pelisor que é no alto da colina e depois desça para visitar o Peles, já no caminho para descer a ladeira para a cidade. Leve água e alguns lanchinhos porque os valores lá em cima são bem bem altos se comparados com os outros locais. Vá com sapatos confortáveis porque você vai subir uma ladeirinha com uma calçada de pedras bem ruim.

Nossa opinião: nós achamos que não vale a pena se hospedar em Sinaia, principalmente se você, como nós, não for pagar para entrar no castelo. Nós caminhamos até lá e visitamos os dois castelos em cerca de duas horas, num ritmo bem lento, parando toda hora para tirar fotos, comer algum lanchinho e descansar.

Também não achamos que super vale a pena sair de Brasov só para ver os castelos, ao menos que seja o único castelo da Romênia que você puder visitar em sua viagem. O que sugerimos é que você utilize Sinaia e os castelos como um ponto de parada em seu deslocamento entre cidades. Saia de Brasov, por exemplo, pare em Sinaia e siga para Bucareste, como fizemos.

Castelo Pelisor (Pelisor Castle)

Pais: Romênia
Cidade: Sinaia
Como chegar: O Castelo Peles fica a poucos metros do Pelisor.

Castelo Pelisor, na Romênia

Castelo Pelisor, na Romênia

Castelo Pelisor (Pelisor Castle)

Horários de abertura: não tem informação do primeiro tour do dia, somente do último que é as 16:15.
Valores: Custa 20 Lei por adulto, 10 Lei para idosos e 5 Lei para crianças e estudantes com carteirinha para participar do tour simples e 60, 30 e 15 Lei para o tour mais completo.

O pagamento deve ser feito em Leis (moeda local) e não pode ser feito por cartão de crédito ou outra moeda. Você também pode somente andar pelos arredores se não quiser pagar a entrada do castelo.
Você também deve pagar 35 Lei por câmera e 60 Lei por câmera de vídeo (um pouquinho super exagero, na nossa opinião)

Dicas: os romenos que conversaram com a gente falaram que o interior castelo Pelisor é mais bonito que o Peles. Se tiver que escolher um dos castelos para visitar, pesquise qual que você tem mais interesse.

Nossa opinião: Gostamos bastante de visitar os castelos principalmente pelas montanhas no caminho para chegar lá e a paisagem ao redor do Castelo. A estrutura em si não nos impressionou, mesmo sendo muito fotogênica.

Castelo de Gjirokastra (Gjirokastër Castle)

Pais: Albânia
Cidade: Gjirokastër

Como chegar: Você pode pegar um ônibus de qualquer cidade da Albânia mas tome cuidado porque eles praticamente sempre atrasam e demoram muito para chegar no destino já que as estradas ainda não estão nas melhores condições. A Albânia é um dos únicos países que super recomendamos que você alugue um carro ou, se quiser economizar como nós, que pegue carona. O transporte público é REALMENTE bem complicado. Você também pode contratar um tour.

Os castelos da Albânia na Europa são um dos nossos preferidos.

O majestoso castelo de Gjirokastër, na Albânia

Castelo de Gjirokastra (Gjirokastër Castle)

Horários de abertura: De Abril a Setembro o castelo abre das 09:00 ás 19:00 e de Outubro a Março o horário de abertura é das 09:00 ás 17:00

Valores: Para visitar os arredores do castelo e a cidade antiga você não paga nada. Se quiser entrar no castelo você deve pagar 200 Lei.

Dicas: Planeje ficar apenas algumas horas em Gjirokastra já que a cidade é bonita, porém possui poucos atrativos. Nós chegamos no final da tarde e visitamos tudo em duas/três horas (mesmo tendo que subir e descer MUITAS ladeiras para chegar em cada ponto). Depois de explorar as ruazinhas lindas de Gjirokastra e os arredores do castelo a gente se hospedou numa guesthouse com vista para o castelo e super bonitinha.

Passar a noite lá foi bem gostoso para nós que gostamos de sossego mas no centro da cidade não tem muita coisa além de alguns restaurantes, mercadinhos, hostels e guesthouses que fecham bem cedo.

Nossa opinião: Vale a pena ir para Gjirokastra se a cidade tiver no seu caminho entre outras cidades principais da Albânia como Tirana, Saranda ou algo assim. Mudar seu roteiro somente para passar em Gjirokastra não nos parece tão vantajoso porque a cidade, mesmo sendo bem bonita em meio as montanhas, realmente não tem muitos atrativos além da arquitetura local e o castelo.

Castelo de Lekuresi (Lekuresi Castle ou Saranda castle)

País: Albânia
Cidade: Saranda
Como chegar: Se você está hospedado em Saranda ou em Ksamil, você pode ir com seu carro alugado ou também de ônibus local. Você também pode ir a pé de Saranda (são cerca de 4km do centro) mas prepare-se, porque a caminhada é super íngreme.

Vista maravilhosa do Castelo na Albânia

Vista maravilhosa do Castelo/Restaurante no Pôr do sol. Foto de: Bruno Miguel

Castelo de Lekuresi (Lekuresi Castle ou Saranda castle)

Horários de abertura: a estrutura do castelo agora abriga um restaurante e uma loja de souvenir que abrem todos os dias da semana das 10h ás 23h mas você pode andar pelos arredores do castelo quando quiser.

Valores: é de graça para circular pelos arredores do castelo livremente e, se quiser entrar no restaurante ou na loja de souvenir, peça uma bebida ou algo servido no menu ou compre um souvenir.

Dicas: Vá para ver o pôr do sol lá de cima. A vista é mágica! No dia em que nós fomos ainda tinha um navio de cruzeiro imenso no meio do mar e nos deu uma saudadinha de morar nessa cidade ambulante onde nos conhecemos. <3 Durante o dia fica um pouco cheio de gente e, dependendo de como está o sol, as fotos não vão sair boas, mas eu acho que em qualquer lugar do dia vale a visita (para ver a paisagem, não pelo castelo!).

Nossa opinião: não vá com a ideia de que vai ver um super castelo já que as ruínas do mesmo foram transformadas em restaurante. Vá pela vista que é incrivelmente maravilhosa e faz com que a viagem valha a pena.

Castelo de Buda em Budapeste (Buda Castle)

País: Hungria
Cidade: Budapeste
Como chegar: você pode ir andando, de ônibus (nº 16 ou 116, dependendo de onde estiver hospedado) ou de funicular histórico (custa HUF 1.200 somente ida e HUF 1.800 ida e volta com tempo de espera mínima de 30 minutos). Para mais informações sobre o funicular, veja aqui. Veja também de contratar um guia local para saber mais sobre a história do país.

Castelo de Buda, em Budapeste: um dos castelos da Europa mais famosos e majestosos.

Castelo de Buda, em Budapeste. Foto de: Bruno Miguel

Castelos da Europa: 

Castelo de Buda em Budapeste (Buda Castle)

Horários de abertura: o distrito do castelo fica aberto 24 horas mas, para os prédios e museus, veja mais informações no site oficial do castelo, já que cada uma das atrações tem horários de abertura e valores específicos.

Valores: para andar nos arredores e visitar o Fisherman’s Bastion não há cobrança de taxa mas, se quiser visitar algum dos museus ou igrejas, veja aqui mais informações.

Dicas: nós visitamos os arredores do castelo com o Free Walking Tour de Budapeste e, depois, continuamos nosso passeio dali. Não deixe de visitar o Fisherman’s bastion e entrar em todas as janelinhas possíveis, para ter visões diferentes de Budapeste vista de cima (que é incrivelmente maravilhosa).

Nossa opinião: mesmo visitando Budapeste em Setembro a região do castelo nos pareceu bastante cheia de turistas. Nem pensamos em visitar os interiores do castelo já com medo de multidões e também pelo valores dos ingressos. Pesquise se realmente você tem interesse em entrar ou simplesmente ande pelos arredores e curta a paisagem.

Castelo de Vajdahunyad em Budapeste (Vajdahunyad Castle)

País: Hungria
Cidade: Budapeste
Como chegar: A estação de metrô mais próxima é a Széchenyi fürdö. Você também pode ir para o castelo de ônibus ou andando, dependendo de onde está hospedado em Budapeste.

Vajdahunyad Castle, em Budapeste, um dos castelos da Europa mais lindos.

Vajdahunyad Castle, em Budapeste. Foto de: Bruno Miguel

Castelos da Europa: 

Castelo de Vajdahunyad em Budapeste (Vajdahunyad Castle)

Horários de abertura: os arredores do castelo ficam abertos ao público 24 horas mas, se quiser conhecer o museu de agricultura húngara, que fica dentro do castelo, veja aqui os horários de abertura.
Valores: para andar pelos arredores do castelo não se paga nenhuma entrada e para visitar o museu o valor da entrada é de HUF 1.600 para adultos e HUF 800 para idosos e estudantes.

Dicas: fique mais tempo andando em volta do castelo do que em seus arredores. Tente ir num dia ensolarado ou quando está nevando (vi fotos e me pareceu mais maravilhoso).

Nossa opinião: um dos castelos mais lindos e fotogênicos que visitamos. O parque em volta é super charmoso (mesmo no tempo nublado que visitamos) e, cada vez que você muda de ângulo, o castelo fica mais maravilhoso. A parte de dentro do castelo não é nada demais mas vale super a visita pelo parque para ver o castelo.

Castelo de Praga (Prague Castle)

País: República Tcheca
Cidade: Praga
Como chegar: Se você está hospedado em Praga pode utilizar o transporte público (tram número 22 ou metro nas estações Malostranská ou Hradčansk) ou andar, como nós fizemos. Para mais informações, veja aqui no site oficial (em inglês).

Castelo de Praga ao fundo

Castelo de Praga ao fundo. Foto de: Bruno Miguel

Castelo de Praga (Prague Castle)

Horários de abertura: No verão, de 1 de Abril a 31 de Outubro, o complexo do castelo fica aberto das 06h ás 22h. Os prédios históricos abrem das 09h ás 17h. De 1/Novembro a 31/Março (inverno) os horários são reduzidos para os prédios históricos, que fecham às 16h.

Dicas: Durante o dia, mesmo tendo muitas pessoas, a vista para a cidade de Praga é linda. Nós fomos ao final da tarde e as fotos estavam contra o sol e a visão não tão linda. Faça a visita como primeira coisa pela manhã para aproveitar o período com “menos pessoas”.

Nossa opinião: O castelo de Praga é conhecido por ser o maior do mundo, então, se tivesse escolher, provavelmente entraria nele ao invés dos outros que visitamos. Como ficamos somente três dias e meio em Praga não quisemos “perder tempo” lá dentro em vez de explorar a cidade. A vista panorâmica do castelo para a cidade é linda e, quando a gente foi, ainda tinham músicos cantando música popular da República Tcheca. Nós gostamos da experiência mas a maior dica é: visite o castelo por dentro, aproveite a paisagem panorâmica mas não espere muito de seus arredores.

Castelos da Europa: 

Castelo de Gruyère (Chateau de Gruyère)

País: Suíça
Cidade: Gruyère
Como chegar: você pode chegar com seu carro alugado ou de trem e ônibus. Veja mais informações aqui.

Castelo de Gruyères, na Suíça, Europa.

Castelo de Gruyères, na Suíça. Foto de: Bruno MIguel

  • A paisagem em volta do Castelo de Gruyère nos surpreendeu bastante e ficamos imaginando como seria incrível se hospedar em um dos hotéis dentro do castelo, que sonho! Veja as opções aqui e realize esse desejo por nós haha.

Castelo de Gruyère (Chateau de Gruyère)

Horários de abertura: das 09h ás 18h de abril a outubro (verão) e das 10h ás 17h de novembro a março (inverno).
Valores: o castelo na verdade é uma cidade medieval super legal de visitar. Andamos por suas ruas, comemos gaufre e admiramos a paisagem. Lá dentro também tem restaurantes, hotéis e lojas de souvenir. Para visitar o interior do castelo você paga CHF 12.

Dicas: não deixe de experimentar a gaufre de chocolate ao leite da pequena fábrica chamada Chocolaterie de Gruyéres Sárl que é incrivelmente deliciosa e, já que você foi até Gruyéres, não deixe de visitar o lago de mesmo nome e dê uma passadinha em Charmey, que foi o lugar mais lindo do Sul da Suíça, na minha opinião. (veja mais imagens em nossos stories do Instagram!)

Nossa opinião: a paisagem para chegar no castelo é alucinante de tão linda. Demoramos uma hora a mais só porque parávamos a cada curva para apreciar a vista, curtir e tirar fotos maravilhosas. Super recomendamos que vá visitar o castelo e passe por Charmey, com certeza você não vai se arrepender.

Castelos da Europa: 

Castelo de Ouchy (Chateau D’Ouchy)

País: Suíça
Cidade: Lausanne
Como chegar: você pode alugar um carro e dirigir até o castelo ou usar trem e metrô como transporte público.

Castelo de Ouchy, na Suíça, Europa.

Castelo de Ouchy, na Suíça. Foto de: Bruno Miguel

Horários de abertura: o castelo de Ouchy agora é um hotel quatro estrelas, então ele é aberto 24 horas para os hóspedes.
Valores: Veja aqui os valores para se hospedar no Castelo de Ouchy. Se quiser somente visitar, passeie em seus arredores e não deixe de caminhar pela beira do lago e esplanada observando o castelo de diversos ângulos.

Dicas: voltando de nossa caminhada em Rochers de Naye passamos pelo Castelo de Ouchy a noite e ficamos apaixonados. Por isso mesmo, no dia seguinte, fizemos questão de andar pela beira do lago e curtir a paz e vista maravilhosa que o castelo traz. Combine sua visita aos arredores do castelo de Ouchy com uma passadinha no centro de Lausanne já que ambos são bem próximos. Se estiver de carro passe o castelo no sentido de Montroux e, com o lago a sua direita, estacione o carro no final da avenida, bem antes de fazer a curva e sair da área do lago. Lá o estacionamento é gratuito.

Nossa opinião: Adoramos fazer uma parada, tomar um lanchinho e caminhar um pouco pela beira do lago vendo o castelo. Não é a paisagem mais linda da Suíça mas, se tiver de passagem, por que não? Se o seu budget permitir acho super válido se hospedar no castelo, ai sim ia ser incrível a experiência.

Castelos da Europa: 

Palácio de Verseilles (Chateau Verseilles)

País: França
Cidade: Verseilles (mas você pode fazer day trip de Paris)

Como chegar: dependendo de onde você está hospedado em Paris, pegue um trem com destino a Verseilles Château (Rive Gauche), Verseilles Chantiers ou Verseilles Rive Droite e caminhe cerca de 20 minutos até o palácio. O trajeto de trem demora cerca de 1h30. Você também pode alugar um carro ou contratar um tour para visitar o palácio e os jardins de Verseilles saindo de Paris.

Palácio de Verseilles, perto de Paris.

Palácio de Verseilles, perto de Paris. Foto de: Bruno Miguel

Horários de abertura: O palácio abre todos os dias das 09h ás 18h30, exceto segunda-feira. O jardim abre das 08h ás 20h30. Veja os horários específicos de abertura para o inverno e para o parque e galerias do palácio aqui.

Valores: para visitar o Jardim de Verseilles a entrada é gratuita. Para ter acesso a todos os cômodos do palácio (interior e galerias) o valor é 20 euros. Para entrar somente no palácio cobra-se uma taxa de 18 euros. Veja o detalhamento dos valores aqui.

Dicas: tente visitar os jardins de Verseilles num dia ensolarado. Nós fomos quando estava nublado e nos arrependemos de não esperar um dia a mais. Se seu interesse é entrar no palácio, reserve o ingresso anteriormente pela internet porque tem uma fila imensa para comprar o ingresso e outra imensa para entrar no palácio. Com o bilhete comprado você pega somente uma fila e tem mais tempo lá dentro e curtindo os jardins.

Nossa opinião: Se você tem tempo disponível em Paris, achamos que esta day trip é a mais essencial já que o Jardim de Verseilles é um dos mais famosos do mundo e a fama é merecida. O espaço é lindo e merece uma visita de ao menos meio dia, para você andar sem rumo, descansar e tirar fotos maravilhosas.

Gostou das dicas? E como foi a sua experiência visitando o castelos da Europa? Conta pra gente aqui nos comentários! Se quiser ver mais fotos ou vídeos sobre nossa viagem pela Europa e Ásia, siga as nossas redes sociais: Instagram, Facebook, Pinterest e YouTube

Que tal compartilhar?


Indo para a Tailândia?
Conheça os melhores passeios para a sua viagem. Guias, fotógrafos e atendimento em português.

Somos Bruno & Vic, dois viajantes que se conheceram e se apaixonaram trabalhando a bordo de um navio de cruzeiros. Em 2016, saímos em uma viagem ao mundo e, desde então, levamos a nossa vida na estrada. Entre caronas, voluntariados e trabalhos online compartilhamos nossas inúmeras experiências e pouco dessa vida nômade aqui no Blog Na Proa da Vida, veja mais

Planeje sua viagem

seguro viagem

hotéis

chip de internet

trabalho voluntário

passeios & ingressos

transporte pela ásia

Veja mais sobre o mesmo assunto:

Nota: este post pode conter links de parceiros do blog Na Proa da Vida. Isso significa que ao comprar um de seus produtos você estará ajudando na manutenção do nosso blog e do conteúdo de qualidade produzido para você. Não se preocupe, você não paga nadica de nada a mais por isso e ainda nos motiva a conseguir descontos exclusivos, em diversos serviços, para os leitores do Na Proa da Vida. Saiba mais.

<a href="https://www.naproadavida.com/" target="_blank">Victória</a>
Victória
Nascida em São Paulo, estudou Lazer e Turismo (USP) e tem no DNA a palavra viagem. Ama dar dicas de viagens e contar as experiências que já viveu. Já visitou mais de 45 países e não pretende parar tão cedo.

Pode ser interessante para a sua viagem

E aí, que tal deixar um comentário? ?

16 Comentários

  1. Luciana Rodrigues

    Esse fenômeno do encastelamento durante a Idade Média é muito interessante. Aqui na Itália também estamos cheinhos cheinhos de castelos.

    Responder
  2. Alessandra Fratus

    Geente, que sonho todos esses castelos. Até no Castelo do Drácula vocês foram! Incrível. Dá pra organizar um roteiro pelos castelos da Europa com esse post, hein?! Show!

    Responder
    • Victória Farina

      Super dá! Mas aconselhamos visitar os castelos na visita do país mesmo, se não fica bastante cansativo 🙂 Mas não é uma má ideia!

      Responder
  3. Edson Amorina Junior

    Eu tenho bastante vontade de visitar o castelo do Drácula na Romênia… hahaha… mais pela fama claro, mas ele bem bonito e é um país que ainda não conheço.

    Responder
  4. Amilton

    Nossa, adorei o seu post e vou utilizá-lo na minha viagem pelo leste europeu. Espero conhecer vários desses castelos ao longo do passeio. Abs

    Responder
    • Victória Farina

      Estamos com vários posts sobre a nossa viagem de seis meses pela Europa, fica ligado 🙂

      Responder
  5. Marcia Picorallo

    Que lista grande e quantos castelos lidnos e menos conhecidos! Só conheço 2 dos que você listou, o de Budapeste e o Versailles.

    Responder
    • Victória Farina

      Tem que se organizar pra ir visitar os outros, Marcia! São apaixonantes <3

      Responder
  6. Tharsila Fernanda Santos Costa

    Que legal! Amei conhecer um pouco mais sobre os castelos na Europa! De todos já visitei o de Budapeste, de Praga e o de Versailles e são mesmo incríveis! Amei o post e já coloquei os outros na minha lista porque sou a louca dos castelos! hahaha

    Responder
    • Victória Farina

      Você também é a doida dos castelos como eu? hahahahaha amei :)) tem que ir visitar mesmo, principalmente os da Suíça!

      Responder
  7. Gabriela Torrezani

    Realmente na Europa castelo é o que não falta hehehehe desses que você elencou meus favoritos são o de Budapeste e o de Praga. Lindezas, com vistas maravilhosas!

    Responder
  8. Mariana

    Os castelos europeus são maravilhosos! Amei todos que visitei! Belo post, bem organizado e informativo. Parabéns!

    Responder

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *