Segurança na Hungria: quão seguro é viajar e morar no país

Home » Hungria » Segurança na Hungria: quão seguro é viajar e morar no país
Atualizado em Jul 27, 2021
Por: Victória

Atualizado em Jul 27, 2021
Por: Victória

Nós do Na Proa da Vida e do @passeiosemphiphi representamos a Tailândia num projeto lindo de mulheres pelo mundo chamado Brasileiras sem Fronteiras. O propósito dessa união de mulheres é o compartilhamento de experiências e disseminação da informação, feito por mulheres que moram em diferentes países mundo afora! É por esse motivo que convidamos a Marcele, do insta @perguntapramarcele, para nos contar um pouco sobre a visão dela de segurança na Hungria.

A Marcele é uma baiana de Salvador, que mora em Budapeste na Hungria e é apaixonada por este país tão exótico. Ela é uma viajante de primeira e, além de visitar muitas atrações do país, ainda dá uma passadinha em outros lugares da Europa de tempos em tempos. Daremos agora a palavra a ela:

Segurança na Hungria: como é e dicas de uma moradora.

Segurança na Hungria

Sempre me perguntam se é verdade que a Europa é muito segura.

Quando conto a minha história de mudança para Budapeste na Hungria, sempre friso que o que me fez querer sair do Brasil foi a falta de segurança e um episódio traumático que passei. Recebo muitas perguntas sobre como é aqui em relação à segurança e hoje vou falar um pouquinho sobre isso.

Saiba como é a segurança nas ruas de Budapeste na Hungria.

Nas ruas de Budapeste da Hungria. Foto de: @naproadavida.

Apesar de ainda não entender nem 50% do que passa na TV, percebo que crimes graves como sequestro, estupro e outros da mesma linha acontecem no país, mas em uma proporção infinitamente inferior ao do Brasil e de outros países, inclusive aqui da Europa.

Um exemplo é a taxa de homicídio, que é de 1,3 por 100.000 habitantes, enquanto a média na Europa é de 3,5 por 100.000 habitantes. 😳 incrível, né? Eu também acho e sou muito grata por isso.

Poder exercer de fato o meu direito de ir e vir sendo uma mulher sozinha no exterior é um dos fatores que mais me encanta na tão sonhada “vida na Europa”. Uma das minhas maiores liberdades é andar com o celular na mão fazendo vídeos sem me preocupar e andar na rua à noite, tipo 2h, tranquilamente. Você acredita? 😲

Marcele livre e feliz na Hungria!

Marcele livre e feliz na Hungria!

Agora vou mostrar pra vocês, divididos em tópicos, os risco de segurança aqui na Hungria, pegando como referência o site Travel Safe Abroad:

O país como um todo: RISCO GERAL BAIXO

A Hungria é muito segura para viajar e morar. Sua maior preocupação, quando visitar o país, deve ser os batedores de carteira e golpistas. Não é comum haver assalto à mão armada ou crimes desse tipo por aqui.

Risco ao utilizar transportes e táxis: BAIXO

O transporte e os táxis são geralmente seguros e confiáveis na Hungria. Porém, evite pegar táxis diretamente na rua pois dificilmente você vai achar um taxista que fale inglês e isso pode, além de te levar para um lugar totalmente desconhecido, fazer com que você pague mais do que deveria.

O recomendável é utilizar o Bolt, que é um app local de táxi para ter mais segurança e preço justo.

Para se deslocar nas cidades da Hungria e Europa você pode alugar um carro ou usar a nossa querida Flixbus.

Risco de golpes de taxi e transportes na Hungria: como é a segurança no país

O que precisa saber antes de viajar

Risco de batedores de carteira na Hungria: MÉDIO

Como em qualquer destino top da Europa, há carteiristas em pontos turísticos populares. Siga seu bom senso e mantenha-se vigilante o tempo todo, especialmente em transporte público e em estações lotadas. Aqui, na verdade, eles geralmente abordam perguntando se você precisa de informação. Então, fique esperto!

Riscos de desastres naturais : BAIXO

Além de ocasionais tempestades de neve durante os invernos rigorosos e inundações na região nordeste da Hungria, não há ameaças de desastres naturais no país. (Graças a Deus!).

Neve na Hungria e como é viajar sozinha pelo país

Marcele curtindo a neve na Hungria. Foto: @perguntapramarcele.

Leia também: Três dias em Praga com €50 (euros): viajando barato pela Europa

Segurança na Hungria

Risco de assalto: BAIXO

Mesmo Budapeste sendo conhecida por ser uma das cidades da Europa mais baratas para visitar e mochilar, há pouquíssimas chances de ser assaltada ou sequestrada. Mesmo assim, é aconselhável permanecer cauteloso e evitar ruas e áreas mal iluminadas e desertas.

Alguns distritos são conhecidos por serem “mais perigosos” por estarem numa região mais afastada ou mais populosa. Você pode ver no meu Instagram que aqui os caixas eletrônicos ficam soltos ou encaixados nas paredes na rua, sem fiscalização alguma e, de fato, nada acontece.

Não se preocupe também que ninguém vai atrás de você após você sacar seu suado dinheirinho.

Leia também: O que fazer em Budapeste de graça: como visitar a capital da Hungria gastando pouco

Segurança na Hungria: andar sozinha na rua sem medo.

Agora fique atento em relação a pequenos furtos, por exemplo, enquanto você dorme no trem ou ônibus ou também se mora em casas ou se hospeda em hotéis que ficam no térreo. Esses são os lugares onde, geralmente, é mais fácil de entrar.

Leia também: É seguro viajar pelo Myanmar? Nossa experiência

Risco para viajantes mulheres: BAIXO

A Hungria é muito segura para visitar se você é uma mulher viajando sozinha. Eu sempre dou conselhos aos viajantes com algumas regras gerais de precaução que você deve aplicar quando estiver viajando ou morando no país:

  • Não andar só em áreas mal iluminadas e desertas;
  • Não se encontrar em uma companhia estranha à noite;
  • Tomar cuidado com apps de namoro, pois infelizmente há aproveitadores em todos os lugares.
Segurança na Hungria: quão seguro é viajar e morar no país

@perguntapramarcele toda poderosa em Sintra, Portugal.

Segurança na Hungria

Risco de golpes: MÉDIO

Como em qualquer país, especialmente em um dos principais destinos turísticos como nos castelos e pontes, existe o risco de ser enganado.

Desconfie de pessoas tentando distraí-lo ou oferecendo ajuda, verifique seu troco duas vezes e sempre negocie todos os serviços com antecedência.

Saiba o que fazer e os principais passeios na Hungria!

Cuidado em atrações turísticas e estações lotadas!

Cuidado em atrações turísticas e estações lotadas! Foto de: @naproadavida.

Um exemplo de golpe comum aqui é colocar durex na saída das máquinas de tickets para os transportes, assim eles ficam colados lá e você dificilmente consegue retirá-lo.

Se tá planejando uma viagem ou morar fora, não deixe de baixar o Maps.me: o melhor aplicativo de mapas.

O quão seguro é viajar para a Hungria?

Risco de terrorismo: MÉDIO

Não houve ataques terroristas na história atual da Hungria, mas, à luz dos recentes ataques nesta parte da Europa, é melhor permanecer vigilante o tempo todo.

Agradecemos DEMAIS às informações que a Marcele passou e, se você tá pensando em viajar para Budapeste e as cidades vizinhas da Hungria, não deixe de dar uma olhada no Insta dela. Lá tem dicas desde como morar no país mas também de filmes, aplicativos para aprender inglês entre muitas outras informações úteis.

Ah, e se você mora na Hungria ou Europa e tem saudades de algo do Brasil, dá um alô para a Marcele que tem a loja @tastebrasilstore. E, se quiser saber sobre outros países do mundo, siga a gente no Insta das @brasileirassemfronteiras.

Veja também:

E aí, gostou de saber que Budapeste na Hungria é segura? E como foi a sua experiência viajando no país? Conta pra gente aqui nos comentários! Se quiser ver mais fotos ou vídeos sobre a Hungria e outros países da Europa, siga as nossas redes sociais: Instagram, Facebook, Pinterest e YouTube.

Que tal compartilhar?

Indo para a Tailândia?

Conheça os melhores passeios para a sua viagem. Guias, fotógrafos e atendimento em português.

Somos Bruno & Vic, dois viajantes que se conheceram e se apaixonaram trabalhando a bordo de um navio de cruzeiros. Em 2016, saímos em uma viagem ao mundo e, desde então, levamos a nossa vida na estrada. Entre caronas, voluntariados e trabalhos online compartilhamos nossas inúmeras experiências e pouco dessa vida nômade aqui no Blog Na Proa da Vida, veja mais

Planeje sua viagem

seguro viagem

hotéis

chip de internet

trabalho voluntário

passeios & ingressos

transporte pela ásia

Veja mais sobre o mesmo assunto:

Nota: este post pode conter links de parceiros do blog Na Proa da Vida. Isso significa que ao comprar um de seus produtos você estará ajudando na manutenção do nosso blog e do conteúdo de qualidade produzido para você. Não se preocupe, você não paga nadica de nada a mais por isso e ainda nos motiva a conseguir descontos exclusivos, em diversos serviços, para os leitores do Na Proa da Vida. Saiba mais.

<a href="https://www.naproadavida.com/" target="_blank">Victória</a>
Victória
Nascida em São Paulo, estudou Lazer e Turismo (USP) e tem no DNA a palavra viagem. Ama dar dicas de viagens e contar as experiências que já viveu. Já visitou mais de 45 países e não pretende parar tão cedo.

Pode ser interessante para a sua viagem

E aí, que tal deixar um comentário? ?

0 Comments

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *