Winnipeg no verão: aproveitando parques, rios, trilhas e até praias

Home » Canadá » Winnipeg no verão: aproveitando parques, rios, trilhas e até praias
Atualizado em 29/06/2021
Por: Bruno

Atualizado em 29/06/2021
Por: Bruno

Winnipeg é a capital da província de Manitoba, na região central do Canadá. É conhecida por ser uma das cidades mais frias do mundo, mas também é muito linda durante o verão, com os diversos rios que cortam a cidade e seus parques com muito verde.

Winnipeg não está no roteiro turístico do Canadá, pois é uma cidade com uma cara mais comercial e grande parte das pessoas que chegam aqui estão a trabalho ou vem para morar. A província de Manitoba também não é a que recebe o maior número de turistas, já que é uma das regiões mais planas do país, ou seja, uma paisagem bem diferente de todas aquelas fotos que a gente vê sobre o Canadá, com diversas montanhas rochosas e lagos incríveis, como nas províncias de Alberta e British Columbia.

Região central de Winnipeg, também conhecida como Exchange District. | Foto: Bruno/@naproadavida

Região central de Winnipeg, também conhecida como Exchange District. | Foto: Bruno/@naproadavida

Mas mesmo que Manitoba não seja a região dos altos e baixos mais bonitos e Winnipeg não seja a cidade mais visitada, é possível encontrar coisas legais para fazer e lugares para visitar, independente da época. Nós vivemos em Winnipeg por alguns meses e tivemos a sorte de contar com amigos que moram na cidade e nos levaram para visitar algumas atrações e cantinhos bem especiais de Winterpeg, como dizem os canadenses, por conta do frio que faz aqui.

Abaixo você encontra diversas coisas para fazer em Winnipeg e outras várias dicas. Grande parte dessas coisas funcionam no inverno ou no verão, porém, com propósitos diferentes e com experiências bem diferentes também, por isso vale lembrar que a sua experiência pode mudar dependendo da época em que visita Winnipeg. As dicas deste post focam principalmente no verão mas, se você estiver na cidade numa durante o inverno, pode conferir as nossas dicas para a época mais fria do ano.

Mapa de Winnipeg

Abaixo está um mapa de Winnipeg que montamos com várias atrações e localizações dos lugares citados abaixo, além de dicas de hotéis e restaurantes:

O que fazer em Winnipeg no verão

The Forks

Sim, o The Forks vai aparecer em todas as listas sobre o que fazer em Winnipeg, simplesmente porque não tem como ficar de fora! Hahaha. É um dos parques mais legais da cidade e fica bem na região central de Winnipeg, ou seja, é um prato cheio para quem mora ou se hospeda por ali, além de ter diversas atividades e entretenimento o ano todo para os visitantes.

O The Forks é um ponto de encontro famoso e também histórico de Winnipeg e tem sido assim há mais de 6.000 anos, desde os povos aborígenes até a chegada dos europeus, quando tudo girava em torno do comércio nesta região. O parque fica na junção dos rios Assiniboine e Red River e acredita-se que este é um dos motivos para o nome deste parque.

Winnipeg no verão: aproveitando parques, rios, trilhas e até praias

No The Forks Market é possível encontrar diversos tipos de restaurantes, cafés e lojas de artesanato e souvenirs. Durante o verão de Winnipeg, é possível curtir lindos entardeceres, festivais de música, praticar esportes, aprender muito nos museus, andar de skate na maior pista urbana do Canadá, correr ou andar de bicicleta nas diversas trilhas criadas em volta de todo o parque. É aqui também onde acontecem as celebrações de Ano Novo em Winnipeg. Para saber o que está acontecendo no The Forks enquanto você estiver na cidade, acesse o site.

FortWhyte Alive

O FortWhyte foi um dos lugares que mais gostamos de visitar em Winnipeg. O parque conta com florestas, lagos e diversas trilhas que permitem explorar mais a área, que também conta com alguns animais como o Bisão, veados e outros animais selvagens. Nós vimos somente os bisões, mas achamos ruim o fato de eles estarem “presos” numa área cercada, o que a torna numa espécie de zoológico.

Kayak no lago do FortWhyte Alive. | Foto: Tourism Winnipeg

Kayak no lago do FortWhyte Alive. | Foto: Tourism Winnipeg

Aqui é possível fazer caminhadas, observar diferentes aves e curtir os lagos cheios de patos e gansos. Eles possuem passeios guiados e existe uma taxa de entrada no parque, veja os valores atualizados no site.

Pensando em viajar por um longo período e fazer trabalhos voluntários? Acesse o site da Worldpackers e tenha US$10 de desconto na sua próxima experiência no exterior.

Visitar os parques de Winnipeg

Assiniboine Park

Um pouco mais distante do centro de Winnipeg, o Assiniboine Park é uma ótima opção para quem quer curtir um lugar com um ambiente mais tranquilo, bem família e até mesmo fazer um piquenique ou churrasco.

Gramado do Assiniboine Park, onde acontecem diversos eventos no verão.

Gramado do Assiniboine Park, onde acontecem diversos eventos no verão. | Foto: Victória/@naproadavida

Diversas opções de entretimento acontecem durante todo o ano, além de ser ótimo para a prática de esportes e caminhada nas trilhas.

Saint Vital Park

Outro parque sensacional para visitar em Winnipeg, o St. Vital Park fica às margens do Red River, também um pouco longe de Downtown, mas que vale a pena a visita.

Lago de Saint Vital Park e muitos, muitos gansos canadenses que tomam conta da cidade ao fim do inverno.

Lago de Saint Vital Park e muitos, muitos gansos canadenses que tomam conta da cidade ao fim do inverno. | Foto: Tourism Winnipeg

Um lago com duas ilhas dentro e centenas de patos formam a paisagem deste parque que é muito gostoso para os fins de tardes quentes de Winnipeg. O hotel Best Western Pembina Inn & Suites fica bem próximo do St. Vital Park.

Whittier Park

Localizado na região de Saint Boniface, o Whittier Park não é um parque que chama tanta atenção como os outros mas, no passado, foi palco para diversas corridas de cavalos e teve um importante papel no desenvolvimento da região, que vivia do comércio de peles de animais.
Vista de uma das torres do Fort Gibraltar, em Saint Boniface.

Vista de uma das torres do Fort Gibraltar, em Saint Boniface. | Foto: Bruno/@naproadavida

Neste parque está localizado o Fort Gibraltar e é aqui que acontece o famoso Festival du Voyageur, um dos festivais mais famosos de Winnipeg (falamos sobre o festival nas dicas de inverno em Winnipeg).

Kildonan Park

O Kildonan é um parque um pouco menos visitado que os dois primeiros, mas não menos interessante. Aqui estão algumas das maiores e mais antigas árvores de Manitoba.
Área com bastante natureza do Kildonan Park.

Área com bastante natureza do Kildonan Park. | Foto: Tourism Winnipeg

É também onde está o Rainbow Stage, um dos mais antigos teatros a céu aberto do Canadá. E assim como nos outros parques, diversas opções de entretenimento estão disponíveis o ano todo.

A Maze in Corn

Você já esteve em um labirinto antes? Já imaginou então estar em um labirinto feito numa plantação de milho? Para mim, parece até cenas de filme de terror.

Pois bem, tirando a parte do terror, essa é a ideia do A Maze in Corn, te deixar perdidinho no meio da plantação de milho. É uma ótima atividade para aproveitar nos dias em que o clima está bom e, além do labirinto, também é possível fazer tirolesa entre as sete torres do milharal.

Se perdendo entre os corredores de milho do A Maze in Corn. | Foto: divulgação

Se perdendo entre os corredores de milho do A Maze in Corn. | Foto: divulgação

O labirinto de milho abre somente de Agosto a Outubro, pois quando o frio chega forte, o milho dá lugar ao gelo e eles constroem um labirinto de gelo e neve, chamado de Snow Maze, que você confere mais abaixo. Confira o site para mais informações.

Birds Hill Provincial Park

Um parque que fica a cerca de 25km do centro de Winnipeg e que é uma das atrações nos verões de Manitoba. No Birds Hill é possível praticar diversas atividades ao ar livre e aproveitar melhor as tarde ensolaradas.

Entre as trilhas do Birds Hill Park, Winnipeg no verão.

Entre as trilhas do Birds Hill Park, Winnipeg no verão. | Foto: Bruno/@naproadavida

As principais coisas para fazer por lá são: caminhar pelas trilhas da região (são mais de 30km em trilha), andar de bicicleta e patins em pistas específicas para isto, acampar, fazer piquenique e curtir a praia do pequeno Birds Hill Lake, caso já tenha água no seu período de viagem. A região é também onde acontece o Winnipeg Folk Festival, durante os meses de julho.

Caminhar pela cidade e parques

Caminhar por Winnipeg no verão é uma atividade muito gostosa, principalmente se você vai beirando os rios e curtindo os pequenos parques e os animais no caminho. Existem lugares para comprar algumas besteirinhas para comer, mas você também pode levar uns sanduíches ou salgadinhos na mochila e parar onde curtir o ambiente. Atenção aos animais ao redor, não os alimente.

Atenção: é proibido o uso de bebidas alcoólicas nas ruas ou lugares públicos de Winnipeg. Evite levar multas ou ter problemas maiores com a polícia ou moradores.

Bike nas ruas e parques de Winnipeg

Winnipeg é uma cidade bem planejada e o bem estar é algo que eles prezam bastante. Por isso, andar de bicicleta em Winnipeg é uma ótima atividade.

De bike em Winnipeg. Foto: Divulgação/The Forks

De bike em Winnipeg. | Foto: Divulgação/The Forks

O verão é uma época maravilhosa na cidade e muitas pessoas fazem diversas atividades ao ar livre. E as bikes são um ótimo meio de transporte para explorar a região central e visitar os parques e atrações mais distantes da região central de Winnipeg.

City Tours em Winnipeg

Winnipeg, como eu disse anteriormente, não é o lugar mais turístico do Canadá mas, ainda assim, é possível conhecer lugares bem interessantes na cidade. E para isso, você pode contratar passeios que te levam para conhecer pontos importantes da cidade, como o Trolley Tour (passeio de bonde) de 2 horas ou para um lugar em específico, como é o caso do tour das cervejarias de Winnipeg com degustação e o tour noturno que passa por lugares mal assombrados da cidade.

Se você vai visitar outras partes do Canadá, veja os tours disponíveis:

Manitoba Legislative Grounds (Legislativo de Manitoba)

Os canadenses adoram dizer que ali está o primeiro cidadão de Manitoba, o Golden Boy, uma estátua dourada no topo do edifício. Aqui é possível aprender um pouco mais sobre a história da província e até mesmo fazer um tour guiado dependendo da época.

O edifício do Legislativo de Manitoba, em Winnipeg.

O edifício do Legislativo de Manitoba, em Winnipeg. | Foto: Tourism Winnipeg

O prédio em si fica aberto das 8h às 20h. Para quem não quer entrar no edifício, a parte de fora é muito bonita e tem uma área verde legal para relaxar.

Visitar o bairro de St. Boniface

Saint Boniface é a região francesa de Winnipeg, é uma área majoritariamente residencial, mas um lugar bem legal para quem quer explorar mais da cidade e também conhecer mais de sua história.

A St. Boniface Cathedral-Basilica nas tardes de verão em Winnipeg.

A St. Boniface Cathedral-Basilica nas tardes de verão em Winnipeg. | Foto: Victória/@naproadavida

Ali está a Universidade de Saint Boniface com um domo prateado que chama a atenção e a St. Boniface Cathedral-Basilica, uma igreja construída no século passado e destruída por um incêndio em 1968. A região é ótima para quem também gosta dos cafés e restaurantes no estilo francês.

Trilhas em Winnipeg

Como mencionei por aqui, Winnipeg é uma cidade bem verde e com muita natureza para ser explorada e, por isso, é possível encontrar diversas trilhas para fazer uma boa caminhada, seja no verão ou no inverno. As trilhas são uma boa oportunidade para estar em mais contato com a natureza e os animais e o melhor, elas são relativamente perto da região central.

Os rostos nas árvores da trilha Boet-des-spirits. Winnipeg

Os rostos nas árvores da trilha Bois-des-Espirit. | Foto: Bruno/@naproadavida

Nós fizemos a trilha Bois-des-Esprit com nossos amigos ao final do inverno e gostamos bastante, pois já não estava mais tão frio, avistamos alguns veados e pássaros durante a caminhada e nos divertimos ao longa da trilha encontrando os rostos e animais esculpidos nos troncos das árvores.

O site da Winnipeg Trails Association possui informações e mapas de mais de 30 trilhas que existem ao redor de Winnipeg, vale a pena conferir e sair para explorar a região.

Thermea by Nordik Spa-Nature

Embora os canadenses recomendem essa experiência para quem visita Winnipeg no inverno, é possível curtir as facilidades do Thermea durante todo o ano. Este lugar se trata de um Spa natural especializado em termo-terapia e a ideia é que as pessoas relaxem nas piscinas, saunas e salas de esfoliação e relaxamento, num ambiente envolto por muita natureza.

Área de piscinas e spa do Thermea by Nordik Spa-Nature.

Área de piscinas e spa do Thermea by Nordik Spa-Nature. | Foto: divulgação

O Thermea abre durante todo o ano, mas o legal de visitar durante o inverno é a sensação de estar em uma piscina aquecida ao ar livre, em uma temperatura de -30º C ou até mesmo nevando. Confira o site para valores e informações.

Lagos de Manitoba

A região de Manitoba possui alguns lagos que valem a pena a visita e merecem a caminhada em suas diversas trilhas ou remadas nas águas gélidas do Canadá. Abaixo estão alguns dos lagos mais legais da região:

Com amigos brasileiros na trilha do West Hawk Lake.

Com amigos brasileiros na trilha do West Hawk Lake.

Falcon Lake (West Hawk Lake e Hunt Lake)

Muitos dos lagos mais bonitos de Manitoba estão nesta região, que faz divisa com a província de Ontario. O Falcon Lake fica ao final da famosa Trans-Canada Highway na parte de Manitoba e ali estão o Hunt Lake, que é um lago bem pequeno, mas com uma paisagem linda e uma trilha com vistas de tirar o fôlego, levando até o West Hawk Lake, que é bem maior e com trilhas que vão passando por outros lagos menores e cachoeiras.

Lago congelado e uma super cabana às margens do lago West Hawk Lake.

Lago congelado e uma super cabana às margens do lago West Hawk Lake. | Foto: Bruno/@naproadavida

Visitamos estes lagos no início de maio e ainda haviam partes bem congeladas dos lagos, o que deu um outro toque para aquela paisagem.

Caddy Lake

O Caddy Lake é um dos nossos queridinhos e onde vivemos uma cena inesquecível: foi o primeiro lugar em que vimos um urso livre em nossas vidas. Este lago fica na mesma região dos anteriores, a apenas alguns quilômetros adiante numa estrada menor.

Remando para passar em um dos túneis de Caddy Lake.

Remando para passar em um dos túneis de Caddy Lake. | Foto: Bruno/@naproadavida

Aqui, a grande atividade é alugar uma canoa ou kayak e sair para explorar o lago, suas ilhas e os túneis, atravessando-os a remadas leves e controladas. O Caddy Lake é um lugar onde os canadenses aproveitam o verão para acampar e ficar próximos da natureza, sem estar muito longe da civilização.

Nós aproveitamos um feriado de maio para conhecer o lago e, enquanto remávamos a caminho do segundo túnel, avistamos um urso-negro comendo às margens do lago. Nós sabíamos da possibilidade de ver ursos na região, principalmente porque esta é a época em que eles estão acordando após um loooongo inverno, mas jamais pensamos que seria possível ver um por ali, foi incrível!

O pontinho preto no meio dessa natureza linda do Canadá. urso-negro

O pontinho preto no meio dessa natureza linda do Canadá. | Foto: Victória/@naproadavida

O resto do dia, aproveitamos para fazer churrasco em uma das clareiras e pedras às margens do lago, enquanto avistávamos o urso caminhando tranquilamente.

Lake Winnipeg 

Este é o maior lago de Manitoba e um dos mais visitados da província. Por ser extremamente acessível e contar com estruturas para turismo e diversos vilarejos ao redor, é possível visitar o que eles chamam de Winnipeg Beach, a praia dos canadenses por aqui.

Praia de Winnipeg ainda com gelo no lago.

Praia de Winnipeg ainda com gelo no lago. | Foto: Victória/@naproadavida

Existem diversas praias ao redor do lago, muitas com areia e o horizonte “vazio” como se fosse realmente um mar. A região de Hecla possui diferentes parques e lugares para aproveitar ainda mais a natureza e quanto mais ao norte, menos estrutura e pessoas você verá.

Outros lagos para visitar

Como disse acima, a província é cheia de lagos e que vão desde a fronteira com os Estados Unidos até Churchill, onde estão os ursos polares. Outros lagos que valem a pena incluir no roteiro de viagem para Winnipeg são: Lake Manitoba, Clearwater Lake, Little Limestone Lake, Child’s Lake e os lagos da região de Pinawa.

Ir à praia – Winnipeg Beach

É isso mesmo, para curtir uma praia em Manitoba você não precisa subir até o oceano atlântico, onde está a Hudson Bay e os ursos polares, no norte da província. Existe um lugar chamado Winnipeg Beach e outros vários vilarejos em volta do Lake Winnipeg, onde a população aproveita para curtir tudo o que tem direito em uma praia, incluindo a prática de esportes como volleyball, ciclismo, windsurfing e alguns esportes aquáticos. São também lugares ótimos para reunir amigos e família para aproveitar a estrutura e espaços para churrasco, piquenique e até acampamento.

Frisbee na Grand Beach, no Lake Winnipeg.

Frisbee na Grand Beach, no Lake Winnipeg. | Foto: Victória/@naproadavida

E para quem não gosta muito de cozinhar e fazer atividades do tipo, dependendo da região, existem restaurantes com terraços em frente à praia e que servem boa comida. A Winnipeg Beach fica a cerca de 70km do centro e é uma ótima opção para fugir um pouco do calor na cidade.

Lugares legais para visitar e curtir a praia são Grand Beach, que visitamos no fim de maio e ainda havia partes congeladas no lago, Gimli e a própria Winnipeg Beach. Um pouco mais acima está a região de Hecla, uma ilha com muita natureza e lugares bem legais para acampar.

Museus em Winnipeg

Winnipeg é uma cidade que tem uma presença artística muito forte, independente da vertente, a arte estará presente em diversos cantos dessa cidade que abriga tantas nacionalidades. Existem diversos museus na cidade que mostram e abordam diferentes temas e, entre os principais museus estão o The Pavilion, Royal Canada Mint, Winnipeg Art Gallery e Children’s Museum, ótimo para quem viaja com crianças no Canadá. E um destaque para os museus abaixo:

Canadian Museum for Human Rights

Esse museu chama a atenção de todos mesmo de longe, por conta de sua arquitetura incrível, o prédio é bem bonito mesmo. E claro, o conteúdo ali dentro é de extrema importância para o tema na busca de direitos iguais para todos, com uma variedade de histórias e causos relacionados, usando aparelhos de alta tecnologia.

Victória admirando a arquitetura do Canadian Museum for Human Rights. Winnipeg

Victória admirando a arquitetura do Canadian Museum for Human Rights. | Foto: Bruno/@naproadavida

Durante a pandemia do coronavírus (COVID-19) em 2020, a cidade de Winnipeg também fechou as portas dos museus, livrarias e qualquer lugar público, porém, a administração do museu decidiu criar um tour virtual (em inglês) para mostrar e explicar mais sobre o museu, e você pode assisti-lo abaixo:

 

Dica: a entrada no museu é gratuita todas as primeiras sextas-feiras de cada mês, das 17h às 21h. Dependendo da época, o museu pode ficar bem cheio nestes dias livres. Acesse para mais informações.

Manitoba Museum

Um dos museus mais importantes da província e nomeado com diversos prêmios pela variedade de informações e exposições. O museu de Manitoba possui algumas galerias permanentes e outras que mudam constantemente. O planetário é um dos mais tecnológicos do Canadá e oferece uma experiência bem diferentes de planetários convencionais.

E a galeria da ciência é um dos pontos altos do Manitoba Museum, com diversas experiências interativas e engraçadas. Confira o site.

Assistir a jogos de diferentes esportes

Winnipeg Jets

Esse está sem dúvidas no topo de qualquer lista sobre esportes para ver em Winnipeg. Não só porque os canadenses são loucos por ice hockey, mas porque os winnipegers são malucos pelo Winnipeg Jets, o time de hockey que representa a cidade na NHL (National Hockey League), a liga hockey norte-americana, que conta com diversos times de Estados Unidos e Canadá.

Os Jets normalmente têm muitos jogos durante uma temporada e cerca de 40 jogos acontecem no Bell MTS Place, o estádio do time em Winnipeg.

Arquibancadas lotadas durante o jogo de Winnipeg Jets.

Arquibancadas lotadas durante o jogo de Winnipeg Jets. | Foto: Bruno/@naproadavida

Apesar de não ser o esporte mais barato de se ver, vale a pena ir a um jogo e se juntar aos mais de 16 mil torcedores, que estão sempre cantando “Go Jets Go“.

Nós curtimos bastante a experiência nos jogos em que pudemos assistir. A temporada vai de outubro a abril/junho. Mesmo que não seja bem no verão em si, é uma experiência legal ir a um jogo caso esteja na cidade.

Manitoba Moose

O Moose é um outro time de ice hockey e eles fazem parte do Jets também. É difícil explicar, mas é como se eles fossem a categoria de base do Winnipeg Jets e alguns jogadores tem a chance de serem escolhidos para jogar no time principal.

O legal de ver o Moose é que os bilhetes para estes jogos geralmente custam menos que os do Jets e você pode ter a experiência de assistir a um jogo de hockey.

Hino nacional antes do jogo do Manitoba Moose.

Hino nacional antes do jogo do Manitoba Moose. | Foto: Victória/@naproadavida

É também um lugar mais família pois MUUUUITOS pais levam as crianças para ver o jogo do Moose. Assim você percebe como têm crianças nessa cidade hahaha. A temporada vai de Outubro a Abril, também um pouco fora do verão.

Winnipeg Blue Bombers

Os canadenses também tem uma versão do football (futebol americano) e o Winnipeg Blue Bombers é o time local que leva milhares de fãs ao IG Field, o estádio do time azul.

Partidas do Blue Bombers durante o verão e outono canadense.

Partida do Blue Bombers durante o verão e outono canadense. | Foto: divulgação

A Grey Cup é um dos campeonatos mais importantes em que o time participa. A temporada do Canadian Football League vai de Junho a Novembro e você pode adquirir os ingressos para ver um jogo neste site.

Valour Football Club (futebol)

Apesar de (ainda) não ser um esporte extremamente popular no Canadá e Estados Unidos, o futebol (aqui chamado de soccer) também está presente em Winnipeg e o Valour FC é o clube local.

Fundado em 2017, o Valour atrai aos poucos, amantes do futebol e vê sua torcida crescer ano a ano, na expectativa de ver o time atuando na Canadian Premier League.

Winnipeg GoldEyes

O Baseball é outro esporte que está bem presente nos países da América do Norte e deve existir pelo menos um campo para praticar e assistir a jogos do esporte nas principais cidades do Canadá. Em Manitoba, o Winnipeg Goldeyes é o time que leva os espectadores ao Shaw Park nas tarde de verão.

É uma boa oportunidade para assistir a uma partida e o melhor, aproveitar a boa comida, opções de cerveja e brincadeiras de entretenimento que os canadenses sempre fazem durante os jogos. A temporada vai de Maio a Setembro e você pode garantir os seus tickets neste site.

Que tal garantir o seu chip com internet antes de sair do Brasil?

A EasySim4U oferece diversos pacotes com internet ilimitada, além de pacotes de voz que você pode usar em mais de 190 países e o melhor, atendimento em português e entrega em todo o Brasil. Confira o melhor pacote para você. Use o cupom NAPROADAVIDA10 e receba 10% de desconto na compra do chip.

Festivais em Winnipeg

A cidade de Winnipeg é um lugar que respira arte e cultura e, seja nas épocas quentes ou bem frias, sempre terá algo acontecendo na cidade. Entre muitas coisas para fazer em Winnipeg, estão os festivais, que juntam pessoas de diversas partes de Manitoba e províncias vizinhas.

Existem diferentes websites onde você pode acompanhar os próximos eventos em Winnipeg, então é bom sempre procurar pelo que está acontecendo no momento.

Veja abaixo os principais festivais que acontecem em Winnipeg todo ano:

Folklorama

Um festival onde a ideia é celebrar o multiculturalismo de Winnipeg e Manitoba. São mais de 40 pavilhões culturais espalhados pela cidade, levando o melhor da dança, culinária, arte, histórias, línguas e música de cada país e região. O festival geralmente acontece no mês de agosto, acesse o site oficial para informações sobre eventos e horários.

Apresentações durante o festival Folklorama. | Foto: divulgação

Apresentações durante o festival Folklorama. | Foto: divulgação

Winnipeg Folk Festival

O Folk Festival de Winnipeg é um dos mais conhecidos e mais diversos quando o assunto é folk music. Aqui se reúnem vários artistas conhecidos na América do Norte e todo o mundo. É outro evento com um ambiente bem família com áreas para relaxar, acampar e também para saborear uma ótima comida local e orgânica. Os parques de Winnipeg recebem este festival da melhor forma com um clima sensacional, como são os verões de Peg.

TD Winnipeg International Jazz Festival.

Festivais de Jazz sempre são legais no mundo todo, pelo menos para nós. É sempre uma boa ver shows de bandas menos conhecidas e descobrir músicas novas. Em Peg, o festival de Jazz acontece por diversos dias durante o mês de junho e trás os melhores artistas locais e internacionais.

Shows do TD Winnipeg International Jazz Festival no The Cube, região central da cidade.

Shows do TD Winnipeg International Jazz Festival no The Cube, região central da cidade. | Foto: divulgação

Mais de 40 mil pessoas curtem o melhor da música nos palcos do Exchange District, ouvindo sons de músicos como Ben Harper, Jill Barber e outros grandes nomes. Grande parte dos palcos tem acesso livre e os shows de artistas mais conhecidos requerem a compra de um bilhete, veja o site para mais informações.

Outros festivais em Winnipeg

Além dos festivais acima, outros também importantes são o Winnipeg Fringe Theatre Festival, Soca Reggae Festival, MEME (Manitoba Electronic Music Exhibition), Insterstellar Rodeo, Winnipeg BBQ and Blues Festival e claro, durante o inverno, um festival que atrai muita gente é o Festival du Voyageur, o qual falamos mais sobre no post de Winnipeg no inverno.

Street Arts em Downtown Winnipeg

Eu já disse aqui que Winnipeg respira arte? Então, é claro que eles também possuem diversas pinturas e artes de rua em suas paredes de edifícios antigos e abandonados. Os street art de Winnipeg são uma forma criativa de expressar também diversos momentos e situações sociais em que o país vive.

O Wall-to-Wall Mural & Culture Festival acontece todos os anos no mês de Setembro e é um dos eventos que ajuda a divulgar o graffiti e a criar novas artes pela cidade, além de trazer comunidades voltadas para o mundo da música e da dança.

Uma das street art da Main Street em Winnipeg.

Uma das street art da Main Street em Winnipeg. | Foto: Bruno/@naproadavida

Mesmo fora da época do festival, é possível caminhar pelo centro e ver as pinturas nas paredes dos edifícios, só tomando um pouquinho de cuidado, pois essa área da cidade pode parecer estranha para algumas pessoas que visitam pela primeira vez.

Quem curte este tipo de movimento artístico, também pode conferir a Graffiti Galery, com artes de diversos artistas locais e internacionais.

Explorar o Exchange District

Este é o bairro onde moramos uma parte do tempo em que estivemos em Winnipeg. Grande parte dos prédios aqui são do século 20 e este bairro é simplesmente o maior da América do Norte com prédios da época, em seus 20 quarteirões.

O Exchange District é onde estão alguns dos melhores restaurantes de Winnipeg e onde diversos eventos acontecem no verão e inverno.

Albert Street, uma das que mais gostamos na região central de Winnipeg, o Exchange District.

Albert Street, uma das que mais gostamos na região central de Winnipeg, o Exchange District. | Foto: Bruno/@naproadavida

É uma bela pedida para uma tarde mais tranquila, caminhando entre as ruas e vielas do bairro e explorando alguns coffee shops e galerias mais vintage. A região também é usada como cenário para alguns filmes americanos, já que muitos dizem que aqui é parecido com Chicago ou Detroit, além de ser mais barato para filmar. Dá uma olhada nas ruas do bairro histórico:

Shows e musicais – Bell MTS Place

Por ser a capital de Manitoba e contar com uma estrutura relativamente boa, Winnipeg sempre recebe shows e musicais de artistas e grupos importantes e conhecidos mundialmente. É comum a cidade entrar nos roteiros das turnês das grandes bandas de Rock e Pop americanas e inglesas.

Geralmente, estes shows acontecem no Bell MTS Place, o mesmo estádio onde os jogos de hockey fazem os canadenses vibrar, mas pode ser que alguns shows sejam organizados para acontecer em diferentes lugares, por isso é importante ficar sempre atento à programação da cidade.

Bares com terraços ao ar livre

O verão em Winnipeg é realmente muito gostoso e tanto os canadenses quanto os estrangeiros que moram aqui, são bem orgulhosos de falar isso. E por isso, muitos bares e restaurantes aproveitam suas calçadas para criar decks e terraços ao ar livre.

Winnipeg no verão: aproveitando parques, rios, trilhas e até praias

É uma ótima atividade para os fins de tarde ou para os brunchs nas manhãs do verão canadense. Alguns dos bares e restaurantes mais legais com esses patios são o La Roca, Earls, King’s Head Pub, Confusion Corner, Little Brown Jug e outros que você pode conferir no nosso guia de onde comer em Winnipeg.

Riding Mountain National Park

Este não fica perto de Winnipeg mas, se você tem mais tempo na cidade e consegue dirigir, é uma viagem legal para se fazer durante a época mais quentinha no país. A província de Manitoba é extremamente plana e você vai perceber isso toda vez que pensar em visitar algum lugar fora da região central de Winnipeg. Então, qualquer parte elevada por aqui, já faz parecer que são montanhas.

Winnipeg no verão: aproveitando parques, rios, trilhas e até praias

Nada que se compare às famosas montanhas canadenses, mas Riding Mountain pode oferecer diversas opções de atividades ao ar livre e pode agradar e muito a quem curte estar perto dos lagos, acampando e explorando a natureza. Existem diversas cabins bem interessantes em frente aos lagos para reservar!

Pisar no centro do Canadá (Centre of Canada)

Sim, é na mesma Trans-Canada Highway que está o centro do Canadá de forma longitudinal. As coordenadas são 96º 48′ 35″, e a única coisa neste exato ponto é uma placa dizendo que ali é o meio do país, com as coordenadas e a bandeira do Canadá construída no solo, com areia e pedras.

Com os amigos no centro do Canadá (Centre of Canada). Winnipeg, Manitoba

Com os amigos no centro do Canadá (Centre of Canada).

Centro do Canadá visto de cima (Centre of Canada). Winnipeg, Manitoba

Centro do Canadá visto de cima (Centre of Canada). | Foto: Bruno/@naproadavida

Não é nada imperdível e não acho que vale a pena se deslocar somente para ir até lá, mas é legal saber que está no meio do segundo maior país do planeta em território. O centro do Canadá fica no caminho para os lagos e para a província de Ontario, onde está Toronto.

Atividades para fazer em espaços fechados (indoor)

Apesar de serem atividades que indicamos mais para quem visita Winnipeg no inverno, algumas atrações são legais de se visitar mesmo durante o verão, principalmente se você está passando um longo período em Winnipeg. As principais atividades são patinação no gelo em arenas espalhadas pela cidade e que você pode encontrar a localização, disponibilidade e preços no site da cidade.

Espaço do Flying Squirrel, cheio de trampolins.

Espaço do Flying Squirrel, cheio de trampolins. | Foto: divulgação

Outra atividade indoor é Flying Squirrel, que é um parque cheio de trampolins e diversas atividades para diferentes idades, mais informações no artigo de inverno. E a escalada (conhecida como Rock Climbing) também é algo legal para praticar em Winnipeg mesmo durante o verão, as academias mais famosas são YFC Winnipeg e Vertical Adventures.

Assiniboine Park Zoo (não recomendamos)

Quem nos acompanha há algum tempo e desde a nossa longa viagem pela Ásia ou mesmo no Instagram e YouTube, sabe que somos contra qualquer tipo de atração que envolva animais e é por isto que este é o último da lista de atrações.
A gente sempre pensa em não colocar estes lugares como opção, mas vocês vão encontrar de qualquer jeito, certo?! A nossa ideia ao mencionar este zoológico é realmente pedir para que vocês evitem a visita e pensem um pouco mais na questão ambiental e de preservação dos animais.
Os nossos amigos canadenses tentaram nos convencer a ir, usando o argumento de que este é o único lugar em que veremos um urso polar numa cidade. E este foi exatamente o motivo pelo qual não quisemos ir, pois animais como os ursos polares vivem num espaço 1 milhão de vezes menor que em seu habitat natural.
Novamente, nós não recomendamos a visita a zoológicos no geral e você pode pesquisar mais em relação a isso antes de decidir ou não visitá-los. Nós temos em mente uma viagem para a região norte da Noruega, onde é possível ver os ursos polares na natureza, o que também é possível ao norte de Manitoba, num lugar chamado Churchill.

Onde ficar em Winnipeg

Embora Winnipeg seja um lugar onde as pessoas chegam para morar por alguns meses ou para ficar de vez, a oferta de hotéis pela cidade é muito boa e pode atender bem àqueles que estão passando para visitar a cidade e viajando pelo Canadá. O Airbnb também funciona em Winnipeg.
Se você é uma dessas pessoas e vai passar pouco tempo em Winnipeg, a melhor opção é se hospedar na região central, também conhecida como Downtown Winnipeg, pois é ali onde estão diversas atrações turísticas que você vai querer visitar. Por ali estão os hotéis The Fairmont, The Fort Garry, Inn at the Forks e Mere Hotel.
Suite do Fairmont Winnipeg com vista para a cidade e seus parques. | Foto: divulgação/Booking

Suite do Fairmont Winnipeg com vista para a cidade e seus parques. | Foto: divulgação/Booking

Saint Boniface, a região francesa, também é uma boa opção para se hospedar em Winnipeg, com a diferença de que aqui, por ser uma área mais residencial, é possível reservar e se hospedar em pequenas casas ao melhor estilo canadense. As melhores opções aqui são uma casinha perto do St. Boniface Hospital, uma que fica logo após a ponte no parque The Forks e o Norwood Hotel.
Outra região ótima é a Osborne Village, com diversas opções de restaurantes, bares e uma vida noturna um pouco mais agitada, além de lojas que vendem diferentes tipos de objetos e acessórios. Aqui também é possível se hospedar em casas e curtir de forma mais relaxada ou mesmo num apartamento.

Como se locomover em Winnipeg

Se locomover em Winnipeg é relativamente simples, mesmo durante o inverno pois, mesmo sendo considerada uma cidade grande, a maioria das distâncias leva cerca de no máximo 20-30 minutos. Os ônibus estão por toda parte, principalmente na região central, levando para diversos parques e atrações turísticas da cidade.
Memorial no centro de Winnipeg.

Memorial no centro de Winnipeg. | Foto: Bruno/@naproadavida

O bilhete do ônibus custa cerca de C$3. O táxis são bem usados em Winnipeg e geralmente não são caros, nós geralmente gastamos entre C$10 e 15 para se locomover no centro e bairros vizinhos como Osborne Village e Corrydon Avenue.
O Uber e aplicativos de transportes mais conhecidos não conseguiram entrar ou serem bem aceitos em Winnipeg, mas é possível o TappCar ou outros aplicativos de táxi da cidade.
Uma forma muito comum também de se locomover no verão é a bicicleta, já que a região é bem plana e com faixas para ciclistas. E claro, caminhar sempre é bem-vindo não é mesmo? Caso esteja na cidade durante o inverno, a locomoção pode mudar um pouco.

Seguro Viagem para o Canadá

O Seguro Viagem não é um item obrigatório de viagem para o Canadá, porém, é sempre bom ter em mente a importância de se contratar um bom seguro ao viajar para qualquer destino. Se a ideia é viajar para o Canadá durante o inverno e praticar esportes radicais, escolha um bom seguro que cubra a prática destes esportes de inverno, que é o caso das seguradoras World Nomads e SafetyWing. A World Nomads possui um desconto de 5% com o cupom PROADAVIDA, no link.
Um ótimo buscador brasileiro é a Seguros Promo, que oferece diversos tipos de seguro com preços muito bons. O cupom de 10% de desconto é o NAPROADAVIDA10, através do link.
Como comentei lá em cima, nós tivemos a sorte de ter amigos morando em Winnipeg e eles nos levaram para curtir muitas das coisas que visitamos. Mas, se você não conhece ninguém, essas dicas podem te ajudar muito na hora de decidir o que fazer em Winnipeg. Outras duas grandes fontes de informações sobre a cidade são os sites Tourism Winnipeg e um outro que leva o nome da cidade.

E aí, gostou das dicas? E como foi a sua experiência com sua viagem em Winnipeg no Canadá? Conta pra gente aqui nos comentários! Se quiser ver mais fotos ou vídeos sobre a Tailândia e outros países do Sudeste Asiático, siga as nossas redes sociais: Instagram, Facebook, Pinterest e YouTube

Que tal compartilhar?


Indo para a Tailândia?
Conheça os melhores passeios para a sua viagem. Guias, fotógrafos e atendimento em português.

Somos Bruno & Vic, dois viajantes que se conheceram e se apaixonaram trabalhando a bordo de um navio de cruzeiros. Em 2016, saímos em uma viagem ao mundo e, desde então, levamos a nossa vida na estrada. Entre caronas, voluntariados e trabalhos online compartilhamos nossas inúmeras experiências e pouco dessa vida nômade aqui no Blog Na Proa da Vida, veja mais

Planeje sua viagem

seguro viagem

hotéis

chip de internet

trabalho voluntário

passeios & ingressos

transporte pela ásia

Veja mais sobre o mesmo assunto:

Nota: este post pode conter links de parceiros do blog Na Proa da Vida. Isso significa que ao comprar um de seus produtos você estará ajudando na manutenção do nosso blog e do conteúdo de qualidade produzido para você. Não se preocupe, você não paga nadica de nada a mais por isso e ainda nos motiva a conseguir descontos exclusivos, em diversos serviços, para os leitores do Na Proa da Vida. Saiba mais.

i
Categorias: Américas | Canadá | Destinos
<a href="https://www.naproadavida.com/" target="_blank">Bruno</a>
Bruno
Já morei numa casa de lata flutuante onde o maior prazer era descobrir os sete mares. Trabalhei nos maiores eventos esportivos do mundo e vi o Bolt voando para mais um ouro no Rio de Janeiro. Hoje viajo o mundo sem data de volta para casa, na verdade, tenho chamado o mundo de minha casa. Não conto quantos países conheci pelo número de carimbos no passaporte, pois às vezes conheço dez países dentro de um só. Mergulhador e amante do oceano, amo aprender novos idiomas e coisas novas e escrevo sobre algumas das minhas aventuras no Na Proa da Vida.

Pode ser interessante para a sua viagem

E aí, que tal deixar um comentário? ?

12 Comentários

  1. Fernanda Scafi

    Que legal ver um destino inusitado aqui! Nunca tinha pensado em conhecer Winnipeg (que tive até que conferir no mapa onde ficava exatamente), mas achei bem legal a cidade! Só conheci as cidades mais famosas da costa leste canadense por enquanto. Achei bem engraçado esse “centro do Canadá” que vcs mostraram hehehe. Mas é o tipo de atração legalzinha de tirar foto se vc estiver na cidade.

    Responder
    • Victória Farina

      Sim, com certeza Winnipeg é meio que fora da rota turística mas nós curtimos bastante nossa temporada aqui. Espero que possa usar nossas dicas de Winnipeg em breve, Fernanda!

      Responder
  2. Analuiza Carvalho

    Gente, quanta coisa legal que fazer em Winnipeg! Quanta natureza maravilhosa! Eu comecei a listar aquilo que eu tinha mais gostado, mas desisti, porque tudo o que você sugeriu, me deu vontade de fazer/conhecer! Eu achei um lugar interessante para conhecer durante uma viagem ao Canadá.

    Eu estive no país uma única vez, durante meia hora apenas! Foi durante a meia maratona de Detroit – USA. Atravessamos a fronteira para a cidade canadense de Windsor, corremos 5kms mais ou menos ali, e atravessamos a fronteira de volta. Foi a meia maratona mais sensacional que eu já participei. Agora quero voltar para uma viagem de verdade, e mais corridas, no Canadá! 🙂

    Responder
    • Victória Farina

      Que experiência incrível de mini viagem ao Canadá, Analuiza! Ual! Tenho certeza que vai amar visitar Winnipeg e outras atrações do país na próxima vez que vier, dessa vez sem correr hahaha 🙂 Obrigada pelo comentário!

      Responder
  3. Maria C

    Parques, rios, trilhas e até praias? Que destino completíssimo! Já cogitando
    Winnipeg para curtir um veraozao! Achei o Kildonan Park lindooo! Cá estou 23:26 sonhando com o Canadá! ??

    Responder
    • Victória Farina

      Ai, o Canadá é mesmo incrível, Maria e nós adoramos passar o inverno e o verão em Winnipeg! Feliz de saber que curtiu as nossas dicas e espero que possa seguir jaja 🙂

      Responder
  4. Luciane

    Nunca tinha pensado em visitar Winnipeg, mas o seu post super completo me despertou essa vontade. Se tudo der certo irei para o Canada ano que vem e passarei por la.

    Responder
    • Victória Farina

      Que bom que ficou com vontade de visitar Winnipeg, Luciane. Fique sabendo que não é uma das principais cidades do Canadá mas adoramos passar o inverno por aqui.

      Responder
  5. Murilo Pagani

    Caramba, quanta coisa bacana para fazer em Winnipeg, hein!?
    Realmente eu nunca tinha pensado na cidade como um destino turístico, mas de fato tem atrações que devem valer a viagem!
    Apesar de não ter as montanhas clássicas que pensamos sobre o Canadá, achei os parques e os cenários de natureza bem bonitos!

    Ótimas dicas!

    Abraço

    Responder
    • Victória Farina

      Realmente Winnipeg não é a cidade mais turística e maravilhosa do Canadá mas nós amamos passar um tempinho aqui e curtir as atrações no inverno e verão! Obrigada pelo comentário, Murilo!

      Responder
  6. Débora

    Realmente bem legal e interessante Winnipeg no Canadá. Achei os parques sensacionais. Andar de bicicleta numa cidade planejada tanto no verão como também no inverno deve ser um ótima experiência.
    Anotado mais um destino…

    Responder
    • Victória Farina

      Agora vai ter que visitar as atrações de Winnipeg com a gente, Débora! Feliz de saber que despertou o seu interesse. Nós amamos Winnipeg no inverno e também no verão.

      Responder

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *