Vang Vieng no Laos: dicas diferentes do que fazer

Home » Laos » Vang Vieng no Laos: dicas diferentes do que fazer

Atualizado em Mar 1, 2021

Por: Victória

Atualizado em Mar 1, 2021

Por: Victória

Ahhh, Vang Vieng. Essa cidade do Laos foi a razão para termos grandes lembranças do país. As montanhas, o rio Nam Song cortando a cidade, o ambiente relaxado e o “friozinho” fez com que a nossa viagem ficasse muito melhor depois da visita a capital, Vientiane. Vamos mostrar nesse post o que fazer em Vang Vieng com algumas dicas bastante fora do convencional que nós simplesmente criamos e esperamos que o seu espírito aventureiro faça o mesmo ou algo totalmente diferente do que fizemos, tanto faz, as long as you have fun 🙂

Veja também:
O que fazer no Laos: cidades para visitar
Maps.me: o melhor aplicativo de mapas para viagem
Vistos para viagem na Ásia: quais países são necessários e valores

Vang Vieng: tudo que precisa saber

Onde fica Vang Vieng?

VV é uma cidade do Laos que é um país da Ásia, mais especificamente do Sudeste Asiático. Essa cidadezinha de montanhas fica entre a capital, Vientiane, e Luang Prabang, uma das cidades mais conhecidas e turísticas do país. Veja no mapa do Laos para te ajudar:

Onde ficar em Vang Vieng (hotel):

Praticamente todos os hotéis e hostels de Vang Vieng ficam na rua principal ou nas adjacentes. Se hospede o mais perto possível do templo Wat That ou do Full Moon bar. Estes foram os lugares que mais curtimos as acomodações e a estrutura em volta. Nossa sugestão de hospedagem em Vang Vieng são:

Melhores hotéis:

Para quem quer economizar:

Para quem quer agito: 

Vang Vieng no Laos: dicas diferentes do que fazer

O que fazer no Laos: Vang Vieng

Mais detalhes de como chegar em Vang Vieng e informações úteis no final do post! Agora, vamos falar das diversas opções do que fazer em Vang Vieng, bora?

As principais atrações:

Nós não achamos graça em nenhuma das atrações turísticas descritas como must do em todos os guias de viagem para o Laos mas, com certeza, não tem como fazer um guia de Vang Vieng e não citá-las. Segue a lista das principais atrações de Vang Vieng e depois não deixa de dar uma olhada na nossa lista. 😛

Blue Lagoon e Tham Phu Kham Cave

Você primeiro entra na caverna e vê um Buda deitado IMENSO. A magia do lugar parece incrível porque tem um buraco no meio que leva a fenda de luz até o Buda, o iluminando. Caminhando pela caverna você chega na lagoa. Lá você pode se refrescar, pular nas cordas que ficam nas bordas e relaxar. Confesso que paramos na frente de uma das Blue Lagoons de Vang Vieng e achamos mais parecido com uma piscina que uma lagoa e não nos deu vontade nenhuma de entrar mas, você pode com certeza tirar as suas próprias conclusões.

  • A caverna e a lagoa ficam a cerca de 11km do centrinho. Você pode chegar nessas atrações de bike, moto ou tuk tuk.
  • Blue Lagoon: LAK 20.000 por pessoa para entrar em cada uma das 3 de mesmo nome.
  • Caverna Tham Phu Kham: LAK 20.000 por pessoa para entrar e, se quiser, pode alugar uma lanterna (LAK 10.000) ou contratar um guia (LAK 50.000 negociáveis). 
Estradas do Laos.

Estradas de Vang Vieng Laos. Foto: Victoria Farina/@naproadavida.

As principais atrações de Vang Vieng:

O famoso tubing

O tubing nada mais é do que descer o caminho do rio numa boia imensa e, além de curtir a paisagem incrivelmente linda, você pode parar nos bares e “reabastecer” com cerveja ou outro drinks. Essa prática fez com que Vang Vieng ficasse super famosa por festas malucas mas, pelo menos na semana que passamos lá, sentimos um ambiente bem diferente. Existem sim festas e hostels com festas acontecendo mas nada crazy como lemos e imaginávamos. O tubing, atividade que fez Vang Vieng ficar reconhecida internacionalmente no manual de mochileiros pelo Sudeste Asiático (haha), agora está bem diferente depois das restrições e acontecimentos recentes.

Muitas pessoas se machucaram e até morreram praticando essa atividade que, se feita sem responsabilidade, pode ser sim super perigosa. Imaginamos que devia ser incrível no começo você flutuar por um rio com uma paisagem maravilhosa e, ainda, parar de bar em bar na beira do rio e tomar uma bebidinha e conversar com pessoas de vários países fazendo o mesmo. 

Mas, pelo que lemos, as proporções chegaram a bagunça com venda de bebidas falsificadas e pessoas morrendo afogadas de tão bêbadas e drogadas que estavam. Com todos esses acontecimentos o governo do Laos tomou a iniciativa de controlar o número dos bares a beira do rio e também a diminuir a promoção desse tipo de atividade.

Sei que estou falando como uma velinha que não quer que os netinhos se machuquem mas nós não sentimos vontade nenhuma de fazer o tubing por toda a fama que a atividade tem e também pelo tipo de pessoas que vimos que fazem parte dessa atividade, nada a ver com nosso estilo (velho de ser). Talvez se tivéssemos experimentado teríamos visão diferente mas, não saberemos tão breve. Sugerimos que, se tiver vontade e numa turma de amigos, faça e tire suas próprias conclusões.

  • Tubing em Vang Vieng: LAK 55.000 pela reserva + LAK 60.000 de depósito que só é devolvido se você traz a boia de volta até as 18:00.
Namsong view guesthouse & restaurant, em Vang Vieng Laos.

Pôr do sol no Namsong view guesthouse & restaurant. Foto: Victoria Farina/@naproadavida.

Não viaje para a Ásia sem seguro! Um dos principais gastos dessa nossa longa viagem pela Ásia é o seguro viagem, pois sabemos que prevenir é sempre importante, principalmente quando se trata do quesito saúde.
Comprovamos isso quando fomos roubados no Laos ou também quando Bruno bateu a cabeça na Tailândia. Nós estávamos cobertos pela World Nomads e o suporte foi sensacional e em português. Eles oferecem 5% de desconto com o código: PROADAVIDA.
Outro grande parceiro brasileiro é a Seguros Promo, que oferece 5% de desconto para os viajantes leitores do blog que usarem o código NAPROADAVIDA5.
Assista aos vídeos desta playlist para ajudar na hora de fechar o seguro e garantir o desconto.
Saúde durante a viagem não é brincadeira, não arrisque viajar sem seguro. 😉

Outras das principais atrações de Vang Vieng, no Laos:

  • Water Cave ou Tham Nam: LAK 10.000 por pessoa para entrar
  • Lusi Cave: LAK 10.000 por pessoa para entrar
  • Tham Chang: LAK 17.000 por pessoa para entrar
  • Padeng Cave e Ring Cave: LAK 20.000 por pessoa para entrar + LAK 100.000 pelo guia
  • Xang Cave: LAK 5.000 por pessoa para entrar
  • Nang Oua Kham Cave: LAK 10.000 por pessoa para entrar

Nós pegamos uma moto, lemos sobre os valores de entrada para cada caverna e suas particularidades mas nos encantamos tanto com a estrada e paramos tanto no meio do caminho que, quando chegamos na Blue Lagoon e nos deparamos com uma piscina DE CONCRETO broxamos total das cavernas e aproveitamos a paisagem.

As lagoas e cavernas de Vang Vieng, no Laos.

As lagoas e cavernas de Vang Vieng, no Laos.

O que fazer em Laos: Vang Vieng

Os lugares que mais gostamos de visitar foram:

Lago desconhecido:

No caminho para a Blue Lagoon nós olhamos no Maps.me e vimos que havia um lago grande perto de onde estávamos e decidimos ir lá ver. Foi a melhor coisa que fizemos no dia. Que tranquilidade, paisagem linda e bons momentos que passamos só nós, as vacas, os passarinhos e o lago. Permita-se simplesmente andar de moto pelas estradas de terra de Vang Vieng e pare onde tiver vontade. Nós amamos fazer isso mais do que visitar as atrações da cidade.

Paisagem maravilhosa de Vang Vieng, no Laos.

Paisagem maravilhosa de Vang Vieng, no Laos. Foto: Bruno Miguel/@naproadavida.

Os lugares que mais gostamos de visitar foram:

Ver o pôr do sol do Earth bar ou do Namsong view guesth & restaurant:

Se passar duas noites na cidade, vá cada noite em um destes lugares e você não vai se arrepender.
Do Earth Bar, se você for sortudo, você consegue ver o sol maravilhoso se pondo no meio das montanhas e ainda ver os balões passando bem em cima de você. Do Namsong você pode pegar um drink ou um aperitivo e só babar na vista absurda que terá.

Pôr do sol maravilhoso do Earth bar, em Vang Vieng.

Pôr do sol maravilhoso do Earth bar, em Vang Vieng. Foto: Bruno Miguel/@naproadavida.

Outros lugares que mais gostamos de visitar:

Atravessar as diversas pontes

As paisagens são lindas e a adrenalina sobe quando você passa em alguma delas, principalmente quando você está de moto. As pontes são de madeira e algumas delas se mexem enquanto você passa, adicionando um pouquinho de medo a experiência.

Comer vários sanduíches quentinhos feitos com baguete, legumes e tudo que quiser:

Foi nesta cidade que comemos os melhores sanduíches, os mais caprichados e gostosos.

Centro de Vang Vieng, no Laos.

Centrinho de Vang Vieng, no Laos. Foto: Bruno Miguel/@naproadavida.

Você sabia que em nossa viagem pelo mundo já moramos na
Tailândia, Malásia e visitamos praticamente todo o Sudeste Asiático?
Leia nossos posts sobre o Myanmar, a Indonésia e as Filipinas que são países que amamos. 

O que fazer no Laos: Vang Vieng

Mercados de Vang Vieng:

Não vimos nenhum mercado noturno, somente várias barraquinhas na rua principal vendendo os famosos sanduíches deliciosos e super baratos. A gente comia de café da manhã e lanche da tarde até que, um grande dia depois de tanto fazer isso, não aguentava nem mais sentir o cheiro hahahaha. O Bruno continuou comendo as vezes mas eu, de tanto comer, enjoei.

Outras experiências ótimas para ter em Vang Vieng:

  • Alugar um caiaque e aproveitar o rio e suas paisagens maravilhosas.
  • Alugar um buggy e ir visitar as cavernas
  • Cachoeira Kaeng Nyui que fica a cerca de 8km da cidade de Vang Vieng. Você pode ir de moto, bike ou tuk tuk.
  • Andar de balão no pôr do sol: o valor é relativamente barato se comparado ao passeio de balão de Bagan, no Myanmar, mas li alguns relatos que me deixaram com medo pela falta de segurança da empresa chinesa que organiza os passeios. É por este e outros motivos que o Laos é um dos lugares mais baratos para a prática mas tome muito cuidado (US$ 80 por pessoa).
  • Fazer um curso de escalada por um dia. Na Adam’s Rock Climbing School você pode conseguir mais informações de valores.
  • Tomar um baldinho de bebida vendo o pôr do sol em uma das pontes.
  • Ir no Full Moon Bar, no Sakura bar e/ou no Smile Bar para curtir festa na cidade.
  • Deitar no sofá de um dos TV bar que passam Friends, pedir uma bebida gelada (seja ela alcoólica ou não) e só relaxar e dar risada.
  • Ir para a Jungle Party que acontece todas as sextas-feiras.

Vang Vieng no Laos: dicas diferentes do que fazer

Que tal garantir o seu chip com internet antes de sair do Brasil?

A EasySim4U oferece diversos pacotes com internet ilimitada, além de pacotes de voz que você pode usar em mais de 190 países e o melhor, atendimento em português e entrega em todo o Brasil. Confira o melhor pacote para você. Use o cupom NAPROADAVIDA10 e receba 10% de desconto na compra do chip.

Vang Vieng: informações úteis

Quantos dias ficar em Vang Vieng:

2 dias/1 noite são suficientes mas, se puder ficar mais, esta é uma cidade para relaxar e apreciar a paisagem. Nós ficamos 5 dias/4 noites porque estávamos fazendo um trabalho com os hotéis da cidade e porque adoramos a vibe do lugar.

Onde nos hospedamos: hotéis econômicos em Laos

Na primeira noite ficamos no Easy Go Backpacker Hostel já que chegamos a noite e não conseguimos achar nenhum outro hotel mais em conta. Pagamos LAK 30.000 por cama num quarto compartilhado de 10 pessoas. A estadia foi ok mas, para nós, não vale muito a pena ficar em quarto compartilhado já que, além do barulho, temos que tomar cuidado dobrado com nossas coisas (temos computadores e equipamentos conosco).

No dia seguinte saímos em busca de um novo hotelzinho e encontramos o Seng Aloun Guesthouse que nos surpreendeu muito. O quarto era SUPER limpo, com chuveiro de água quente e uma estrutura super boa para os padrões do Laos e pelo valor (LAK 60.000 para um quarto privado com banheiro dentro). Super recomendamos esse hotel para quem quer mais tranquilidade.

Estradas de Vang Vieng, no Laos.

Estradas de Vang Vieng, no Laos. Foto: Bruno Miguel/@naproadavida.

Como chegar na cidade:

Como não tem aeroporto na cidade as únicas maneiras possíveis de chegar são de ônibus, van ou carro. As estradas são BEM RUINS e a van com certeza é a melhor opção, mesmo demorando um tempo infinitamente maior do que deveria por causa da infra estrutura péssima das estradas que, as vezes, são de terra ou pedra.

A van saindo de Vientiane nos deixou na frente do hostel que havíamos reservado. É comum acontecer isto com as vans compartilhadas mas, se não, eles te deixariam na estação de ônibus que não é super longe da cidade e, de lá, você poderia ir andando ou pegar um tuk tuk.

Planeje bem o transporte da sua viagem pela Ásia!✈️??
O continente é formado por muitas ilhas, regiões montanhosas e distâncias longas e isso exige algumas horas de locomoção de um lugar para outro. A nossa dica é usar o 12Go Asia para pesquisar e reservar os principais transportes e evitar perrengues durante a viagem.

Como se locomover na cidade: 

Andamos a pé todos os dias e alugamos uma moto para explorar as paisagens de fora da cidade por um dia (LAK 30.000 + LAK 9.000 de gasolina por 7 horas). Acho que vale mais a pena alugar a moto e sair da cidade do que ficar nela.

As pontes de Vang Vieng, no Laos

As pontes de Vang Vieng, no Laos. Foto: Bruno Miguel/@naproadavida.

Como sair de Vang Vieng para visitar outras cidades do Laos: 

Pegamos uma van que reservamos no Aussie Bar (local com valor mais baixo que encontramos) e saia de lá mesmo por LAK 80.000 a pessoa que nos levou de Vang Vieng até Luang Prabang (4 horas de transporte para aproximadamente 190 km de subidas e descidas e uma paisagem extremamente maravilhosa).

Cidades próximas para visitar, Laos:

Luang Prabang, Xiangkhouang e Xaisomboun.

Veja também:

E aí, gostou das dicas? E como foi a sua experiência visitando Vang Vieng, no Laos? Conta pra gente aqui nos comentários! Se quiser ver mais fotos ou vídeos sobre o Laos e outros países do Sudeste Asiático, siga as nossas redes sociais: Instagram, Facebook, Pinterest e YouTube.

Que tal compartilhar?

Indo para a Tailândia?

Conheça os melhores passeios para a sua viagem. Guias, fotógrafos e atendimento em português.

Somos Bruno & Vic, dois viajantes que se conheceram e se apaixonaram trabalhando a bordo de um navio de cruzeiros. Em 2016, saímos em uma viagem ao mundo e, desde então, levamos a nossa vida na estrada. Entre caronas, voluntariados e trabalhos online compartilhamos nossas inúmeras experiências e pouco dessa vida nômade aqui no Blog Na Proa da Vida, veja mais

Planeje sua viagem

seguro viagem

hotéis

chip de internet

trabalho voluntário

passeios & ingressos

transporte pela ásia

Veja mais sobre o mesmo assunto:

Nota: este post pode conter links de parceiros do blog Na Proa da Vida. Isso significa que ao comprar um de seus produtos você estará ajudando na manutenção do nosso blog e do conteúdo de qualidade produzido para você. Não se preocupe, você não paga nadica de nada a mais por isso e ainda nos motiva a conseguir descontos exclusivos, em diversos serviços, para os leitores do Na Proa da Vida. Saiba mais.

Publicado em: Atualizado em Mar 1, 2021
i
Categorias: Ásia | Destinos | Laos | Sudeste Asiático
<a href="https://www.naproadavida.com/" target="_blank">Victória</a>
Victória
Nascida em São Paulo, estudou Lazer e Turismo (USP) e tem no DNA a palavra viagem. Ama dar dicas de viagens e contar as experiências que já viveu. Já visitou mais de 45 países e não pretende parar tão cedo.

Pode ser interessante para a sua viagem

E aí, que tal deixar um comentário? ?

4 Comentários

  1. Débora Maraston

    Realmente não faria de maneira nenhuma a atividade da boia, deve ser super perigoso. Mas visitar VANG VIENG NO LAOS pra estar num lugar mais friozinho e conhecer lugares pitorescos, isso sim. Não curto cavernas não, mas adoraria estar nestas estradinhas e passar em lugares diferentes para explorar.

    Responder
    • Victória Farina

      Realmente Débora não sentimos falta nenhuma em fazer o tubbing em Vang Vieng mas adoramos dirigir a moto pelas estradas de terra e apreciar a paisagem. Tenho certeza que ia amar 🙂

      Responder
      • Débora Maraston

        dá para arriscar uma bike ou não?

        Responder
        • Victória Farina

          Hummmm, conhecemos pessoas que fizeram de bike mas o calor é intenso dependendo da época do ano e as distâncias são longas, não aconselharia!

          Responder

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *