Um dia diferente em Bangkok, a capital da Tailândia

Home » Tailândia » Um dia diferente em Bangkok, a capital da Tailândia

Atualizado em Mar 1, 2021

Por: Victória

Atualizado em Mar 1, 2021

Por: Victória

Se você, como nós, já passou por Bangkok algumas vezes e já conheceu os lugares mais famosos ou tem um tempinho sobrando na metrópole, tire um dia diferente em Bangkok para visitar a cidade antiga e se apaixonar por este outro lado da capital. É lá que passamos quase toda a nossa estadia na cidade e, por isso, podemos dizer que entendemos bem dos caminhos e principais atrações 😛 Vamos contar para você como seria um dia diferente em Bangkok ideal para nós:

Veja todos os nossos posts sobre a Tailândia aqui! ??

Dicas para curtir Bangkok ???
Relaxar com a vibe cultural de Chiang Mai ??⛰
Curtir o paraíso que é Koh Phi Phi ?⛵️
Mergulhar na nossa amada Koh Tao
E se maravilhar com as melhores praias nas Ilhas da Tailândia ?
Ou ver mais sobre o Sudeste Asiático ?

Um dia diferente em Bangkok, a capital da Tailândia

Comece o dia atravessando o lindo e super útil rio Chao Phraya. Existem barcos que somente cruzam de um lado para o outro e você paga a bagatela de 5 baht por pessoa (cerca de R$0,50). Na viagem, aprecie a vista e preste atenção nos locais, vivendo suas vidas rotineiras.

Para atravessar, pegue o barco que segue para o Wat Arun, que será a sua primeira parada. Este templo é super conhecido e é denominado templo do Amanhecer. Quando entrar no templo (50 baht por pessoa), explore as paredes de mosaico, os lindos jardins que tem na região e não deixe de parar um pouquinho na margem do Rio Chao Phraya e observar o movimento dos barcos.

Curta o momento porque é mágico ver o rio e como ele é bem utilizado pela população e para o turismo.

Wat Arun visto de longe em Bangkok (Tailândia)

Wat Arun visto de longe em Bangkok (Tailândia)

Do Wat Arun, se você quiser ter uma visão mais local ainda de Bangkok, vá andando na rua que se chama Arun Amarin. Para mim, Bangkok é isto e eu amo esses bequinhos e casas simples.

Se quiser comer uma comida típica típica, num lugar super master local, vá na Arun Amarin em frente a Thong Tos Foundation, que é o lugar em que ficamos hospedados em Bangkok como voluntários.

Se ainda quiser uma experiência mais local (eu espero MUITO que você queira), se perca nas ruelas de trás da fundação e apaixone-se pelas pessoas que encontrará por lá).

Não viaje para a Ásia sem seguro! Um dos principais gastos dessa nossa longa viagem pela Ásia é o seguro viagem, pois sabemos que prevenir é sempre importante, principalmente quando se trata do quesito saúde. Comprovamos isso quando o Bruno bateu a cabeça e precisou ser hospitalizado na Tailândia. Nós estávamos cobertos pela World Nomads e o suporte foi sensacional e em português.
Outro grande parceiro brasileiro é a Seguros Promo, que oferece 5% de desconto para os viajantes leitores do blog que usarem o código NAPROADAVIDA5.
Assista aos vídeos desta playlist para ajudar na hora de fechar o seguro e garantir o desconto.
Saúde durante a viagem não é brincadeira, não arrisque viajar sem seguro. 😉

Veja a localização no Google Maps aqui, para facilitar (as ruelinhas não estão no Google Maps, por isso coloquei a porta de entrada na imagem. A Thong Tos Foundation é o prédio azul bem alto. Entre nas vielinhas e, de lá, você pode andar sem rumo por um tempo e depois perguntar onde é o Wat Kalayanamit, que será o próximo destino).

Depois de ver várias casas com as portas abertas, crianças brincando no chão, velinhas descascando pimenta, gente rindo pra você a cada esquina, coloque como destino o Wat Kalaya, como é carinhosamente conhecido pelos tailandeses. O Wat Kalayanamit, é um templo budista nada conhecido e super maravilhoso. A parte interior dele é de arrepiar, já que tem uma imagem de Buda gigantesca que faz com que o prédio, mesmo sendo alto, pareça muito pequeno para acomodá-lo.

Lá, você pode, com a ajuda de um tailandês, saber mais sobre seu futuro. Ao fundo da sala, de frente para o imenso Buda, há uma caixa com uns pauzinhos de madeira dentro. Veja outras pessoas fazendo e imite. Pegue a caixa e chacoalhe até que um dos pauzinhos numerados caia no chão. Quando cair no chão, você deve pedir para algum local traduzir a você o seu destino dependendo do número do pauzinho. É uma tradição chinesa bastante presente nos templos da Tailândia.

Templos em Bangkok na Tailândia

Buda imenso no Wat Kalayanamit, Bangkok (Tailândia)

Continuando o roteiro sobre um dia diferente em Bangkok

Depois de visitar o Wat Kalayanamit, ande no caminho a beira rio até chegar no Kuan Yin Shine (Kuan An Keng Shrine), um templo chinês minúsculo, mas super interessante. Lá não pode tirar foto dentro do templo e isso faz com que você observe mais e sinta a vibe boa do lugar, sentindo o cheiro do incenso e explorando o seu interior. Não deixa de passar pela porta do lado esquerdo e sair na adjacência do templo que tem um poço e mais algumas imagens de Buda super interessantes de ver.

Kuan Yin Shrine em Bangkok (Tailândia)

Kuan Yin Shrine em Bangkok (Tailândia)

O templo chinês fica localizado ás margens do rio Chao Phraya. Ande um pouco pela passarela, sempre observando o movimento dos locais descansando nas cadeiras, pescando, lendo ou simplesmente olhando o movimento. Depois do templo chinês, caminhe até a igreja super bonita chamada Santa Cruz Church. Normalmente a igreja está fechada mas ela é só uma passagem até chegar ao Wat Prayoon (Prayurawongsawas Waraviharn Temple).

Igreja Santa Cruz, em Bangkok (Tailândia)

Igreja Santa Cruz, em Bangkok (Tailândia)

Wat Prayoon é um lindo templo branco cheio de significados. Visite seu interior, veja o pequeno museu que tem em sua entrada (e fique curtindo um pouco do ar condicionado de lá hehehehe). Depois que visitou o templo branco, lindo e maravilhoso, ande pelo estacionamento e procure uma porta que te levará a um lago cheio de tartarugas. Lá, “perca” tempo observando as crianças dando comida para as carpas e outros animais e simplesmente relaxe.

Templos alternativos em Bangkok na Tailândia

Wat Prayoon – Bangkok (Tailândia)

um dia diferente em Bangkok

Santuário das tartarugas no Wat Prayon em Bangkok (Tailândia)

Continuando o roteiro sobre um dia diferente em Bangkok

Depois deste dia tão movimentado, vá andando até a Memorial Bridge e veja o grande movimento de barcos e pessoas passando. Lá, ao final da tarde, é cheio de adolescentes tailandeses bebendo, tirando fotos e se divertindo, da maneira mais local possível. O por do sol da Memorial Bridge também é super especial.

Memorial Bridge em Bangkok (Tailândia)

Memorial Bridge em Bangkok (Tailândia)

Veja a timelapse que fizemos no Rio Chao Phraya e fique com mais vontade de passar um tempo só observando o movimento:

Continuando o roteiro sobre um dia diferente em Bangkok

Se ainda tiver fôlego, atravesse a Memorial bridge e vá para o Flower Market (Mercado de flores) que é logo ali do lado. Ele fica aberto o dia e a noite toda e nós adoramos visitá-lo principalmente durante a noite.

Dicas: Se quiser trocar dinheiro, em frente ao flower market tem vários bancos que trocam dólar por baht a cotações super boas. O único problema é o horário de funcionamento deles que é das 08:00 ás 15:30.

Se você ainda quer ver mais hahaha vá até o Yodipiman river walk que é um porto super moderno que tem com vários restaurantes, lojinhas e, claro, um terminal de balsas. Lá você pode tomar algo, comer ou só relaxar depois de um dia diferente em Bangkok.

Informações sobre as atrações citadas:

  • Wat Arun: 50 bahts por pessoa para entrar. Fica do outro lado do rio e o trajeto para entrar lá é super interessante. É o meu templo favorito em Bangkok já que é cheio de mosaicos, com a vista para o Rio Chao Phraya e ainda tem um jardim lindo em volta. Abre das 08:30 ás 17:30
  • Wat Kalayanamit: Gratuito. Fica perto do Wat Arun e super vale a caminhada. Tem um Buda sentado imenso e os arredores do templo são apaixonantes com uma visão do rio e a Bangkok de verdade que vivemos quando estamos aqui. Mesmo estando em reforma há algum tempo, vale a visita.
  • Kuan Yin Shrine: Gratuito e não pode tirar foto dentro. Este templo nós passamos diversas vezes na frente dele e nunca reparamos. Em um dia que decidimos andar pela beira do Rio Chao Phraya, nos deparamos com ele e amamos a tranquilidade e o fato de sermos os únicos estrangeiros lá dentro. Foi um momento mágico, com muito incenso, luz natural e energia boa.
  • Wat Prayoon: Gratuíto. É um templo lindo lindo que fica um pouco afastado. A última vez que visitamos (em Dezembro de 2017) ele estava fechado por estar em reforma. Mesmo assim vale a visita para vê-lo de fora e também para visitar o santuário das tartarugas.
  • Memorial bridge: ponte super movimentada mas com um espaço para pedestres onde você pode sentar e aproveitar a vista.
  • Mercado de flores (Flower Market): aberto todos os dias a todas as horas. É um mercado que se estende para as ruas da região e é super interessante de conhecer.

Veja aqui o mapa das atrações e o quanto você vai andar este dia 🙂

São 3,7 km mas, se você acha que é muito, alugue uma bike e faça isto muito mais rápido e de um jeito mais arejado.

Hospedagem em Bangkok:

Veja algumas opções de hospedagem em Bangkok, por regiões:

Existem diversos sites buscadores de hotéis, mas nós temos usado sempre o Booking.com, Agoda ou Hotéis.com para hotéis e o Hostelworld para hostels. Compare e reserve no melhor para a sua viagem e o seu bolso.

Atenção! Fique atento a diversos golpes que os tailandeses de Bangkok tentam te dar! Não acredite que todos os templos da capital estão fechados naquele dia e muito menos que os tuk tuks de cor amarela te levarão para todos os pontos principais da cidade por apenas TBH 40. Você vai acabar entrando em uma fria e pode até perder seu dia de visitar Bangkok por essas malandragens, fique ligado e sempre peça informações para a recepção de seu hostel/hotel.

Gostou das dicas? Tem alguma dúvida? E como foi a sua experiência visitando Bangkok? Conta pra gente aqui nos comentários! Se quiser ver mais fotos ou vídeos sobre a Tailândia e outros países da Ásia, siga as nossas redes sociais: Instagram, Facebook, Pinterest e YouTube.

Achou este post interessante e quer salvá-lo para ler depois?

Um dia diferente em Bangkok, a capital da Tailândia

 

Que tal compartilhar?

Indo para a Tailândia?

Conheça os melhores passeios para a sua viagem. Guias, fotógrafos e atendimento em português.

Somos Bruno & Vic, dois viajantes que se conheceram e se apaixonaram trabalhando a bordo de um navio de cruzeiros. Em 2016, saímos em uma viagem ao mundo e, desde então, levamos a nossa vida na estrada. Entre caronas, voluntariados e trabalhos online compartilhamos nossas inúmeras experiências e pouco dessa vida nômade aqui no Blog Na Proa da Vida, veja mais

Planeje sua viagem

seguro viagem

hotéis

chip de internet

trabalho voluntário

passeios & ingressos

transporte pela ásia

Veja mais sobre o mesmo assunto:

Nota: este post pode conter links de parceiros do blog Na Proa da Vida. Isso significa que ao comprar um de seus produtos você estará ajudando na manutenção do nosso blog e do conteúdo de qualidade produzido para você. Não se preocupe, você não paga nadica de nada a mais por isso e ainda nos motiva a conseguir descontos exclusivos, em diversos serviços, para os leitores do Na Proa da Vida. Saiba mais.

Publicado em: Atualizado em Mar 1, 2021
<a href="https://www.naproadavida.com/" target="_blank">Victória</a>
Victória
Nascida em São Paulo, estudou Lazer e Turismo (USP) e tem no DNA a palavra viagem. Ama dar dicas de viagens e contar as experiências que já viveu. Já visitou mais de 45 países e não pretende parar tão cedo.

Pode ser interessante para a sua viagem

E aí, que tal deixar um comentário? ?

19 Comentários

  1. Brenda

    Dicas super maravilhosas. Sério! Está totalmente incluído em nosso roteiro. Obrigada, queridos ❤️???

    Responder
    • Victória Farina

      QUe ótimo, Brenda! Super feliz em te ajudar a decidir o que fazer em Bangkok de diferente 🙂

      Responder
  2. Eloah Cristina

    Meu sonho é conhecer a Tailândia!! Adorei todas as suas fotografias.

    Responder
  3. Analuiza

    Eu não conheço nadica de nada para estes lados, mas tenho lido cada vez mais dicas de todo tipo de viajante. Eu gostei muito desse texto pelo contraste que ele mostra. Gosto de lugares contrastantes, pouco lineares…

    Responder
    • Victória Farina

      Este é o exemplo perfeito de um lugar contrastante, Analuiza 🙂 Obrigada pelo comentário!

      Responder
  4. Fabia Fuzeti

    Eu gostei muito de Bangkok, apesar de ter ido em super alta temporada e a cidade estar muuuuito lotada de turistas. Muito templo lindo para visitar e comida divina! Muito legais essas dicas lado B de vocês.

    Responder
  5. Edson Amorina Jr

    Ainda queremos muito conhecer a Tailandia. Neste ano vamos para a asia, mas acabou que não conseguimos inclui-la no roteiro. Muito bom post.

    Responder
    • Victória Farina

      Poxa, que pena Edson! A Tailândia é um país incrível que merece super ser visitada! Obrigada pelo comentário!

      Responder
  6. Karine Porto

    Quando estive na Tailândia há dois anos priorizei as praias e outros passeios e acabei quase não conhecendo muita coisa de Bangkok. Adorei as dicas! Usarei na próxima ida a Bangkok!

    Responder
    • Victória Farina

      Use sim esse roteiro, Karine! E depois conta pra nós o que achou 🙂 Obrigada pelo comentário!

      Responder
  7. Flávia Donohoe

    post super completo e obrigada por compartilhá-lo, quero ir à Tailândia antes do final do ano e com certeza irei incluir Bangkok no itinerário, é bom saber tudo o que a cidade tem a oferecer!

    Responder
  8. Debora maraston

    Ótimas dicas de uma cidade eletrizante e agitada que possui ótimas opções de passeios diferentes para conhecer a cultura local

    Responder
  9. Lulu Freitas | Let's Fly Away

    Gostei muito do post, um olhar um pouco diferente da cidade misturando atrações populares com detalhes não tão divulgados. Excelente!

    Responder
    • Victória Farina

      Que bom que curtiu, Lulu ! Quando fizer o roteiro conta pragente como foi 🙂

      Responder

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *