Winnipeg no inverno: como aproveitar uma das cidades mais frias do Canadá

Home » Canadá » Winnipeg no inverno: como aproveitar uma das cidades mais frias do Canadá
Atualizado em 29/06/2021
Por: Bruno

Atualizado em 29/06/2021
Por: Bruno

A cidade de Winnipeg é um dos exemplos de inverno rigoroso e daqueles lugares em que o frio dura muito mais tempo que o verão e a época quente do ano. Se você já conferiu as dicas, atrações e o que fazer em Winnipeg em outras estações, está na hora de descobrir como curtir Winnipeg no inverno e não ficar preso se escondendo do frio e das baixas temperaturas, que podem chegar a -40ºC em algumas semanas do ano.

Região central de Winnipeg no inverno durante uma nevasca.

Região central de Winnipeg durante uma nevasca. | Foto: Bruno/@naproadavida

Onde ficar em Winnipeg

Embora Winnipeg seja um lugar onde as pessoas chegam para morar por alguns meses ou para ficar de vez, a oferta de hotéis pela cidade é muito boa e pode atender bem àqueles que estão passando para visitar a cidade e viajando pelo Canadá. O Airbnb funciona bem em Winnipeg.
Se você é uma dessas pessoas e vai passar pouco tempo em Winnipeg, a melhor opção é se hospedar na região central, também conhecida como Downtown Winnipeg, pois é ali onde estão diversas atrações turísticas que você vai querer visitar. Por ali estão os hotéis:
Suite do Fairmont Winnipeg com vista para a cidade e seus parques. | Foto: divulgação/Booking

Suite do Fairmont Winnipeg com vista para a cidade e seus parques. | Foto: divulgação/Booking

Saint Boniface, a região francesa, também é uma boa opção para se hospedar em Winnipeg, com a diferença de que aqui, por ser uma área mais residencial, é possível reservar e se hospedar em pequenas casas ao melhor estilo canadense. As melhores opções aqui são uma casinha perto do St. Boniface Hospital, uma que fica logo após a ponte no parque The Forks e o Norwood Hotel.
Outra região ótima é a Osborne Village, com diversas opções de restaurantes, bares e uma vida noturna um pouco mais agitada, além de lojas que vendem diferentes tipos de objetos e acessórios. Aqui também é possível se hospedar em casas e curtir de forma mais relaxada ou mesmo num apartamento.

Como se locomover em Winnipeg no inverno

Se locomover em Winnipeg é relativamente simples, mesmo durante o inverno pois, ainda que seja considerada uma cidade grande, a maioria das distâncias leva cerca de 20-30 minutos. Os ônibus estão por toda parte, principalmente na região central, levando para diversos parques e atrações turísticas da cidade.
Memorial no centro de Winnipeg.
Memorial no centro de Winnipeg. | Foto: Bruno/@naproadavida
O bilhete do ônibus custa cerca de C$3. O táxis são bem usados em Winnipeg e geralmente não são caros, nós geralmente gastamos entre C$10 e 15 para nos locomover no centro e bairros vizinhos como Osborne Village e Corrydon Avenue.
O Uber e aplicativos de transportes mais conhecidos não conseguiram entrar ou serem bem aceitos em Winnipeg, mas é possível usar o TappCar ou outros aplicativos de táxi da cidade.
Uma forma muito comum também de se locomover no verão é a bicicleta, já que a região é bem plana e com faixas para ciclistas. Nós fizemos muitas coisas caminhando, pois no centro de Winnipeg existem os túneis e passarelas, ao que eles se referem como Skywalk ou Underground.
É muito bom saber que existem esses caminhos na cidade e ver até onde eles vão, pois a cada semana descobríamos um caminho novo, depois de ter andado na rua por algum tempo.

O que fazer em Winnipeg no inverno

Mantenha-se quentinho, bem agasalhado e curta Winnipeg e o inverno canadense da melhor forma, bora lá:

Mapa de Winnipeg

Abaixo está um mapa de Winnipeg que montamos com várias atrações e localizações dos lugares citados abaixo, além de dicas de hotéis e restaurantes:

A cidade de Winnipeg no inverno

Se você, como nós, chegar em Winnipeg durante o inverno, vai se surpreender e ver que a vida simplesmente segue seu fluxo normal e que os canadenses fazem de tudo durante a época mais fria do ano. Com a ajuda do Skywalk ou Underground, é possível percorrer uma grande parte da região central da cidade sem sequer sentir o frio que faz lá fora, é muito interessante!

Mas já que você chegou no inverno, bora curtir o melhor da cidade e fazer diferentes atividades, seja dentro ou fora de casa. Abaixo estão algumas das coisas que fizemos no inverno canadense:

Que tal garantir o seu chip com internet antes de sair do Brasil?

A EasySim4U oferece diversos pacotes com internet ilimitada, além de pacotes de voz que você pode usar em mais de 190 países e o melhor, atendimento em português e entrega em todo o Brasil. Confira o melhor pacote para você. Use o cupom NAPROADAVIDA10 e receba 10% de desconto na compra do chip.

Visitar os parques de Winnipeg no inverno

The Forks

O The Forks é aquele parque de todas as horas em Winnipeg, se no verão é possível curtir as atividades ao ar livre às margens do Red River e Assiniboine River, no inverno ele também se torna um dos lugares mais visitados e com diversas atividades invernais para praticar.

Se o inverno for daqueles fortes e não houver oscilações na temperatura (algo difícil nos últimos anos) as autoridades abrem trilhas para que seja possível patinar nos rios congelados que se cruzam no The Forks. No próprio parque eles também criam pistas e trilhas de patinação, onde é possível aprender a tentar jogar hockey e até mesmo arriscar no curling.

Em uma das pistas de patinação do The Forks, no centro de Winnipeg.

Em uma das pistas de patinação do The Forks, no centro de Winnipeg.

O The Forks possui uma área fechada, usada para se abrigar um pouco, alugar os patins e que também conta com diversos restaurantes e fast-food na área térrea, onde se pode provar o poutine (prato típico do Canadá). O andar de cima conta com lojas de artesanato e souvenirs dos mais diversos.

É no The Forks também onde acontecem as celebrações de ano novo em Winnipeg com fogos de artifício, porém, todas as pessoas que conhecemos e que já estiveram nas festas de réveillon, não recomendam a experiência por conta do frio que faz por aqui, afinal, estamos falando de uma das cidades mais frias do mundo.

FortWhyte Alive – Winnipeg no inverno

O FortWhyte foi um dos lugares que mais gostamos de visitar em Winnipeg, mesmo no inverno. O parque conta com florestas, lagos e diversas trilhas que permitem explorar mais a área, que também conta com alguns animais como o Bisão, veados e outros animais selvagens. Nós vimos somente os bisões, mas achamos ruim o fato de eles estarem “presos” numa área cercada, o que a torna numa espécie de zoológico.

Bisões caminham numa área fechada do FortWhyte Alive em Winnipeg

Bisões caminham numa área fechada do FortWhyte Alive em Winnipeg. | Foto: Bruno/@naproadavida

Dependendo da época do ano, é possível fazer caminhadas, observar diferentes aves e curtir os lagos. No inverno é possível patinar no gelo (se a administração conseguir criar e arrumar as trilhas), andar com snowshoes, descer nos tobogãs e até mesmo pescar no gelo. Eles possuem passeios guiados e existe uma taxa de entrada no parque, veja os valores atualizados no site.

Crianças descendo e se divertindo no tobogã do FortWhyte Alive.

Crianças descendo e se divertindo no tobogã do FortWhyte Alive. | Foto: Bruno/@naproadavida

Assiniboine Park

Um dos queridinhos para os eventos que acontecem durante os meses quentes, o Assiniboine Park é sempre um lugar ótimo a ser visitado.

Pista de patinação do Assiniboine Park no inverno de Winnipeg.

Pista de patinação do Assiniboine Park no inverno de Winnipeg. | Foto: Bruno/@naproadavida

No inverno, o pequeno lago se torna um dos melhores lugares para patinar no gelo em Winnipeg e, logo ao lado, eles abrem uma mini pista no morro onde as crianças descem no gelo com trenós de plástico e madeira.

Saint Vital Park

Outro parque sensacional para visitar em Winnipeg, o St. Vital Park fica às margens do Red River, também um pouco longe de Downtown, mas que vale a pena a visita.

O Duck Pound do Saint Vital Park cheio de crianças patinando entre as ilhas.

O Duck Pound do Saint Vital Park cheio de crianças patinando entre as ilhas. | Foto: Bruno/@naproadavida

Um lago com duas ilhas dentro e muitas árvores ao redor formam a paisagem deste que, no inverno, se tornou um dos lugares que mais gostamos de fazer patinação no gelo e até mesmo caminhar com amigos em dias menos frios. O hotel Best Western Pembina Inn & Suites fica bem próximo do St. Vital Park.

Pensando em viajar por um longo período e fazer trabalhos voluntários? Acesse o site da Worldpackers e tenha US$10 de desconto na sua próxima experiência no exterior.

O que fazer em Winnipeg no inverno

Ice Skating (patinação no gelo)

Embora seja possível patinar em lugares fechados mesmo durante o verão, a patinação é um esporte maravilhoso de se fazer no inverno e em lugares onde se pode ver e sentir mais da natureza nessa época do ano.

Os parques que contam com lagos e rios durante o verão e outono, se tornam ótimas pistas de patinação no inverno e os moradores locais não deixam de patinar e aproveitar. Alguns dos principais lugares para patinar em Winnipeg no inverno são:

  • The Forks Winter Park: com mais de 1km de trilhas pelo parque
  • Assiniboine Park e Saint Vital Park: ambos com pequenos lagos congelados.
  • FortWhyte Alive: onde a administração nem sempre consegue deixar as trilhas em melhores condições, mas é um lugar que vale a pena conferir.
Patinando no lago congelado em Saint Vital Park. Winnipeg no inverno

Patinando no lago congelado em Saint Vital Park. | Foto: Bruno/@naproadavida

A região do Happyland Park é um pequeno lugar na parte francesa de Winnipeg que muita gente não conhece, mas que vale a pena conferir.

O Seine River passa naquela região, e nós tivemos a oportunidade de visitar uma comunidade onde as pessoas aproveitaram o congelamento dos pequenos córregos para criar trilhas de patinação no meio das florestas. Este foi, sem dúvidas, o lugar mais legal que fizemos patinação em Winnipeg.

Criançada jogando hockey próximo ao Happyland Park e os córregos congelados.

Criançada jogando hockey próximo ao Happyland Park e os córregos congelados. | Foto: Bruno/@naproadavida

Uma coisa que não vimos e ficamos muito tristes foi a Red River Mutual Trail, a patinação no Red River e no Assiniboine River, tudo isso porque o clima tem mudado muito e, nos últimos anos, o frio não foi suficiente para congelar os rios de forma segura para que as pessoas pudessem passear e praticar esportes sobre eles, além disso, os rios estavam com o nível de água acima do normal. Mas esperamos que numa volta à cidade o clima tenha voltado à sua normalidade e aí poderemos patinar rio abaixo e atualizar esse post. ?

Snowboarding em Manitoba

Uma das coisas que mais gostamos de aprender no Canadá foi a praticar o snowboarding, sem dúvidas. Para muitos pode parecer loucura simplesmente se jogar montanha abaixo com uma prancha nos pés e um monte de neve no chão mas, para nós, foi a melhor experiência possível.

Novamente nossos amigos brasileiros nos ajudaram nessa e nos ensinaram algumas coisas importantes nas primeiras vezes, mas nós também tivemos uma aula com um instrutor e valeu a pena ver as instruções de uma outra perspectiva, se puder, faça também.

Com os amigos começando o snowboard em Asessippi.

Com os amigos começando o snowboard em Asessippi.

Lugares para praticar ski e snowboarding em Manitoba

Mesmo não sendo um lugar com montanhas (e está muito longe disso), Manitoba ainda oferece algumas boas opções para fazer snowboarding, principalmente para quem está aprendendo e ainda não se sente seguro para encarar as montanhas de Banff, Whistler, Lake Louise e outros. Confira os melhores lugares para praticar snowboarding e ski perto de Winnipeg, Canadá:

Asessippi

A região de Asessippi não tem muita coisa para fazer além de esquiar ou praticar snowboard, pois a cidade consiste basicamente do hotel na estrada, do resort e da estação de esqui. Asessippi fica depois do parque nacional de Riding Mountain, quase na divisa com a província de Saskatchewan e a viagem de Winnipeg até lá pode levar entre 4-5h em uma estrada bem plana, reta e entediante.

A região de Asessippi e as pistas de ski vistas e cima (Manitoba, Canadá) - Winnipeg no inverno

A região de Asessippi e as pistas de ski vistas de cima (Manitoba, Canadá). | Foto: Bruno/@naproadavida

A estrutura de Asessippi pode ser considerada boa e eles tem diversas trilhas para quem gosta de explorar deslizando pela neve. Foi o lugar que mais gostamos de fazer snowboard e, nos últimos dias, conseguimos aproveitar tanto que descemos todas as 26 pistas.

É possível descer todas elas, independente do seu nível, mas é preciso tomar muito cuidado com as mais íngremes e prestar atenção nas cores verde, azul e preta, que significam respectivamente o nível fácil, médio e difícil.

Snowboarders e esquiadores dividem as pistas de Asessippi, no Canadá.

Snowboarders e esquiadores dividem as pistas de Asessippi, no Canadá. | Foto: Victória/@naproadavida

Lá, é preciso pagar o uso do teleférico e, caso não tenha, aluguel dos equipamentos e prancha. Saiba o que levar numa viagem de ski ou snowboard e confira o site da estação de Asessippi para mais informações.

Holiday Mountain

O Holiday Mountain foi o primeiro lugar onde praticamos snowboard na vida! Talvez não tenha sido a melhor das ideias, pois os morros até que são altos mas, depois que conhecemos os lugares mais baixos, ficamos felizes de aquele ter sido o primeiro lugar. O Holiday Mountain fica a 150km de Winnipeg, o que pode levar entre 1h30 e 2h de viagem.

Pistas de ski/snowboard do Holiday Mountain Resort.

Pistas de ski/snowboard do Holiday Mountain Resort. | Foto: Bruno/@naproadavida

Olhe bem o trajeto no dia da viagem e tente sempre pegar a Highway 3, nós pegamos o caminho via Manitou e tivemos problemas com a nevasca e a estrada naquele dia, como mostramos no Instagram e no YouTube. Este resort é menor que o primeiro, mas ainda assim conta com um pouco mais de 10 trilhas disponíveis para quem curte os esportes. Veja mais dicas sobre este resort e no site todas as informações de valores e funcionamento.

Springhill Winter Park

Quando eu disse que ficamos felizes de ter tido a primeira vez de snowboard em Holiday Mountain, é porque o próximo lugar foi o Springhill. Este fica bem mais perto de Winnipeg e atrai diversas pessoas que querem praticar o esporte pela primeira vez.

É uma boa opção para quem não tem carro, mas que ainda assim quer esquiar ou praticar snowboard no Canadá. O morro é bem pequeno e a descida não leva mais que 30-40 segundos (se você não cair), mas dá pra se divertir sim.

No teleférico de Springhill Winter Park e um frio absurdo de -25ºC em Winnipeg.

No teleférico de Springhill Winter Park e um frio absurdo de -25ºC em Winnipeg. | Foto: Bruno/@naproadavida

Para quem tem mais experiência, existe um “parque” com obstáculos e rampas para fazer manobras e, para quem não quer fazer ou mesmo tentar o esporte, o bar é um bom lugar para ficar assistindo as pessoas subindo e descendo na neve.

O teleférico do Springhill é o mais barato de todas as estações de inverno em Manitoba e, em alguns dias, fica ainda mais acessível para quem quiser fazer na parte da tarde ou começo da noite. Veja o site para mais informações.

Curling

Já que estamos falando de uma cidade em que o inverno e os dias frios duram entre 7 e 8 meses, é óbvio que é possível encontrar diversos tipos de esportes a serem praticados aproveitando a neve e o gelo.

O Curling também está bem presente em Winnipeg e você pode arriscar e tentar aprender em algumas arenas. Alguns clubes organizam ligas e competições para quem gosta do esporte, o Granite Curling Club e o Curl Manitoba sempre estão com atividades acontecendo.

Crokicurl em uma das entradas do The Forks em Winnipeg no inverno

Crokicurl em uma das entradas do The Forks em Winnipeg. | Foto: Tourism Winnipeg

No The Forks é possível jogar uma versão do curling chamada de Crokicurl, com pedras de granito e uma pista em forma de círculo, é uma experiência bem legal se o dia não estiver com temperaturas de -30º C, que foi o nosso caso.

Praticar Snowshoe

Para quem gosta de fazer trilhas e caminhadas na floresta, uma ótima forma de fazer isso no inverno sem afundar todo o pé na neve fofa das áreas menos visitadas, é praticando o snowshoeing. É possível praticar em diversos parques da cidade, já que a neve está por toda parte.

Os principais lugares e onde se é possível alugar os equipamentos são o FortWhyte Alive, La Barriére Park e nos pequenos parques da cidade é possível praticar, mas você precisa ter o seu próprio snowshoe.

A atividade baseia-se praticamente de andar sobre a neve com uma “raquete” no pé, se você tem mais curiosidade sobre o que é snowshoeing, veja este vídeo.

Cross Country Skiing

O Cross Country Ski é uma modalidade do ski que não precisa de montanhas ou morros para ser praticado. É uma ótima atividade também para quem ainda se sente inseguro para começar no ski downhill.

Cross country ski no Windsor Park em Winnipeg. | Tourism Winnipeg

Cross country ski no Windsor Park em Winnipeg. | Tourism Winnipeg

Os lugares próximos a Winnipeg para praticar são: Assiniboine Park, Birds Hill, La Salle River, Windsor Park Nordic Centre, Beaudry Park entre outros. É bom ter em mente que nem todos estes lugares possuem uma estrutura para alugar equipamentos e é sempre inteligente checar as condições das trilhas antes de cair na neve.

Ice Fishing (pesca no gelo)

Quer uma experiência bem local e bem a cara do inverno? A pesca no gelo tá aí pra isso! É bem interessante esse tipo de pesca, onde eles fazem um buraco no gelo de um lago ou rio congelado, montam uma cabaninha para se protegerem do frio e passam horas pescando no gelo.

O FortWhyte Alive é um dos lugares onde é possível alugar equipamentos para a prática. Os canadenses sempre vão para o interior das províncias, onde eles possuem uma cabana em frente ao lago e podem praticar ice fishing com uma estrutura um pouco melhor, se você tiver algum amigo canadense, peça-o para te levar para pescar.

Festivais em Winnipeg no inverno

Como eu disse no começo, as coisas precisam funcionar e as pessoas se divertirem mesmo quando o frio é extremo. Por isso, existem diversos eventos que são organizados em Manitoba e Winnipeg no inverno. Alguns eventos acontecem na própria cidade e região central e outros são organizados em pequenas cidades da província, o que pode ser mais difícil para quem não dirige ou possui carro.

Show de Jazz durante o Festival du Voyageur em Winnipeg.

Show de Jazz durante o Festival du Voyageur em Winnipeg. | Foto: Bruno/@naproadavida

Os principais festivais de inverno são o Snowdance Festival, que acontece na região do Falcon Lake, o Gimli Ice Festival, que acontece na “cidade viking” de mesmo nome e o Festival du Voyageur, que acontece em Winnipeg e falamos mais abaixo. Para mais informações em festivais de inverno, acesse o site de Manitoba.

Festival du Voyageur em Winnipeg no inverno

O Festival du Voyageur é um dos festivais mais tradicionais e importantes de Winnipeg e até do Canadá, sendo o maior festival de inverno do país. Aqui é possível admirar as esculturas de gelo gigantescas feitas por artistas de diversas partes do mundo.

Castelo de gelo no Festival du Voyageur em Winnipeg.

Castelo de gelo no Festival du Voyageur em Winnipeg. | Foto: Bruno/@naproadavida

O festival também conta com muitos eventos de música acústica, danças e outras atividades. É também um ótimo lugar para provar algumas das principais comidas típicas do Canadá.

Para quem mora em Winnipeg, é possível se voluntariar para ajudar em diversas partes da organização do evento, isso ajuda muito na hora de conhecer novas pessoas e entender mais da cultura. O evento geralmente acontece no mês de fevereiro e a programação, ingressos e datas podem ser conferidas no site oficial.

Snow Maze

O maior labirinto de neve do mundo! Sim, eles fazem questão de dizer que o Guinness Book reconheceu isso. Assim como na plantação de milho, a ideia aqui também é te deixar perdido, porém, desta vez, no gelo.

Por isso é bom ir bem agasalhado e preparado para ficar algumas horas fora e no frio. A média de tempo de uma parte a outra do labirinto é de cerca de 45 minutos, mas pode levar mais tempo caso você não se encontre ou se realmente quiser fazer parte do desafio e encontrar os itens que eles escrevem na entrada.

Perdidos tentando encontrar a saída do labirinto mais gelado em que já estivemos ?.

Perdidos tentando encontrar a saída do labirinto mais gelado em que já estivemos ?. | Foto: Bruno/@naproadavida

Nós visitamos o Snow Maze no mês de março e, como o inverno tinha sido “menos rigoroso”, as temperaturas já estavam subindo e começando a derreter um pouco do labirinto, mas nada que atrapalhasse a experiência.

Existe também uma torre e um tobogã, onde você pode pagar uma pequena taxa e descer com um trenó de plástico alugado, é bem divertido. A visita ao Snow Maze vale a pena, mas não espere nada extraordinário. Além do labirinto, existe um bar de gelo com poltronas, copos e tudo de gelo, além de algumas áreas para praticar (ou tentar) alguns esportes de inverno.

Se você quiser descer na neve, mas não quiser pagar por isso, existe um pequeno morro na parte de trás do labirinto, onde eles disponibilizam trenós para as pessoas deslizaram por sua conta e risco. Essa parte fica cheia de crianças e pais descendo e subindo até não aguentarem mais.

Thermea by Nordik Spa-Nature

Uma das experiências que os canadenses mais recomendem para quem visita Winnipeg no inverno, mas ainda é possível curtir as facilidades do Thermea durante todo o ano. Este lugar se trata de um Spa natural especializado em termoterapia e a ideia é que as pessoas relaxem nas piscinas, saunas e salas de esfoliação e relaxamento, num ambiente envolto por muita natureza.

Área de piscinas e spa do Thermea by Nordik Spa-Nature.
Área de piscinas e spa do Thermea by Nordik Spa-Nature. | Foto: divulgação

O Thermea abre durante todo o ano, mas o legal de visitar durante o inverno é a sensação de estar em uma piscina aquecida ao ar livre, em uma temperatura de -30º C ou até mesmo nevando. Confira o site para valores e informações.

City Tours em Winnipeg

Winnipeg, como eu disse anteriormente, não é o lugar mais turístico do Canadá mas, ainda assim, é possível conhecer lugares bem interessantes na cidade. E para isso, você pode contratar passeios que te levam para conhecer pontos importantes da cidade, como o Trolley Tour (passeio de bonde) de 2 horas ou para um lugar em específico, como é o caso do tour das cervejarias de Winnipeg com degustação e o tour noturno que passa por lugares mal assombrados da cidade.

Se você vai visitar outras partes do Canadá, veja os tours disponíveis:

Manitoba Legislative Grounds (Legislativo de Manitoba)

Um dos edifícios mais importantes da cidade. No topo, está o Golden Boy, a estátua dourada a que os canadenses se referem como o primeiro cidadão de Manitoba. Aqui é possível aprender um pouco mais sobre a história da província e até mesmo fazer um tour guiado dependendo da época.

Luzes do Legislativo em uma noite de inverno bem frio de Winnipeg.

Luzes do Legislativo em uma noite de inverno bem frio de Winnipeg. | Foto: Bruno/@naproadavida

O prédio em si fica aberto das 8h às 20h e no inverno, eles enfeitam toda a área de fora com milhares de luzes e fica muito bonito. Um dos lugares que mais valem a pena visitar em Winnipeg nas noites frias de inverno.

Atividades para fazer em espaços fechados (indoor) em Winnipeg no inverno

Quando o frio extremo faz parte da vida de uma cidade, ela acaba se adaptando para que os moradores continuem a praticar suas atividades mesmo quando as temperaturas chegam a 45º C abaixo de zero. E graças a isso, é possível encontrar diversos lugares onde se pode praticar esportes e atividades em lugares fechados, independente da estação ou clima, veja mais:

Patinação no gelo (indoor ice skating)

Os canadenses adoram patinar no gelo e, mesmo quando o verão chega e toda aquela neve e gelo derretem, eles arrumam formas de continuar a prática. Por isso, existem diversas arenas onde é possível fazer patinação no gelo, algumas pagas e muitas outras gratuitas. Veja o site da cidade para informações sobre as arenas.

Jogo do Winnipeg Jets (Ice hockey)

Assistir a um jogo do Winnipeg Jets durante o inverno na cidade é uma das coisas mais legais de se fazer, principalmente para quem não gosta muito de atividades ao ar livre. Eu diria até que está no topo da lista de esportes para assistir em Winnipeg.

Não só porque os canadenses são loucos por ice hockey, mas porque os winnipegers são malucos pelo Winnipeg Jets, o time de hockey que representa a cidade na NHL (National Hockey League), a liga de hockey norte-americana, que conta com diversos times de Estados Unidos e Canadá.

Estádio lotado para um jogo do Winnipeg Jets - Go Jets Go!

Estádio lotado para um jogo do Winnipeg Jets – Go Jets Go! | Foto: Bruno/@naproadavida

Os Jets normalmente têm muitos jogos durante uma temporada e cerca de 40 jogos acontecem no Bell MTS Place, o estádio do time em Winnipeg, que tem capacidade para mais de 16 mil pessoas e quase todos os jogos são com casa cheia.

Outro time que vale a pena ir aos jogos para sentir a vibe num estádio de hockey é o Manitoba Moose, um time que pertence ao Jets, mas é considerada a “categoria de base” do time principal. Ver um jogo do Moose pode ser mais fácil e acessível, pois a liga em que jogam é inferior à NHL e por isso, o estádio fica cheio de crianças e muitas famílias. Vale a pena a experiência.

Flying Squirrel

O maior parque de trampolim indoor do mundo – é assim que eles se denominam e muito provavelmente, são mesmo. O Flying Squirrel é um lugar que conta com dezenas de trampolins disponíveis para pessoas de qualquer idade, que estejam dispostos a sair saltando de um lugar para outro.

Uma ótima opção de entretenimento e diversão para quem já viu tudo o que tem pra fazer em Winnipeg ou simplesmente gosta de se divertir e dar boas risadas. Confira o vídeo abaixo ou veja mais no site:

Indoor Rock Climbing

Outra boa forma de se exercitar é escalar as paredes dos edifícios de Winnipeg. Mas calma, pois eles também têm lugares reservados para a prática. É possível fazer escalada em lugares fechados e se divertir com a presença de instrutores e pessoas prontas para ajudar.

Alguns dos lugares mais famosos para Indoor Rock Climbing em Winnipeg são: YFC Winnipeg, Vertical Adventures e o clube de escalada em Saint Boniface, a parte francesa da cidade.

Escape Room e similares

Os escape room também caíram nas graças dos canadenses e, Winnipeg possui vários destes lugares com salas onde os participantes podem testar suas habilidades e como agir sob pressão. Alguns dos mais famosos são o Codebreakers, Get Out! e o ACTIVATE, que tem uma proposta diferente, mas que vale a pena checar.

Uma das atividades no ACTIVATE de Winnipeg. | Foto: divulgação

Uma das atividades no ACTIVATE de Winnipeg. | Foto: divulgação

O que fazer em Winnipeg no inverno

Curtir a vida noturna, artística e eventos musicais de Winnipeg no inverno

Mesmo não sendo uma cidade super agitada e com uma vida noturna muito ativa, é possível curtir algumas festas e baladas espalhadas em diferentes regiões.

No centro, a Fame faz a alegria do público LGBT e simpatizantes, enquanto alguns pubs servem boas cervejas e músicas alternativas ou acústicos, que são o caso do King’s Head ou La Roca, o Pyramid Cabaret sempre tem algo acontecendo voltado para diferentes gêneros. A região da Osborne Village conta com alguns night clubs e karaokês; nós curtimos algumas noites cantando bem alto no AGIT Karaoke, que fica na Osborne Street.

Festa na discoteca The Good Will - Social Club. Winnipeg no inverno

Festa na discoteca The Good Will – Social Club. | Foto: Tourism Winnipeg

A cidade também é palco para muitos artistas e eventos musicais e o Bell MTS Place é um dos lugares onde grande parte destes eventos acontecem. No centro também estão diversos teatros que são anfitriões para espetáculos muito bons, dê uma olhada no que está rolando nestes lugares: Royal Manitoba Theatre, Centennial Concert Hall, Tom Hendry Warehouse e outros que estão na região do Exchange District.

Museus e galerias de arte

Como comentamos no outro guia de viagem para Winnipeg, a cidade tem uma presença artística muito forte e a arte está presente em diversos momentos de sua história, contada em diferentes formas.

O prédio do museu Human Rights visto desde o parque The Forks. - Winnipeg no inverno

O prédio do museu Human Rights visto desde o parque The Forks. | Foto: Bruno/@naproadavida

Existem diversos museus na cidade que mostram e abordam diferentes temas e, entre os principais museus e galerias estão o The Pavilion, Royal Canada Mint, Winnipeg Art Gallery e Children’s Museum, ótimo para quem viaja com crianças no Canadá. O Canadian Museum for Human Rights e o Manitoba Museum são alguns dos principais museus de toda a província de Manitoba.

Assiniboine Park Zoo (não recomendamos)

Quem nos acompanha há algum tempo e desde a nossa longa viagem pela Ásia ou mesmo no Instagram e YouTube, sabe que somos contra qualquer tipo de atração que envolva animais e é por isto que este é o último da lista de atrações. A gente sempre pensa em não colocar estes lugares como opção, mas vocês vão encontrar de qualquer jeito, certo?!
A nossa ideia ao mencionar este zoológico é realmente pedir para que vocês evitem a visita e pensem um pouco mais na questão ambiental e de preservação dos animais. Os canadenses tentaram nos convencer a ir, usando o argumento de que este é o único lugar em que veremos um urso polar numa cidade.
E este foi exatamente o motivo pelo qual não quisemos ir, pois animais como os ursos polares vivem num espaço 1 milhão de vezes menor que em seu habitat natural. Novamente, nós não recomendamos a visita a zoológicos em geral e você pode pesquisar mais em relação a isso antes de decidir ou não visitá-los.
Nós temos em mente uma viagem para a região norte da Noruega, onde é possível ver os ursos polares na natureza, o que também é possível ao norte de Manitoba, num lugar chamado Churchill.

Seguro Viagem para o Canadá

O Seguro Viagem não é um item obrigatório de viagem para o Canadá, porém, é sempre bom ter em mente a importância de se contratar um bom seguro ao viajar para qualquer destino. Se a ideia é viajar para o Canadá durante o inverno e praticar esportes radicais, escolha um bom seguro que cubra a prática destes esportes de inverno, que é o caso das seguradoras World Nomads e SafetyWing. A World Nomads possui um desconto de 5% com o cupom PROADAVIDA, no link.
Um ótimo buscador brasileiro é a Seguros Promo, que oferece diversos tipos de seguro com preços muito bons. O cupom de 10% de desconto é o NAPROADAVIDA10, através do link.
E aí, gostou das dicas? E como foi a sua experiência visitando Winnipeg no inverno? Conta pra gente aqui nos comentários! Se quiser ver mais fotos ou vídeos sobre o Canadá, siga as nossas redes sociais: Instagram, Facebook, Pinterest e YouTube.
Que tal compartilhar?


Indo para a Tailândia?
Conheça os melhores passeios para a sua viagem. Guias, fotógrafos e atendimento em português.

Somos Bruno & Vic, dois viajantes que se conheceram e se apaixonaram trabalhando a bordo de um navio de cruzeiros. Em 2016, saímos em uma viagem ao mundo e, desde então, levamos a nossa vida na estrada. Entre caronas, voluntariados e trabalhos online compartilhamos nossas inúmeras experiências e pouco dessa vida nômade aqui no Blog Na Proa da Vida, veja mais

Planeje sua viagem

seguro viagem

hotéis

chip de internet

trabalho voluntário

passeios & ingressos

transporte pela ásia

Veja mais sobre o mesmo assunto:

Nota: este post pode conter links de parceiros do blog Na Proa da Vida. Isso significa que ao comprar um de seus produtos você estará ajudando na manutenção do nosso blog e do conteúdo de qualidade produzido para você. Não se preocupe, você não paga nadica de nada a mais por isso e ainda nos motiva a conseguir descontos exclusivos, em diversos serviços, para os leitores do Na Proa da Vida. Saiba mais.

i
Categorias: Canadá | Destinos
<a href="https://www.naproadavida.com/" target="_blank">Bruno</a>
Bruno
Já morei numa casa de lata flutuante onde o maior prazer era descobrir os sete mares. Trabalhei nos maiores eventos esportivos do mundo e vi o Bolt voando para mais um ouro no Rio de Janeiro. Hoje viajo o mundo sem data de volta para casa, na verdade, tenho chamado o mundo de minha casa. Não conto quantos países conheci pelo número de carimbos no passaporte, pois às vezes conheço dez países dentro de um só. Mergulhador e amante do oceano, amo aprender novos idiomas e coisas novas e escrevo sobre algumas das minhas aventuras no Na Proa da Vida.

Pode ser interessante para a sua viagem

E aí, que tal deixar um comentário? ?

12 Comentários

  1. Carla Mota

    Que lugar lindo! Nunca tinha ouvido falar em Winnipeg, muito menos no Inverno. Que lindo! Fiquei encantada. Eu adoro Inverno gelado, neve, pistas de ski, bebida quente e lareira. Já tirei imensas dicas para um dia visitar.

    Responder
    • Victória Farina

      Nossa então você vai amaaar Winnipeg, a cidade do inverno no Canadáo, Carla!

      Responder
  2. Ruthia Portelinha

    As fotografias com neve ficam tão lindas, mas o frio… 4oºC negativos é para congelar mesmo. Mas deve ser uma experiência e tanto visitar Winnipeg no Inverno. O Canadá é muito lindo

    Responder
    • Victória Farina

      Canadá é maravilhoooooooso, Ruthia e, apesar do frio, tem MUITA coisa pra fazer. Como você pode ver nesse guia completo de Winnipeg 🙂

      Responder
  3. Marcela

    Winnipeg parece ser linda e eu morro de vontade de conhecer. Amooo frio e acho que iria curtir congelar por lá 😛 Adorei suas dicas

    Responder
    • Victória Farina

      Winnipeg é apaixonaaaaante e, se você gosta de frio, vai amar mais ainda visitar no inverno. Você viu que tem MUITA coisa pra fazer, ne Marcela?

      Responder
  4. Luciana Rodrigues

    Olha, um lugar com o Winnipeg é lindo de v er, mas não sei como poderia ser viver em um lugar tão frio assim.

    Responder
    • Victória Farina

      Nós também achávamos que era impossível mas AMAMOS a experiência e queremos viver de novo essa experiência de visitar Winnipeg no inverno!

      Responder
  5. Danielle

    Vocês têm amigos ou família que moram em Winnipeg? desculpa pela pergunta, mas porque Winnipeg é frio pacas.. kkkk… Eu morei em Toronto e não pensei ir a Winnipeg devido aos ventos fortes da região.
    O que você achou que mais valeu a pena na estadia em Winnipeg?

    Responder
    • Victória Farina

      Nós temos muitos amigos em Winnipeg sim, Dani! Adoramos que foi a primeira cidade que conhecemos pq agora já visitamos o pior hahaha Toronto e Vancouver vão ser fichinha perto de Winterpeg.
      Nós amamos que foi a primeira vez que vimos neve de verdade então isso foi BEM especial s2

      Responder
  6. Murilo Pagani

    Confesso que sou avesso a viajar para destinos que são muito frios, mas tem tanta coisa bacana para fazer em Winnipeg no inverno, que acho que se agasalhando corretamente dá para curtir bastante, né?!

    Sem falar que acho lindas as paisagens do inverno. Acho que vale que o esforço para vencer o frio acaba sendo recompensado!

    Adorei as dicas!

    Obrigado

    Responder
    • Victória Farina

      Com certeza vale muuuuuito a pena, Murilo. A gente ODIAVA frio e amou de paixão Winnipeg no inverno. Quando chegou o verão a gente ficou até triste de ver a neve derretendo hahahaha

      Responder

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *