Ilhas Gili: um paraíso na Indonésia

Home » Indonésia » Ilhas Gili: um paraíso na Indonésia
Atualizado em 4/08/2021
Por: Victória

Atualizado em 4/08/2021
Por: Victória

As ilhas Gili estão localizadas na costa oeste de Lombok e pertinho de Bali, na Indonésia. Muitas pessoas nem imaginam o quão maravilhosas e bem estruturadas são estes pequenos pedacinhos de terra.

Em nossos três dias visitando e explorando as ilhas, saímos com um gostinho de quero mais e, com certeza, voltaremos para esse paraíso.

Ilhas Gili: um paraíso na Indonésia

Chegada na ilha Gili Meno, na Indonésia

Visitamos as três ilhas principais que se chamam Gili Trawangan, Gili Air e Gili Meno, mas voltaremos para explorar as outras que, por não serem muito conhecidas, podem ser ainda mais lindas e conservadas já que ficam mais afastadas, mais próximas de Lombok.

Vamos contar para vocês tudo sobre as Ilhas Gili e de como foi a nossa experiência visitando as Ilhas Gili, na Indonésia:

Pensando em contratar um passeio ou guia para a sua visita à Indonésia? ✈️??

Entre em contato! Podemos indicar uma empresa indonésia com atendimento e suporte em português que te ajudará com informações sobre passeios, traslado e muito mais. É só enviar mensagem no WhatsApp ou no Instagram. Para os passeios com guia em português é necessário verificar a disponibilidade de datas.

Ilhas Gili na Indonésia

Vantagens de visitar:

  • Praias paradisíacas com areia branca e água cristalina.
  • Snorkeling incrível em quase todos os cantos das Ilhas.
  • Boa infraestrutura turística.
  • É possível explorar cada uma das ilhas caminhando por um dia inteiro para cada, como nós fizemos.
  • Valores super acessíveis, desde para mochileiros até para casais em lua de mel e famílias.
  • É perfeita para quem quer mergulhar com cilindro já que tem mais de 25 pontos de mergulho espalhados por todas as Ilhas Gili.
  • Você pode ver o nascer do sol com o Mount Rinjani de Lombok no plano de fundo e o pôr do sol com o Mount Agung de Bali enfeitando a paisagem.
  • Não importa em que ilha você se hospedar, sempre vai ter um pouco de agitação e sossego, dependendo do que você procurar.

Como chegar nas ilhas Gili:

Existem diversas empresas de barco que fazem o trajeto “Bali – Ilhas Gili” e “Lombok – Ilhas Gili”. O tipo de barco que você escolherá vai depender muito do quanto quer gastar e a sua preferência por conforto, aventura ou viagem barata.

Nós, como temos mais tempo do que dinheiro, geralmente escolhemos as opções mais baratas. Para chegar nas ilhas Gili você pode pegar um speedboat (que é mais rápido, confortável, menos cheio e, consequentemente mais caro) ou um barco público (que é maior, leva mais pessoas e, por isso, é super barato).

Nós pegamos uma balsa pública saindo de Lombok, no Porto de Bangsal. O trajeto demorou cerca de 40 minutos e custou 23k IDR por pessoa (cerca de US$ 1,60).

Você também pode pegar uma balsa pública de Bali que sai do Porto Padang Bai e chega em Lombok que custa 40k IDR e demora cerca de 5 horas. De lá você ainda terá que pegar um taxi até o outro porto (200k IDR) e outra ferry para as Ilhas Gili (23k IDR).

Nossa sugestão é: se vier de Bali, pegue o speedboat que vale muito mais a pena e você não perde tanto tempo em deslocamento (cerca de 8 horas contra 1h30 do barco rápido).

O ticket de speedboat direto na bilheteria custa cerca de 450k IDR mas você também pode reservar online através da 12goAsia.

Valores de transporte entre Bali e as Ilhas Gili:

Existem diferentes portos em Bali, são eles: Padang Bai, Serangan e Sanur. Contrate sempre uma empresa que te disponibiliza transfer do hotel até o porto e considere bastante os horários para não perder as sagradas horas de sol que você terá nas Ilhas Gili.

Leia também:

ilhas Gili

Gili Meno, na Indonésia

Como se deslocar entre as ilhas Gili:

De uma ilha a outra você pode pegar  balsa pública ou speedboats que fazem os trajetos em horários pré-determinados. Segue os horários da balsa pública para deslocamento entre as Ilhas Gili:

Horário da manhã: Gili Air 8:30 > Gili Meno 8:45 > Gili Trawangan 9:00 e depois Gili Trawangan 9:30 > Gili Meno 9:45 > Gili Air 10:00

Horário da tarde: Gili Air 15:00 > Gili Meno 15:15 > Gili Trawangan 15:30 e depois Gili Trawangan 16:00 -> Gili Meno 16:15 > Gili Air 16:30

O valor do ingresso é de 35,000 Rp (valor de abril de 2018). As saídas podem ser modificadas dependendo do clima e quantidade de passageiros então sempre confirme os horários e detalhes quando chegar na ilha.

Fique preparado para atrasos e, no dia de sua saída, compre os ingressos com ao menos uma hora de antecedência já que as balsas costumam ficar bem cheias em alta temporada. Esteja preparado para atrasos e superlotação dos barcos.

ilhas Gili

Na balsa você pode ir lá embaixo sentado ou com essa vista maravilhosa aqui. Chegada em Gili Meno

Não sabe quais são os Patrimônios mundiais da UNESCO na Indonésia? Vamos escrever um pouco de cada ilha para te ajudar a escolher qual ilha se encaixa melhor em seu perfil ou para te ajudar a explorar todas as ilhas, como nós fizemos, da melhor maneira sem perder nenhuma super atração das Ilhas Gili. 😛

Dicas úteis de viagem: o que fazer nas Ilhas Gili, Bali

Ilha Gili Trawangan (mais conhecida por Gili T ou Gili Island)

Gili Trawangan é a mais famosa das ilhas e, por isso, a que mais tem estrutura para turismo. São centenas de restaurantes, lojas de mergulho, hotéis e vendinhas nesta pequena grande ilha :p Segue principais dicas:

  • Além de ser a ilha mais festeira e perfeita para quem está procurando um lugar com muitos bares e gente nova, a ilha tem MUITO MAIS a oferecer. Foi lá que tivemos um dos snorkelings mais lindos da vida quando nadamos com uma tartaruga, SOZINHOS, por aproximadamente 30 minutos. Além desse momento, que vamos guardar na memória pra sempre, ainda vimos muitos peixes mas, infelizmente, poucos corais já que a maioria dos turistas não tem a consciência ambiental devida e encostam nos lindos animais marinhos, os matando por completo.
  • Trawangan significa túnel e uma das atrações da ilha é visitar a sua parte subterrânea cheia de história desde a sua ocupação japonesa na segunda guerra mundial. Nós não visitamos por falta de tempo (e de interesse também, confesso haha)
  • As principais praias da Ilha são: Goodheart e North beach (melhor ponto de snorkeling).
  • Não deixe de fazer snorkeling em Gili Trawangan, principalmente em frente ao “La Moomba beach bar” perto da Police Station e do Coral Beach 2 Bungalows. Foi lá que nadamos por mais ou menos meia hora só eu e o Bruno e uma tartaruga maravilhosa ❤
  • Veja o pôr do sol em Gili Trawangan nas praias contrárias ao porto no lado oeste (40 minutos andando/15 minutos de bicicleta). É lá que ficam os bares de sunset e também o melhor visual. Como não curtimos muita farra e muito menos gastar muito dinheiro com bebida, encontramos um lugar na areia, sentamos e curtimos o pôr do sol de lá.
  • Durante o dia e, principalmente, no por do sol não deixe de ser turista e se divirta tirando fotos lindas dos balanços que vários bares disponibilizam.

Veja nosso Instagram com várias fotos e dicas da Indonésia e outros países do Sudeste Asiático:

Um pouco mais sobre Gili Trawangan

  • Uma boa forma de explorar a ilha é alugando caiaques e bicicletas que estão disponíveis em várias lojas espalhadas pela ilha e, provavelmente, em seu hotel.
  • A ilha tem um pequeno morro que você pode subir e ver o nascer e o pôr do sol com os vulcões de Bali e Lombok de plano de fundo. São aproximadamente 30 minutos caminhando de qualquer lugar da ilha para chegar no viewpoint que, no Maps.me se chama Bukit Trawangan.
  • Dizem que você consegue contornar a ilha toda em apenas duas horas caminhando mas super recomendamos que gaste um dia inteiro neste lindo trajeto. Assim, você consegue parar, observar, se apaixonar, nadar, fazer snorkel, comer com calma e curtir a vibe super boa do lugar. Planeje terminar a volta na North beach, onde tem os por do sol mais lindos.
  • Não deixe de comer no Scallywags restaurant em Gili Trawangan. Esta foi a dica de nossa seguidora @fernandaportinho que disse que comeu lá quase todos os dias da estadia dela nas ilhas Gili, de tão gostosa que era a comida. O restaurante também tem uma filial em Gili Air.
  • O local, por ser a mais conhecida e turística das ilhas Gili, tem um mercado noturno com diversas comidas típicas com valores abaixo do cobrado pelos restaurantes da ilha. Vale a pena se aventurar pelos poucos corredores dessa feira noturna e se divertir experimentando coisas diferentes.
  • Durante a noite a ilha se torna uma balada a céu aberto. Com diversos bares com música super alta e pessoas bastante empolgadas (bêbadas) pelas ruas. Você com certeza vai notar as placas que anunciam “MAGIC MUSHROOM” (cogumelos mágicos) para os viajantes mais aventureiros. Mesmo a Indonésia sendo um país muçulmano com pena de morte para algumas questões relacionadas a drogas, nas ilhas a lei não se aplica e as pessoas utilizam sem nenhum problema. Não ficamos com nem um pouco de vontade de arriscar mas, tem quem se interesse.
  • Quanto tempo ficar: em nossa opinião vale a pena ficar ao menos dois dias inteiros/duas noites na ilha.
  • Hotéis recomendados em Gili Trawangan (perto do porto): Villa Anoe/Ottalia 17, Dream Divers Resort e, para economizar, o Emi Homestay.
  • Nós ficamos no Kanaka homestay e adoramos, mesmo sendo um quarto simples tinha tudo que precisávamos. O hotel não está no Booking.com nem no Agoda mas fica na mesma rua que o Dua Nina Homestay. Pesquise também os valores de hospedagem nas ilhas Gili no Agoda, clicando aqui.
ilhas Gili

Eu e a tartaruga em Gili Trawangan, na Indonésia

Ilha Gili Meno (também conhecida por Gili M)

Lugar que, em nossa opinião, é a mais intocada pelo turismo de todas as Ilhas Gili que visitamos e a descrição perfeita para ilha paradisíaca.

Andamos várias horas sem encontrar uma única pessoa em nossa volta a Ilha em um dia. O snorkeling, além de ser uma atividade super recomendada, é incrivelmente maravilhoso.

Os guias e blogs de turismo dizem que esta é a ilha dos apaixonados já que existem muitos casais em lua de mel ou somente curtindo suas férias.

Concordamos em partes já que vimos também algumas famílias e pessoas solteiras perambulando pela noite super calma e comportada da ilha. Seguem nossas principais dicas da ilha:

Veja nosso Instagram com várias fotos e dicas da Indonésia e outros países do Sudeste Asiático:

Mais dicas de viagem sobre Gili Meno

  • Rota a seguir: Você chegará no sul da ilha que é onde tem a estrutura de turismo mais desenvolvida. De lá, siga andando para o oeste parando onde mais tiver vontade de nadar (foi super difícil não parar de 5 em 5 minutos de tão lindo que o mar é por ali). Após uns 40 minutos de caminhada (aí depende de quantas paradas você fizer) você chegará num lago muito grande comparado ao tamanho da ilha. Visite suas bordas, fique curiosa pela vegetação que a cerca e, principalmente, viaje em seus pensamentos. Nós ficamos um tempo parados só pensando “Que coisa doida, uma ilha tão pequena com um lago doce tão grande. Que coisa diferente”.
  • Não deixe de fazer snorkeling nas estátuas submersas de Gili Meno em frente a placa BASK que, em 2020, será um resort grande e chique. Bem em frente a placa tem esculturas de pessoas que fazem com que os corais se reproduzam de maneira mais rápida, ajudando assim o meio ambiente e vida marinha. Para mais informações, acesse o site (em inglês). Nós curtimos bastante fazer snorkeling no meio das estátuas, como nessa foto aqui:
ilhas Gili

Snorkeling nas incríveis estátuas em Gili Meno, Indonésia

Mais informações úteis sobre Gili Meno

  • Outro ponto de snorkeling lindo é um pouco após ao hotel Two Brothers Bungalows onde há corais lindos e peixes super coloridos.
  • Para ter uma chance maior de ver tartarugas (não foi nosso caso, infelizmente) faça snorkeling em frente ao Good Heart Café ou nas praias do norte/oeste da ilha.
  • Para saber de mais pontos de snorkeling baixe o Maps.me. Foi com esse aplicativo que descobrimos os melhores pontos das Ilhas.
  • Quanto tempo ficar: nós passamos uma tarde e achamos um período bom mas, se puder, fique mais nessa ilha que foi uma das mais lindas que já vimos na vida. Tem diversos resorts e você pode curtir bem relaxadamente essa ilha maravilhosa.
  • Hotéis recomendados em Gili Meno (perto do porto): Fantastic Cottages, Kura Kura Resort e a opção ecomômica, o Cha Cha Bungalows. Pesquise também os valores de hospedagem na Gili Islands no Agoda, clicando aqui.
Ilhas Gili: um paraíso na Indonésia

Gili Meno, na Indonésia

Gili Air

Menor das três ilhas principais mas ainda com super boa estrutura turística. Conta com hotéis a beira-mar e um mar cristalino de tirar o fôlego. Adoramos essa ilha mesmo passando pouco tempo nela. Lá conseguimos ver um pouco mais da vida local e de moradores, coisa difícil de se ver nas outras duas ilhas Gili que visitamos.

  • Não deixe de comer no Scallywags restaurant. Uma dica de nossa seguidora @fernandaportinho que disse que comeu lá quase todos os dias da estadia dela nas ilhas Gili, de tão gostosa que era a comida. Existe um restaurante em Gili Trawangan e uma filial em Gili Air.
  • Quanto tempo ficar: nós passamos uma tarde/manhã na ilha e achamos pouco. Recomendamos ficar pelo menos duas noites/três dias para aproveitar mais calmamente o local.
  • Hotéis recomendados em Gili Air (perto do porto): Villa Karang Hotel and Spa, Gili Glamurous Bungalows e, para economizar, o Fantastic Gili Hostel. Pesquise também os valores de hospedagem nas ilhas Gili no Agoda, clicando aqui.
ilhas Gili

Por do sol em Gili Air, na Indonésia

Não viaje sem seguro! Um dos principais gastos dessa nossa longa viagem pela Ásia é o seguro viagem, pois sabemos que se prevenir é sempre importante, principalmente quando se trata do quesito saúde. Comprovamos isso quando o Bruno bateu a cabeça e precisou ser hospitalizado na Tailândia. Nós estávamos cobertos pela World Nomads e o suporte foi sensacional, e em português. Outro grande parceiro brasileiro é a Seguros Promo, que oferece 5% de desconto para os viajantes leitores do blog que usarem o código NAPROADAVIDA5. Saúde durante a viagem não é brincadeira, não arrisque viajar sem seguro. 😉

Onde ficar nas Ilhas Gili, Indonésia:

Não importa muito onde você vai se hospedar nas ilhas Gili já que você pode fazer tudo a pé, mas recomendamos, principalmente se você está com bastante mala, que fique perto do Porto (ou terá que pegar as engraçadas charretes com cavalos e pagar por isso). Segue abaixo as melhores opções de hospedagem nas ilhas Gili:

Nosso roteiro pelas Ilhas Gili

  • Saímos de Bali pelo Porto Padang Bai onde sai a ferry mais barata e, por consequência, mais lenta para Lombok (Porto Lembar, no sul da ilha). Subimos para Mataram de taxi compartilhado (25k IDR a pessoa) e de lá fomos para Senggigi, onde ficamos alguns dias para aproveitar o que o norte da ilha tem de melhor. Numa manhã, pegamos um bemo (táxi compartilhado que não compartilhamos haha 35k IDR por pessoa) até o Porto Bangsal de onde saem as ferrys para as Ilhas Gili.
  • Chegamos com uma hora de antecedência e conseguimos pegar a ferry que custou 23k IDR por pessoa para chegar a Gili Trawangan, nossa primeira parada.
  • Exploramos Gili Trawangan ao máximo circulando por toda ilha em um dia e fazendo snorkel num dos pontos mais lindos que vimos na vida.
  • Dormimos no Kanaka homestay que foi uma estadia super boa com quarto limpo e um café da manhã ok.
  • Na manhã seguinte partimos para Gili Meno (35k IDR por pessoa para o barco público). Chegamos e já partimos para explorar esse paraíso.
  • A tarde pegamos a balsa para Gili Air e passamos a noite lá, curtindo o pouco de vida noturna que a ilha tem e nosso hotelzinho super bom que encontramos por sorte andando pelas ruelinhas. O hotel se chama Auulia homestay e era excelente. Como Gili Air é a menor de todas as Ilhas Gili, pensamos que conseguiríamos visitá-la de boa em uma manhã, mas não foi o suficiente. Corremos um pouco e saímos de nosso ritmo lento e explorador para conseguir visitar toda a ilha e voltar para Lombok ao final da tarde.
  • E agora a pergunta que todos fazem: ilhas Gili, qual a melhor? E a nossa resposta é TODAS AS TRÊS. Amamos cada uma de um jeitinho diferente mas, se tiver que escolher, eu iria para a Gili T que tem mais estrutura e, ainda sim, tem bastante vida marinha e é maravilhosa.
ilhas Gili

Encantados com a cor da água em Gili Air, na Indonésia

Mais algumas dicas essenciais e comentários sobre as Ilhas Gili:

  • As ilhas Gili ficam entre Bali e Lombok e é por isso que você pode chegar nestes paraísos saindo de ambas as ilhas, com uma ferry (mais lenta e barata) ou um speedboat (barco rápido e mais caro).
  • Resumo de cada ilha: Gili Trawangan é a mais turística e com vida noturna mais ativa e agitada, a Gili Meno é a mais paradisíaca e que mais gostamos e a Gili Air é a com praias lindas e boa infra-estrutura de turismo.
  • Você pode escolher ficar em uma ilha apenas e visitar de barco as outras ou pode, como nós, ir se deslocando de uma a outra. Tudo depende do seu tipo e objetivo de viagem. Como nosso objetivo era conhecer o máximo possível no pouco tempo que nos restava na Indonésia, ficamos cada dia em uma ilha e aproveitamos as principais atrações de cada.
  • Fique atento com a época de chuva na Indonésia que vai de novembro a abril. Neste período, chamado de monções, pode chover por dias inteiros ou por algumas horas, dependendo da sua sorte. O que pode prejudicar seu passeio é o cancelamento de viagens de barco pelas condições climáticas.
  • As ilhas Gili tem maioria de população muçulmana. Por este motivo, respeite os costumes dos locais e não ande pelas ruas de bikini. Outra observação importante é verificar se o seu hotel fica perto de uma mesquita já que você escutará pelos alto-falantes o “Call for prayer” cinco vezes durante um único dia.
  • Não esqueça de levar sua máscara de snorkeling e botinha de mergulho para poder aproveitar as Ilhas Gili de maneira mais independente possível. Ah, e se tiver alguma coisa que você considera indispensável para a sua viagem compre antes de chegar nas Ilhas Gili, já que lá a maioria dos estabelecimentos são lojinhas com produtos de consumo rápido e tem valores mais altos do que em Bali e Lombok.
  • Não esqueça de colocar na mala para viagem na Indonésia e ilhas Gili: bikini, canga, protetor solar, repelente, creme para cabelo e dinheiro em espécie.
  • Como você deve ter imaginado, as ilhas não possuem carros ou motos. Os principais meios de transporte são suas canelas (hehehe), charretes com cavalos (chamadas de cidomos) e bicicletas. Por isso mesmo que desaconselho visitar as ilhas Gili com malas imensas e também super recomendamos que se hospede em um dos hotéis perto do porto de chegada e saída.
  • Já tinha lido que existe uma alta concentração de pessoas bonitas nas Ilhas Gili mas não tinha acreditado. Chegando lá, percebi que é super verdade. Homens malhados, loiros de olhos azuis e mulheres com corpo sarado e bronzeado. É assim o perfil da maioria dos viajantes da ilha. Não dá pra reclamar, né? Principalmente para os solteiros em busca de diversão. 🙂

Seguro viagem para Indonésia

A Indonésia não impõe a obrigatoriedade na contratação de um seguro para viajar ao país, porém, o seguro viagem é de extrema importância num país tão exótico e diferente.

Nós escrevemos um guia completo sobre seguro viagem para a Indonésia e aqui, você encontra todas as dicas para garantir um bom seguro viagem, com o melhor preço (temos descontos) e cobertura.

Além disso, você encontra também alguns relatos e motivos importantes para você considerar a contratação de um bom seguro viagem.

Gostou das dicas? Tem alguma dúvida? E como foi a sua experiência visitando o as ilhas Gili? Conta pra gente aqui nos comentários! Se quiser ver mais fotos ou vídeos sobre a Indonésia e outros países da Ásia, siga as nossas redes sociais: Instagram, Facebook, Pinterest e YouTube.

Veja também:

Que tal compartilhar?


Indo para a Tailândia?
Conheça os melhores passeios para a sua viagem. Guias, fotógrafos e atendimento em português.

Somos Bruno & Vic, dois viajantes que se conheceram e se apaixonaram trabalhando a bordo de um navio de cruzeiros. Em 2016, saímos em uma viagem ao mundo e, desde então, levamos a nossa vida na estrada. Entre caronas, voluntariados e trabalhos online compartilhamos nossas inúmeras experiências e pouco dessa vida nômade aqui no Blog Na Proa da Vida, veja mais

Planeje sua viagem

seguro viagem

hotéis

chip de internet

trabalho voluntário

passeios & ingressos

transporte pela ásia

Veja mais sobre o mesmo assunto:

Nota: este post pode conter links de parceiros do blog Na Proa da Vida. Isso significa que ao comprar um de seus produtos você estará ajudando na manutenção do nosso blog e do conteúdo de qualidade produzido para você. Não se preocupe, você não paga nadica de nada a mais por isso e ainda nos motiva a conseguir descontos exclusivos, em diversos serviços, para os leitores do Na Proa da Vida. Saiba mais.

<a href="https://www.naproadavida.com/" target="_blank">Victória</a>
Victória
Nascida em São Paulo, estudou Lazer e Turismo (USP) e tem no DNA a palavra viagem. Ama dar dicas de viagens e contar as experiências que já viveu. Já visitou mais de 45 países e não pretende parar tão cedo.

Pode ser interessante para a sua viagem

E aí, que tal deixar um comentário? ?

22 Comentários

  1. Keila

    Eu só visitei Gili T, fiquei uma semana lá, fui só pra relaxar e sem pesquisar nada antes. Acho que depois de ler tudo isso aqui, preciso voltar!!!!

    Responder
    • Victória Farina

      Super master precisa voltar, Keila! Explorar as Gili foi uma das coisas que mais amamos na viagem <3

      Responder
  2. Roberta Lan

    Que invejinha que eu tô! Super quero conhecer também, é lindo demais!!

    Responder
  3. Camila Neves

    Nossa, essa é a descrição de paraíso! Sonho em conhecer 🙂

    Responder
  4. Patricia

    Uauuu que lugares lindos! Sempre cada um mais fantástico que o outro e acompanhado de informação de muita utilidade. Muito obrigado pela partilha tão detalhada e continuação de boas viagens

    Responder
    • Victória Farina

      Obrigadíssima pelo comentário, Patrícia! Ficamos super felizes de ajudar <3

      Responder
  5. Analuiza

    Um lugar lindo assim e ainda bem estruturado eu poderia com certeza chamar de um pedaço no paraíso na terra! 🙂

    Responder
  6. Flavia Donohoe

    Que lugar incrível, ja ouvi muita coisa boa sobre o local, nunca tive muita vontade de ir à Indonésia, mas a cada post a vontade aumenta, post fantástico!

    Responder
    • Victória Farina

      Como não???? Indonésia é incrivelmente maravilhosa e super vale a visita. Só pensar que o país é MUITO MAIS do que só Bali !

      Responder
  7. Luiz Jr. Fernandes

    E pensar que eu fui lá do ladinho das Gili Islands e acabei não conseguindo visitar esses pequeninos pedaços de paraíso na Indonésia. Bela matéria, excelentes fotos! Abraços!

    Responder
    • Victória Farina

      Obrigada Luiz!!!! Da próxima vez não deixe de dar uma passadinha 🙂

      Responder
  8. angela sant anna

    meus amigos foram nessa ilha e amaram demais, só falaram elogios! uma pena que eu tinha pouco tempo e não pude ir com eles… quero muito voltar e mergulhar nesse mar azul!

    Responder
  9. Lulu Freitas

    Que lugar ma-ra-vi-lho-so. Amei as dicas, especialmente o seu resumo das razões para visitar as ilhas. Só ali você já me convenceu. A experiência do mergulho com as estátuas de Gil Meno deve ser sensacional.

    Responder
    • Victória Farina

      Toda a nossa passagem pela ilha foi sensacional, Lulu! 🙂 Só quem visitou pra saber !

      Responder
  10. Vítor

    Olha quero muito visitar a Indonésia, e estas ilhas são imperdíveis..parabéns pelo artigo fiquei com boas dicas

    Responder
  11. rui batista

    Isso é o paraíso na Terra ou é mesmo em outro Mundo? 🙂

    Responder

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *