O que saber antes de visitar Fernando de Noronha

Home » Destinos » Brasil » O que saber antes de visitar Fernando de Noronha

Atualizado em Feb 4, 2021

Por: Bruno

Atualizado em Feb 4, 2021

Por: Bruno

Existem algumas coisas importantes que os turistas precisam saber antes de visitar Fernando de Noronha. Com a ajuda da nossa amiga Bia (@bmargonari), já criamos um guia de viagem para Fernando de Noronha recheado de dicas sobre a ilha e outro guia com as praias de Fernando de Noronha, pra você chegar na ilha sabendo tudo e pela visão de quem morou na ilha.

A Viuvinha nas praias de Fernando de Noronha. O que saber antes de visitar Fernando de Noronha

A Viuvinha nas praias de Fernando de Noronha.

Desta vez, a ideia é trazer um pouco mais de conscientização aos visitantes de Noronha, alguns alertas e informações básicas sobre a ilha. Confira abaixo o que você precisa saber antes da sua viagem a Fernando de Noronha.

O que saber antes de visitar Fernando de Noronha

Questões ambientais e problemas de Noronha

1) A água de abastecimento da ilha de Noronha é de captação de chuva ou dessalinizada, logo é comum faltar água nas casas e pousadas, principalmente na época de seca ou durante a alta temporada.

2) É necessário fazer um uso consciente da água.

3) Os mercados são abastecidos quando chegam os barcos. Geralmente chegam uma vez por semana. É comum as frutas, verduras e legumes já chegarem meio feios e muitas vezes faltar opções no mercado ou até mesmo ingredientes nos restaurantes.

4) Água para beber em Noronha: tem 2 tipos de água, a mineral e a dessalinizada tratada. A dessalinizada tratada é uma água potável, porém, quem não está acostumado pode passar mal.

O que saber antes de visitar Fernando de Noronha

5) Em Noronha, banho aquecido e ar condicionado é luxo! Como em muitas ilhas mundo afora, energia elétrica é sempre algo muito difícil e cara. Por isso, não são todos os estabelecimentos e pousadas de Noronha que contam com banho quente, ar condicionado e outros privilégios do continente e cidades grandes.

6) Em época de swell (ondas fortes), pode acontecer dos barcos não conseguirem encostar no píer e não ser possível trazer comida, galão de água e mantimentos.

7) Na época de chuva é comum muitos estabelecimentos terem goteiras, já que as construções são bem simples.

8) Os preços “para turistas” em Fernando de Noronha é o mesmo que os moradores pagam. Muitas pessoas reclamam para os moradores que é extremamente “caro para turistas”, mas sim, os locais pagam o mesmo valor.

O que saber antes de visitar Fernando de Noronha

9) Um dos maiores problemas que a ilha está enfrentando é em relação ao esgoto. Com um sistema de esgoto ultrapassado e uma quantidade abusiva de pessoas na ilha, muitas vezes o esgoto transborda na rua ou vaza na Praia do Cachorro ou do Boldró. O problema se agrava na época de chuva.

10) Se estiver nadando ou praticando snorkeling nas praias de Noronha e, os golfinhos ou outros animais grandes aparecem no mar, mantenha distância e não tente tocá-los. Você pode transmitir doenças, criar um risco desnecessário e, se pego pelo fiscais, pagar multa por não seguir as regras ambientais da ilha.

11) Jamais jogue lixo no chão, na praia ou no mar! Os locais tem um cuidado muito grande com ilha e é responsabilidade de todos cuidar do seu lixo (que com muito custo ainda será retirado de barco da ilha).

O que saber antes de visitar Fernando de Noronha

12) A ilha têm várias espécies endêmicas, a mais famosa é a Mabuia, que está por todas as partes de Fernando de Noronha. É um lagarto do tamanho de uma lagartixa. Inofensiva e bem simpática as Mabuias estão sempre atrás de comida.

O ICMBio é o órgão que fiscaliza e protege as praias e trilhas de Noronha, mas ainda assim, vale lembrar que é proibido tocar, encurralar, perseguir qualquer animal. É muito comum durante o mergulho ou snorkeling as pessoas tentarem uma aproximação forçada com os animais, podendo colocar o animal ou você mesmo em risco. Não façam isso!

13) Pague as taxas de preservação ambiental (TPA) online no site oficial. Isso ajuda na organização e evita que você pegue uma fila gigantesca ao chegar em Fernando de Noronha.

O que saber antes de visitar Fernando de Noronha

Informações úteis para a viagem a Fernando de Noronha

1) NÃO deixe para sacar dinheiro na ilha. Os únicos bancos que existem por aqui são Santander e Bradesco. Se precisar mesmo sacar dinheiro, a Lotérica e os Correios também realizam o saque, dependendo do banco, mas é muito difícil estarem funcionando, e quando estão, a fila é gigantesca.

2) Caixa eletrônico – Existe um caixa 24h no aeroporto e um no mercado Noronhão (Vila do Trinta) que raramente estão funcionando ou com dinheiro. ?

3) Pague em dinheiro – A maioria dos passeios dão desconto quando você paga em dinheiro em espécie (não, débito não conta) e muitos lugares e passeios não aceitam cartão. Nos restaurantes, pousadas e lojas maiores você consegue passar o cartão mas, ainda assim, pode acontecer de não ter sinal na máquina de cartão.

O que saber antes de visitar Fernando de Noronha

4) O único hospital da ilha é o Hospital São Luis, é um hospital do SUS e para qualquer acidente mais sério, o paciente deve transportado para Recife de forma aérea (Salve Aéreo) já que o hospital não tem estrutura.

Contrate um Seguro Viagem nacional para as suas férias em Fernando de Noronha.

5) Coloque roupas leves na sua mala, pois o clima em Fernando de Noronha é quente em grande parte do ano. Um casaquinho pode ser útil durante a noite.

6) Ao visitar as praias de Fernando de Noronha, consulte a tábua de marés, pois existem praias que é melhor visitar durante a maré cheia e outras ficam mais bonitas e seguras durante a maré baixa.

7) Se vai surfar, saiba que é possível alugar pranchas em algumas das praias de Noronha, assim, você não precisa carregá-las Brasil afora.

O que saber antes de visitar Fernando de Noronha

8) Algumas praias e trilhas possuem difícil acesso e você pode se aventurar nas que são livres para o público. No entanto, se não tiver preparo e costume em trilhas, contrate um guia local para evitar problemas e ter alguém que realmente te mostrando o melhor deste paraíso.

9) Assim que chegar na ilha, realize o agendamento das trilhas e atrações que limitam a visitação ou que somente permitem a visita para quem agendou antes. Estas atrações são concorridas, portanto, pegue as senhas de atendimento à partir das 15h30 e faça o agendamento nos totens de autoatendimento, que funcionam das 17h às 20h, no escritório do ICMBio.

E aí, gostou das dicas? Anotou tudo o que precisa saber antes de visitar Fernando de Noronha? Conta pra gente aqui nos comentários! Se quiser ver mais fotos ou vídeos sobre o Brasil e outros países mundo afora, siga as nossas redes sociais: Instagram, Facebook, Pinterest e YouTube.

Veja também:


Indo para a Tailândia?

Conheça os melhores passeios para a sua viagem. Guias, fotógrafos e atendimento em português.

Somos Bruno & Vic, dois viajantes que se conheceram e se apaixonaram trabalhando a bordo de um navio de cruzeiros. Em 2016, saímos em uma viagem ao mundo e, desde então, levamos a nossa vida na estrada. Entre caronas, voluntariados e trabalhos online compartilhamos nossas inúmeras experiências e pouco dessa vida nômade aqui no Blog Na Proa da Vida, veja mais

Planeje sua viagem

seguro viagem

hotéis

chip de internet

trabalho voluntário

passeios & ingressos

transporte pela ásia

Veja mais sobre o mesmo assunto:

Nota: este post pode conter links de parceiros do blog Na Proa da Vida. Isso significa que ao comprar um de seus produtos você estará ajudando na manutenção do nosso blog e do conteúdo de qualidade produzido para você. Não se preocupe, você não paga nadica de nada a mais por isso e ainda nos motiva a conseguir descontos exclusivos, em diversos serviços, para os leitores do Na Proa da Vida. Saiba mais.

Publicado em: Atualizado em Feb 4, 2021
i
Categorias: Américas | Brasil
<a href="https://www.naproadavida.com/" target="_blank">Bruno</a>
Bruno
Já morei numa casa de lata flutuante onde o maior prazer era descobrir os sete mares. Trabalhei nos maiores eventos esportivos do mundo e vi o Bolt voando para mais um ouro no Rio de Janeiro. Hoje viajo o mundo sem data de volta para casa, na verdade, tenho chamado o mundo de minha casa. Não conto quantos países conheci pelo número de carimbos no passaporte, pois às vezes conheço dez países dentro de um só. Mergulhador e amante do oceano, amo aprender novos idiomas e coisas novas e escrevo sobre algumas das minhas aventuras no Na Proa da Vida.

Pode ser interessante para a sua viagem

E aí, que tal deixar um comentário? ?

0 Comments

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *