Port Barton, Filipinas: um paraíso para relaxar em Palawan

Home » Filipinas » Port Barton, Filipinas: um paraíso para relaxar em Palawan
Atualizado em 29/06/2021
Por: Bruno

Atualizado em 29/06/2021
Por: Bruno

Ahhhh, Port Barton! Quando começamos a planejar a nossa viagem pelas Filipinas, sabíamos que seriam dois meses de uma viagem intensa, com muitos deslocamentos e momentos em que, às vezes, precisaríamos parar e ter uns dias de descanso. E nós mal sabíamos que Port Barton seria o lugar perfeito para relaxar e curtir as praias de água calminha e aquele monte de coqueiros formando uma paisagem pra lá de paradisíaca.

Em uma esteira esquecida na Coconut Beach, Port Barton. | Foto: Victória/@naproadavida

Em uma esteira esquecida na Coconut Beach, Port Barton. | Foto: Victória/@naproadavida

Depois de passar quase 15 dias entre Puerto Galera, Coron e El Nido, precisávamos de uns dias de descanso, sem muitos passeios de barco ou locomoção para visitar as praias e lugares e, Port Barton foi o lugar perfeito para isso e te mostramos os motivos logo abaixo:

Como chegar em Port Barton

Port Barton (na ilha de Palawan) é uma cidade facilmente acessível via terrestre (van ou ônibus local) desde Puerto Princesa, a capital de Palawan ou da cidade de El Nido, um dos lugares mais famosos e turísticos das Filipinas.

Nós saímos de El Nido para Port Barton e a viagem levou cerca de 4 horas. Compramos o bilhete da van com um dia de antecedência, na rodoviária de El Nido. Os valores oferecidos no centro da cidade e hotéis ficam entre 500 e 600 PHp, mas nós pagamos 400 PHp em uma pequena agência em frente à cancela da rodoviária de vans. Só pagamos este valor pois nossos amigos franceses haviam pago o mesmo no dia anterior e nós acabamos pechinchando também. Confira os valores para compra online saindo de El Nido.

Vans que fazem o trajeto entre El Nido e Port Barton. | Foto: Bruno/@naproadavida

Vans que fazem o trajeto entre El Nido e Port Barton. | Foto: Bruno/@naproadavida

De Puerto Princesa para Port Barton o tempo e valores são parecidos, saindo do San Jose Terminal. Você pode pegar a van que busca nos hotéis da cidade e custa cerca de PHP500 ou existe a opção de pegar o ônibus local que custa algo em torno de PHP300, o que pode ser uma opção mais barata, porém um pouco mais lenta, pois ele vai parando no caminho para pegar passageiros.
E claro, você pode chegar de avião tanto em El Nido quanto em Puerto Princesa. Veja as opções de voo saindo de Manila e de Cebu.

Onde se hospedar em Port Barton

A cidadezinha de Port Barton ainda está se desenvolvendo e não tem lá uma grande opção de hotéis como em Coron, por exemplo. Até pouco tempo atrás não havia energia elétrica durante grande parte do dia em muitos hotéis de Port Barton, mas este problema está sendo resolvido aos poucos. Abaixo você confere boas opções para se hospedar em Port Barton para diferentes gostos e bolsos:

Melhores hotéis em Barton

  • O El Dorado Sunset Resort é uma ótima opção, que fica no finzinho da praia principal de Port Barton. Ali tem uma área na frente onde acontecia uma festa da lua cheia que chamavam de full moon party, mas que não estava assim tão animada quanto as da Tailândia. Veja os valores no Eldorado.
Beach Front do Eldorado em Port Barton, Filipinas. | Foto: divulgação.

Beach Front do Eldorado em Port Barton, Filipinas. | Foto: divulgação.

  • O Bing-Vice Tourist Inn é um pouco fora da praia, mas ainda no centrinho. O café da manhã na varanda é bom e os funcionários bem atenciosos sempre.
  • O Ausan Beach Front é um dos melhores e mais concorridos de Port Barton. Em frente à praia, bom café da manhã e os quartos, mesmo simples, são bem limpos e confortáveis. Veja você mesmo e reserve.
  • O Jungle Bar Hut é ótimo para quem gosta de contato com a natureza e tranquilidade, já que ele fica pertinho da White Beach e distante do centro de Port Barton. Veja aqui os valores para ele ou para um outro que tem ali pertinho, o Barton Jungle Cottages.

Opções mais baratas

Área comum do CocoRico Hostel em Port Barton. | Foto: divulgação

Área comum do CocoRico Hostel em Port Barton. | Foto: divulgação

  • O Russell Place fica um pouquinho fora do centrinho, mas tudo ali é muito perto. Eles contam com pequenas cabanas, bem limpas e simples e que são ótimas para quem viaja barato. Dá uma olhada nas datas e valores.
  • O Garpeza Inn é bem, bem simples, mas ótimo para quem está com um orçamento apertado. Eles tem uma varandinha onde a galera se juntava para trocar ideia antes de ir para os bares. Reserve aqui.

O que fazer em Port Barton, Filipinas

Port Barton é bem pequena, mas até que tem bastante coisa para fazer, não na cidade em si, mas nos arredores, que conta com diversas cachoeiras, ilhas e praias paradisíacas e bem selvagem que formam uma paisagem de tirar o fôlego. Nós não estávamos no mood de fazer mais passeios com barcos e só queríamos descansar e aproveitar a vibe relax de Port Barton, que é um ótimo programa para os dias por aqui.

As luzes do maravilhoso entardecer em Port Barton. | Foto: Bruno/@naproadavida

As luzes do maravilhoso entardecer em Port Barton. | Foto: Bruno/@naproadavida

Praias de Port Barton

A melhor coisa a se fazer em Port Barton é simplesmente se jogar na praia e passar uma tarde inteira lá, depois de acordar sem preocupações com horário ou qualquer outra coisa. E se tiver mais dias, pode fazer isso em praias diferentes, e elas são:

White Beach

Esta é a praia mais famosa para visitar em Port Barton e não é à toa, pois é uma praia realmente linda, com uma água bem calminha, diversos coqueiros enfileirados e uma areia bem branquinha e fofa. Para visitar a White Beach é preciso pagar uma taxa de 50 PHp de entrada, pois existe um resort chamado Esmeralda Resort (Antigo White Beach resort), que toma conta do lugar e montou uma estrutura com restaurantes, redes, mesinhas e coberturas para os hóspedes usufruírem. E ao pagar a taxa, você pode usar toda a estrutura do lugar, que também tem banheiros e chuveiros.

Estrutura do Esmeralda Resort em White Beach. | Foto: Bruno/@naproadavida

Estrutura do Esmeralda Resort em White Beach. | Foto: Bruno/@naproadavida

Pelo que entendi, não é obrigatório pagar, pois vi umas pessoas chegando de barco e não pagaram nada, e as placas na praia dizem que, se você não pagou não pode utilizar a estrutura. Como fomos de moto e entramos pelo estacionamento do resort, a menina nos chamou para assinar os nomes e pagar a taxa.
A melhor coisa é chegar em White Beach pela manhã, o mais cedo possível, que é quando a praia está completamente vazia. Após o meio-dia, os barcos começavam a chegar trazendo o pessoal desde o centro.

White beach Port Barton vista de cima após a chuva. | Foto: Bruno/@naproadavida

White beach vista de cima após a chuva. | Foto: Bruno/@naproadavida

É possível chegar na White Beach de barco, kayak, moto ou à pé, porém, o calor que faz em determinadas épocas do ano pode deixar essa caminhada bem pesada. Se quiser, também dá pra se hospedar em White Beach e curtir a tranquilidade do lugar. Nós ficamos uma 4 horas por lá e até curtimos a chuva que caía enquanto tomávamos banho de mar.

Coconut Beach

Essa praia linda está no caminho para a White Beach, na estrada que sai do centro de Barton. Muitas pessoas que visitam de barco às vezes não tem tempo de ir até a Coconut Beach, o que é uma pena, pois é uma das praias mais bonitas que visitamos em Palawan e a paisagem com as centenas de coqueiros alinhados é simplesmente de tirar o fôlego. Além da sensação de uma praia mais selvagem e bem mais vazia que a White Beach.

Em um little hut abandonado em Coconut Beach. | Foto: Bruno/@naproadavida

Em um little hut abandonado em Coconut Beach. | Foto: Bruno/@naproadavida

A Coconut Beach não possui estrutura alguma e ainda assim, existe uma placa dizendo que é necessário pagar 30 PHp para entrar, porém, quando chegamos não havia ninguém na praia, apenas três meninos locais fazendo snorkel e pescando com um arpão.

Ao visitar estas praias é bom prestar atenção na maré, pois fomos para White Beach na maré cheia e ficamos muito tempo por lá, na volta, pegamos a Coconut Beach com a maré bem baixa e quase impossível de tomar banho. De qualquer forma, ficamos encantados com os coqueiros na praia e água cristalina ainda na ponta.

Visitar o Jungle Bar

O Jungle Bar fica cerca de 1km após a White Beach e nós fomos de moto um pouco depois da chuva. Como a estrada é de terra, tivemos dificuldades em alguns trechos com lama, mas nada que nos impedisse de chegar.

Dos milhares de coqueiros de Port Barton.

Dos milhares de coqueiros de Port Barton. | @naproadavida

Ali é um lugar para relaxar, curtir a vista e a natureza do lugar. Tem opções de comidas locais, bebidas, mesa de sinuca, jogos de tabuleiro e uma varanda bem legal. Ali também é possível se hospedar nas cabaninhas.

Praia do Centro (Itaytay Beach)

Essa é uma praia que a gente vai porque tá ali, bem perto dos hotéis e hostels, mas não é algo imperdível. É claro que muitos restaurantes e bares estão em toda a extensão dessa praia, mas nós não íamos ali para tomar banho de mar.

Praia do centro de Port Barton. | Foto: Bruno/@naproadavida

Praia do centro de Port Barton. | Foto: Bruno/@naproadavida

O entardecer nesta praia é simplesmente incrível e o pôr do sol bem de frente se torna o lugar perfeito para uma massagem num lugar chamado Summer Homes, onde eles contam com um massage hut.
É nessa praia que as pessoas alugam barco, caiaque ou contratam passeios para visitar as ilhas vizinhas. Os barcos para visitar White Beach e Coconut Beach saem daqui.
Mais à esquerda está o Deep Moon Resort, que tem um lounge com música. Nós paramos por alguns minutos e tentamos usar o Wi-Fi enquanto estávamos na praia, mas não deu certo, de qualquer forma, a música era boa e a vibe também.

Visitar a cachoeira Pamuayan Waterfall

Existem diversas cachoeiras ao redor de Port Barton e algumas são acessíveis a pé, com alguns minutos/horas de caminhada.
A mais famosa é a Pamuayan Falls, que fica a pouco mais de 4km do centro. Não é a cachoeira mais linda das Filipinas, mas o caminho até lá tem vistas bem bonitas da paisagem e do mar. É ali, à direita que está um mirante que os filipinos chamam de Mount Pio. A praia de Pamuayan não é tão bonita quanto as outras mas, se estiver por perto, dê uma olhada pois às vezes se formam alguns bancos de areia bem legais por ali.

Outra opção é visitar a Bigaho Waterfall, que é a cachoeira mais distante e fica a uns 7 ou 8km depois da Pamuayan, mas aí é legal alugar uma moto ou pegar um moto táxi para te levar até lá.

Fazer passeios pelas ilhas vizinhas (Island hopping)

Nós estávamos bem cansados de fazer os passeios em Coron e El Nido e por isso resolvemos não pegar nenhum barco ou fazer passeios em Port Barton. Porém, se você tem energia e vontade de conhecer tudo, existem alguns passeios que te levam para conhecer as ilhas próximas à Barton. As mais famosas são a German Island, Starfish Island, Exotic Island e Turtle Place e é possível escolher entre os 4 tours: A, B, C e D.

Barcos que saem para os passeios em Port Barton. | Foto: Bruno/@naproadavida

Barcos que saem para os passeios em Port Barton. | Foto: Bruno/@naproadavida

Barton é um lugar mais barato que as cidades mais famosas de Palawan mas, por incrível que pareça, os tours custam quase o mesmo valor que nos outros lugares, cerca de 1200 PHp. Eu havia lido relatos de que 1 ou 2 anos antes, os mesmos tours custavam cerca de 700 PHp. Um reflexo de como o turismo em massa começa a mudar os lugares e as pessoas.

Alugar caiaque para conhecer as praias e ilhas vizinhas

Algumas ilhas visitadas durante os passeios de Island Hopping são próximas a Port Barton e podem ser visitadas de caiaque, caso você tenha disposição e força nos braços para remar até elas.

Caiaques, barcos, pessoas e coqueiros, muitos coqueiros nas praias de Port Barton. | Foto: Bruno/@naproadavida

Caiaques, barcos, pessoas e coqueiros, muitos coqueiros nas praias de Port Barton. | Foto: Bruno/@naproadavida

É possível remar até a Starfish Island (cerca de 30 minutos) ou até mesmo a German Island (mais ou menos 1 hora). E claro, se você não quer ir tão longe, é possível remar até a White Beach e Coconut Beach.

Vida noturna

Port Barton não é o lugar para quem está em busca de festas malucas e bebedeira a noite toda, mas ainda assim, é possível encontrar lugares para conhecer pessoas novas e se divertir à noite.

Nós ficamos muito amigos de um casal francês que conhecemos em Coron e sempre os encontrávamos à noite para tomar algo. Na primeira noite fomos até o El Dorado Sunset Resort, onde acontecia uma festa da lua cheia (Full Moon Party), mas que não estava assim tão animada e nós ficamos pela praia, somente ouvindo o som.

Jogando UNO e conversa fora com nossos amigos franceses Glenn e Stephanie.

Jogando UNO e conversa fora com nossos amigos franceses Glenn e Stephanie.

Ali mesmo pela praia existem diversos barzinhos onde é possível sentar, tomar algo e conversar de frente para o mar calmo. O Tres Tequilas Resto Bar tem um ambiente bem legal com um ritmo mais de reggae e outras músicas que gostamos muito. O Deep Moon Bar tem um lounge com uma música mais relax e muita gente vai para o Reggae Bar para fechar a noite na praia mesmo. Esse virou meio que o programa de outro pessoal que conhecemos depois.

Happy hour do CocoRico Hostel em Port Barton. | Foto: divulgação

Happy hour do CocoRico Hostel em Port Barton. | Foto: divulgação

Para quem quer conhecer uma galera mais jovem e beber, o CocoRico Hostel junta uma galera todos os dias no bar do hostel, pois das 19h às 19:30 eles dão drinks de graça. O bar fica muito cheio e a galera vai se encontrando por ali e dali, para outros lugares. A música do CocoRico é bem diversificada e nós gostamos bastante do ambiente.

Onde comer em Port Barton

Nós particularmente gostamos bastante da comida Filipina no início da viagem e para nós não era um problema comer os pratos típicos por onde passávamos, até porque eram as opções mais compatíveis com o nosso budget. Mas ao chegar em Port Barton, conhecemos o famoso Gacayan Restaurant e ele virou o nosso templo para diferentes tipos de comida. Aqui vão dicas sobre este e outros restaurantes em Port Barton:

Gacayan Restaurant

Esse é o restaurante onde todo mundo que passa por Port Barton faz pelo menos uma refeição. A comida é boa (dependendo do pedido), as porções são enormes, podendo servir até duas pessoas, o valor é bem baixo comparado aos outros e o ambiente é legal para conhecer pessoas novas e trocar ideia por umas horas. Nós comemos no Gacayan pelo menos uma vez em todos os dias que estivemos na cidade.

O simples Gacayan Restaurant com os menus na parede. | Foto: Victória/@naproadavida

O simples Gacayan Restaurant com os menus na parede. | Foto: Victória/@naproadavida

Meu primeiro prato foi o Bihon Guisado, que vi ma mesa ao lado, fiquei com vontade e pedi. Esse nada mais é que um noodle frito com vegetais e um tipo de carne (frango ou porco), e que estava bem gostoso. A Victória pediu um spaghetti com molho de tomate que estava bom, porém, a porção era gigantesca e ela não conseguiu comer tudo.

Outros pratos que provamos foram a famosa Paella de frango, que estava bem gostosa (um pouco oleosa) e que pedimos para dividir. E também, um spaghetti à bolonhesa (frango) que estava bem gostoso, também pedimos para dividir. É sério, as porções são muito grandes. Não estou reclamando, só avisando hahaha. Em outros dias pedimos também sanduíches de ovo e de frango, que estavam bons, estes para uma pessoa somente. ?

A simplicidade do Gacayan Restaurant em Port Barton. | Foto: Victória/@naproadavida

A simplicidade do Gacayan Restaurant em Port Barton. | Foto: Victória/@naproadavida

Uma coisa que não recomendo lá é a pizza, pois tem gosto de tudo, menos pizza. E se você gosta de Coca-Cola, a garrafa de 1 litro custa 50 PHp. A cerveja Red Horse de 1 litro custa cerca de 100 PHp. Em média, gastamos cerca de 250 PHp por refeição para os dois e comendo bem.

Nos stories do nosso Instagram, nós mostramos um pouquinho do restaurante. E sim, acho que você deve ir lá nem que seja para tomar um sorvete. Não se espante se a atendente se sentar ao seu lado enquanto você escolhe a comida, elas fazem isso com todo mundo e, também estão bem cansadas das longas horas de trabalho. Trate os bem, por favor! ??

Gorgonzola

É um restaurante famoso pela pizza. Lá, os pedaços de pizza saem por 80 PHp, porém, a galera se junta e pede a famosa e gigantesca pizza da casa, que custa 700 PHp e é simplesmente do tamanho da lua, é bom para dividir entre 3-4 pessoas.
Com o tamanho das porções e pratos em Port Barton, me senti na cidade de Itú, em São Paulo. Só faltava escrevem pizzinha de Port Barton, Paellinha do Gacayan. ? Hahaha. Quem conhece a cidade ou a história, vai entender.

Big Mama

Um restaurante com uma cara mais arrumadinha e com pratos de diferentes preparos e valores. Os nachos por lá custam cerca de 200 PHp, mas a nossa fidelidade ao Gacayan não nos deixou provar os nachos por lá, os nossos amigos foram em um dos dias e gostaram. Ficará para a volta a Port Barton.

Na praia existem outros bons restaurantes, mas nós sempre estávamos tão cheios da última refeição, que acabávamos tomando sorvete ou cerveja, enquanto jogamos baralho e conversa fora com os novos amigos.

Como se locomover

Port Barton é uma cidade bem pequena, eu até a chamaria de povoado. A locomoção pelas ruas da cidade é simplesmente a pé, pois tudo está muito perto e as ruas são bem planas, beirando a praia.

Antes de alugar motos na Ásia, sempre olhe e tire fotos de arranhões e partes quebradas. | Foto: Bruno/@naproadavida

Antes de alugar motos na Ásia, sempre olhe e tire fotos de arranhões e partes quebradas. | Foto: Bruno/@naproadavida

Agora para conhecer os pontos principais fora da cidade, você precisará de uma moto, caiaque ou barco se não estiver a fim de andar. Se você não sabe pilotar moto, é possível contratar os moto táxi que ficam perto da praia e eles podem te levar para os lugares.

Não tente dirigir moto pelas estradas de terra se não estiver confiante, nós pegamos muitos trechos de bastante lama por conta das chuvas em dias anteriores.

Dicas sobre Port Barton

Roubos em quartos de hotel

Nós ouvimos de alguns relatos de pessoas que tiveram dinheiro e outras coisas furtadas nos hotéis em Port Barton. No nosso quarto havia um aviso para trancar a porta e não dar as chaves a estranhos, pois não se responsabilizariam por eventuais perdas, principalmente se você estivesse dentro do quarto.
Desde o roubo no Laos nós tomamos muito cuidado e evitamos deixar coisas de valor no quarto, mas a dica aqui é que você tome cuidado e leia os comentários antes de reservar o seu hotel em Port Barton.

Caixa eletrônico

Não existe caixa eletrônico em Port Barton. A ideia é de que chegue um em breve com o crescimento no número de visitantes, mas não existe uma previsão. Existia um Palawan Pawnshop na cidade, mas também não funciona mais. Portanto, leve dinheiro o bastante para os dias que planeja ficar na cidade. Se precisar, saque ou troque antes em Puerto Princesa, El Nido ou de onde estiver vindo.

Port Barton, Filipinas: um paraíso para relaxar em Palawan

Barulho de construção

As Filipinas é uma país em construção, o turismo está chegando aos poucos em diversos lugares do país e os moradores estão vendo o potencial em diferentes áreas e cidades. Por este motivo, prepare-se para ouvir o barulho de construção em quase todos os lugares nas Filipinas. Um pouco menos em lugares com o turismo mais adiantado como Coron, El Nido e Cebu mas, ainda assim, vai ouvir um barulho pois estão sempre construindo ou reformando algo. Se não for o barulho da construção, eu te garanto que você vai ouvir os galos cantando pela manhã, isso é lei nas Filipinas hahaha. ??

Eletricidade acabar

Por mais que tenham resolvido grande parte dos problemas de eletricidade em Port Barton, pode ser que em algum momento você fique sem energia no hotel, ou, que chegue em algum restaurante e não possam atender por falta de energia. Isso é algo que ainda acontece nas Filipinas e você precisa entender, e não brigar!
Até pouco tempo atrás, a energia na cidade somente funcionava das 18h até meia noite.

Quantos dias ficar em Port Barton

Nós passamos 4 noites em Port Barton e poderíamos ter ficado mais tempo, pois nós realmente gostamos do lugar, da vibe e claro, das pessoas que estavam conosco, pois isso faz diferença também.

Port Barton, Filipinas: um paraíso para relaxar em Palawan

Eu diria que 3 dias em Port Barton é uma boa para poder relaxar e conhecer os lugares sem muita pressa, mas sem dúvidas, se quiser ficar mais, tem coisa pra fazer e bom, descansar na praia é uma das melhores coisas a se fazer aqui.

Como sair de Port Barton

É possível sair de Port Barton para algumas cidades da ilha de Palawan, mas normalmente, você irá para El Nido ou Puerto Princesa.

Para Puerto Princesa

Nós fomos de Port Barton para Puerto Princesa de van e nos custou 350 PHp/pessoa para ir até o terminal de ônibus de Puerto Princesa (o terminal não fica no centro da cidade), o San Jose Terminal. Existe a opção de pagar a mais para ir até o aeroporto ou para o centro da cidade, e o normal é 500 PHp. Nós chegamos em Puerto Princesa e o triciclo para o centro nos custou 120 PHp, para os dois, negociando na hora. As vans saem de PB a cada hora e o trajeto leva cerca de 3h até PP – veja os horários e valores atualizados.

Também existe um ônibus local, que custa entre 250-300 PHp, mas que leva muito mais tempo para chegar, pois precisa parar no caminho para pegar e deixar passageiros.

Para El Nido

O transporte de Port Barton para El Nido tem uma frequência menor, funcionando nestes três horários: 8h, 13h e o último às 17h.
A empresa Recaro Transport parece ser a que mais vende os bilhetes das vans, mas nós compramos direto no guichê da rodoviária no dia do transporte. Durante a alta temporada pode ser arriscado deixar pra comprar na hora, já que Port Barton está cada vez mais nos roteiros de viagem pelas Filipinas de muita gente. Se você já tem certeza das datas, reserve os transportes com antecedência.

Vale a pena visitar Port Barton?

Na minha opinião sim, vale muito a pena visitar Port Barton. Mas isso é a opinião de quem viajaria durante dois meses pelas Filipinas. E aí o caso muda e se torna algo relativo, pois se você tem somente 10 ou 12 dias pelas Filipinas, de repente, não seja um destino assim tão legal para muitas pessoas.
A não ser que a sua ideia seja realmente curtir o país sem correr para visitar os lugares mais turísticos ou ainda assim, ter uma mistura do turístico com uma vibe mais relax.

Curtindo as praias de Port Barton. | Foto: Bruno/@naproadavida

Curtindo as praias de Port Barton. | Foto: Bruno/@naproadavida

Sem querer julgar ninguém mas, grande parte das pessoas que nos enviam mensagem no Instagram e tem pouco tempo no país, dizem que o mais importante é visitar o mais famoso e conhecido. Não é muito o nosso estilo de viagem mas, neste caso, eu recomendaria ver somente Coron, El Nido, Boracay e talvez algo em Cebu caso tenha tempo, mas as Filipinas é muito mais que estes 4 lugares mais famosos.

Onde fica a cidade de Port Barton?

Port Barton fica na ilha de Palawan, no lado leste, entre as cidades de El Nido, Roxas e Puerto Princesa. Muitas pessoas também se referem à cidade como como Port Barto San Vicente, já que o vilarejo fica na municipalidade de San Vicente.

Visitar Port Barton ou El Nido?

Aqui não existe muito uma comparação, pois são lugares bem diferentes. El Nido é bem mais conhecido e mais turístico, enquanto Port Barton ainda está começando a receber turistas. Em termos de paisagem, El Nido tem diversas ilhas lindas em volta com praias espetaculares e uma cidadezinha bem mais desenvolvida. Já Port Barton conta com praias mais selvagens e que também são maravilhosas, porém, sem aqueles paredões rochosos que vemos em El Nido e outras partes do norte de Palawan.

Chegando em umas das pequenas prainhas no passeio em El Nido, Tour C. | Foto: Bruno/@naproadavida

Chegando em umas das pequenas prainhas no passeio em El Nido, Tour C. | Foto: Bruno/@naproadavida

El Nido tem um pouco dos dois, o turístico e a vibe relax e até meio hippie, dependendo de onde você se hospedar. Porém, se a ideia é realmente fugir do turismo em massa, Port Barton pode ser uma opção melhor que El Nido.

Seguro Viagem para as Filipinas

O Seguro Viagem para as Filipinas não é obrigatório, porém, é muito importante que você contrate um bom seguro e que cubra problemas como intoxicação alimentar, problemas com voos e bagagens e outras questões que podem surgir numa viagem pela Ásia. Nós tivemos que acionar o seguro em El Nido e em Cebu durante a viagem pelas Filipinas e tudo ocorreu muito bem com apoio do seguro que usamos, que é a World Nomads.

O país dos coqueiros chamado Filipinas. | Foto: Bruno/@naproadavida

O país dos coqueiros chamado Filipinas. | Foto: Bruno/@naproadavida

Se você pensa em contratar um bom seguro para a sua viagem, a World Nomads oferece 5% de desconto com o código PROADAVIDA, através deste link. Já a Seguros Promo, oferece até 15% de desconto para todos os leitores do blog, com o código NAPROADAVIDA10, neste link.

Leia também:

E aí, gostou das dicas? E como foi a sua experiência visitando Port Barton? Conta pra gente aqui nos comentários! Se quiser ver mais fotos ou vídeos sobre as Filipinas e outros países da Ásia, siga as nossas redes sociais: Instagram, Facebook, Pinterest e YouTube.

Que tal compartilhar?


Indo para a Tailândia?
Conheça os melhores passeios para a sua viagem. Guias, fotógrafos e atendimento em português.

Somos Bruno & Vic, dois viajantes que se conheceram e se apaixonaram trabalhando a bordo de um navio de cruzeiros. Em 2016, saímos em uma viagem ao mundo e, desde então, levamos a nossa vida na estrada. Entre caronas, voluntariados e trabalhos online compartilhamos nossas inúmeras experiências e pouco dessa vida nômade aqui no Blog Na Proa da Vida, veja mais

Planeje sua viagem

seguro viagem

hotéis

chip de internet

trabalho voluntário

passeios & ingressos

transporte pela ásia

Veja mais sobre o mesmo assunto:

Nota: este post pode conter links de parceiros do blog Na Proa da Vida. Isso significa que ao comprar um de seus produtos você estará ajudando na manutenção do nosso blog e do conteúdo de qualidade produzido para você. Não se preocupe, você não paga nadica de nada a mais por isso e ainda nos motiva a conseguir descontos exclusivos, em diversos serviços, para os leitores do Na Proa da Vida. Saiba mais.

<a href="https://www.naproadavida.com/" target="_blank">Bruno</a>
Bruno
Já morei numa casa de lata flutuante onde o maior prazer era descobrir os sete mares. Trabalhei nos maiores eventos esportivos do mundo e vi o Bolt voando para mais um ouro no Rio de Janeiro. Hoje viajo o mundo sem data de volta para casa, na verdade, tenho chamado o mundo de minha casa. Não conto quantos países conheci pelo número de carimbos no passaporte, pois às vezes conheço dez países dentro de um só. Mergulhador e amante do oceano, amo aprender novos idiomas e coisas novas e escrevo sobre algumas das minhas aventuras no Na Proa da Vida.

Pode ser interessante para a sua viagem

E aí, que tal deixar um comentário? ?

12 Comentários

  1. Suriàn

    Guria, eu adoro teu blog. Meu sonho é ir pras Filipinas. Com certeza, quando eu for, vou usar teu blog pra pegar todas as dicas. Amei conhecer aqui Port Barton,. Obrigada por compartilhar.

    Responder
    • Victória Farina

      Que boooom que curtiu nossas dicas das Filipinas, Surian! Vamos adorar te ajudar nos preparativos de viagem para o Sudeste Asiático 🙂

      Responder
  2. ana

    Amei conhecer Port Barton através do site de vocês, esse é um paraíso que quero muito conhecer. Filipinas

    Responder
    • Victória Farina

      Ficamos apaixonados por Port Barton também, Ana! Que bom que curtiu 🙂

      Responder
  3. Gisele Rocha

    Me copiem e me colem nesse lugar, por favor! Esse cenário com rede de palha, coqueiros e mar azul me deixou morrendo de vontade de ir à praia, mesmo com o clima chuvoso de hoje aqui em Minas.
    Gostei de saber que a vida noturna é mais tranquila, gosto assim!

    Responder
    • Victória Farina

      AAAAAAH! Dizemos o mesmo, Gisele. Que saudades de viajar pelas Filipinas e desses paraísos!!!

      Responder
  4. Fernanda Scafi

    Nossa, realmente Port Barton é um lugar paradisíaco! E eu nunca tinha ouvido falar! Como tem coisa linda pra gente conhecer nesse mundo, né? Muita coisa ainda pouco divulgada, principalmente em países mais longe tipo Filipinas.

    Responder
    • Victória Farina

      Com certeza Fer! Port Barton, mesmo estando próximo de El Nido e Coron, ainda é um cantinho escondido nas Filipinas 🙂

      Responder
  5. Marcela

    Porto Barton é meu tipo de lugar (aliás, as Filipinas todas são): calmaria, um monte de coqueiros e uma rede pra deitar. Já quero ir!

    Responder
    • Victória Farina

      Sim, Port Barton é exatamente isso, Marcela! E ainda fica na ilha mais conhecida das Filipinas: PALAWAN!

      Responder
  6. debora maraston

    deve ser realmente um lugar super tranquilo para descansar e ter relaxar… adorei o lugar, super bucólico

    Responder
    • Bruno

      Sim Débora! Port Barton foi um dos lugares que menos esperávamos e que mais nos surpreendeu! As praias são lindas, é mais barato, as pessoas são muito gentis e não é tão cheio e visitado como Coron e El Nido! Vale a pena visitar se tiver tempo nas Filipinas…

      Responder

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *