Melhores países para trabalhar, morar e juntar dinheiro

Home » Planejamento » Melhores países para trabalhar, morar e juntar dinheiro

Atualizado em May 8, 2021

Por: Bruno

Atualizado em May 8, 2021

Por: Bruno

Você está procurando um novo país para morar, trabalhar e conseguir juntar um bom dinheiro? Uma questão muito importante para se levar em conta é a relação custo de vida e salário, que irá determinar se será possível acumular algum dinheiro, enquanto se trabalha em um pais estrangeiro. Vamos analisar juntos 6 lugares que, com um bom planejamento, são os melhores países para possível trabalhar e juntar um bom dinheiro, e claro, ter uma ótima qualidade de vida.

Você pode se interessar:
Quanto custa viajar de motorhome pela Europa?
Quanto custa cidadania italiana na Itália? Valores e dicas para economizar
Castelos da Europa: informações úteis e dicas
Eurotrip de carona: Letônia (Liepaja e o litoral) ??

Melhores países para trabalhar e morar no exterior

Suécia

Devido ao alto padrão de vida e à economia estável, a Suécia tem sido um país atraente para a imigração. O país também é considerado um modelo para tecnologias modernas e marcas de sucesso global.

A Suécia também tem muito a oferecer em termos de natureza, além de ser conhecida pelos seus inúmeros lagos e florestas paradisíacas, ideais para passeios, principalmente nas longas noites de verão.

A Suécia é membro da UE, razão pela qual você precisará de uma autorização especial para trabalhar e permanecer no país. Mesmo assim, o país é considerado um dos melhores países para trabalhar e morar no mundo.

Situação econômica

O mercado de trabalho na Suécia é bastante forte. A taxa de desemprego era de 6,5% em 2018, abaixo da média europeia. Embora o país seja relativamente escassamente povoado, você pode encontrar empresas líderes mundiais e globalmente posicionadas de todos os setores.

Existem boas chances de conseguir um emprego, especialmente nas áreas rurais. Trabalhadores bem treinados provavelmente serão necessários nessas regiões.

Como e onde trabalhar FÁCIL sem exigência de visto para brasileiros: Melhores países para trabalhar e morar no exterior

Se você está mais interessado em trabalho sazonal, a Suécia também é interessante. É um destino turístico popular, especialmente no verão entre março e outubro. Seus ambientes de trabalho variam muito.

Seja como funcionário de uma fazenda ou talvez em uma empresa de cavalos. A criação de cavalos tem uma longa tradição na Suécia. Dependendo de sua habilidade e interesses, você pode se divertir muito.

Trabalho voluntário - viaje gastando pouco
Pensando em viajar por um longo período e fazer trabalhos voluntários? Acesse o site da Worldpackers e tenha US$10 de desconto na sua próxima experiência no exterior. Essa pode ser sua porta de entrada no país antes de conseguir um emprego no exterior.

Quais profissões são procuradas na Suécia?

A escassez de trabalhadores qualificados também pode ser sentida na Suécia. Médicos, enfermeiras, professores, artesãos e arquitetos são particularmente procurados. Um bom conhecimento de sueco é um requisito básico para esses empregos.

As fortes indústrias da Suécia são principalmente de tecnologia da informação, biotecnologia, energias renováveis, madeira, celulose e papel, bem como indústrias de processamento, como construção de veículos, engenharia elétrica, construção e produtos farmacêuticos. Se você tiver as qualificações necessárias, terá boas perspectivas de emprego no país.

Além da opção clássica de procurar emprego no exterior através da Internet, você também pode procurar emprego em alguma agência que trabalha em toda a Europa. As agências europeias de emprego trabalham em conjunto no âmbito do programa EURES (European Employment Services).

Trabalho qualificado de brasileiros é necessário em diversos países do mundo

Países para brasileiro morar e trabalhar

Dinamarca

A Dinamarca tem um dos mais altos padrões de vida do mundo e ocupa a 11ª posição no mundo no índice de desenvolvimento humano. A Dinamarca é um país onde se leva muito a sério a qualidade de vida de seus moradores.

Situação econômica na Dinamarca

A Dinamarca é um dos países economicamente mais fortes da União Europeia, com ênfase em serviços e empresas industriais típicas de países altamente desenvolvidos. O setor público é fortemente desenvolvido na Dinamarca, quase 30% de todos os trabalhadores são funcionários públicos.

Essa alta participação do serviço público no emprego total também é explicada pelo amplo seguro social do Estado. A taxa de desemprego é baixa, pouco menos de 5%. A Dinamarca tem uma dívida interna muito baixa.

Setores significativos da economia dinamarquesa são o transporte marítimo, a engenharia mecânica e de plantas e a indústria farmacêutica. Indústrias importantes do futuro, como a biotecnologia, estão se tornando cada vez mais importantes.

O setor do turismo também é uma parte importante da economia dinamarquesa.

Entre outras coisas, exportam-se máquinas, eletrônicos e petróleo. A Alemanha é um dos parceiros comerciais mais importantes da Dinamarca, o que significa que muitas empresas alemãs podem ser encontradas na Dinamarca. Além disso, sempre há ofertas de emprego na Dinamarca, onde o conhecimento de alemão é um pré-requisito para o emprego.

Devido aos dados econômicos gerais, a Dinamarca oferece oportunidades de emprego atraentes, especialmente para trabalhadores estrangeiros altamente qualificados. No entanto, isso não se aplica a todos os setores, então você deve avaliar suas chances no mercado de trabalho dinamarquês individualmente.

Há demanda por trabalhadores nos seguintes setores:

  • Construção e metalurgia
  • Logística (especialmente motoristas de caminhão)
  • Indústria alimentícia
  • Cuidados de saúde
  • Além disso, engenheiros e gerentes de construção são muito procurados na Dinamarca.
  • Você também encontrará vários empregos em indústrias futuras, como a de biotecnologia.

Saiba os melhores países para trabalhar, morar e ganhar uma grana

Melhores países para trabalhar, morar e ganhar uma grana

Holanda

Conseguir um emprego na Holanda é o sonho de muitos jovens. As chances de um emprego adequado podem ser boas para alguns profissionais. O ambiente de trabalho na Holanda é relativamente casual.

Situação econômica da Holanda

A Holanda – ou Países Baixos – tem basicamente um sistema econômico relativamente liberal que funciona bem.

A situação econômica pode variar em algumas áreas. A taxa de desemprego era de 8,6% no início de 2018. A indústria de transformação, a indústria de alimentos, a fabricação de eletrodomésticos e caminhões, química e a refinaria de petróleo dominam as melhores oportunidades de empregos.

A Holanda também possui instalações consideráveis ​​de armazenamento de gás natural perto de Groningen e no sul do Mar do Norte.

O setor de serviços é de grande importância para a Holanda: o Aeroporto Schiphol perto de Amsterdã, os portos mundiais de Rotterdam e Amsterdã e os provedores de serviços financeiros ING, Fortis e AEGON estão entre as maiores empresas de serviços da Europa.

Por último, mas não menos importante, a Holanda é o terceiro maior exportador mundial de produtos agrícolas – atrás apenas dos EUA e da França. Com alto nível de tecnologia, são produzidos vegetais, grãos, frutas e flores de corte. A produção de leite também é realizada em grande escala. O queijo é o produto de exportação mais importante da Holanda.

Dicas de onde trabalhar fora, no exterior

Holanda: mercado de trabalho e empregos para estrangeiros

Não há falta aguda de mão de obra na Holanda. No entanto, especialmente para candidatos mais jovens com altas qualificações profissionais ou diplomas universitários, as chances de conseguir um emprego são geralmente muito boas.

Além de uma educação sólida com uma boa qualificação (especialmente como economista de negócios, engenheiro e cientista da computação), os potenciais empregadores holandeses gostam de ver se os candidatos de outros países já possuem habilidades no idioma holandês.

Você encontrará empregadores particularmente interessantes nas seguintes áreas:

  • Máquinas de construção de veículos e construção naval
  • Engenharia elétrica
  • Indústria alimentícia
  • Hotelaria
  • Cuidados de saúde
  • Educação

Não viaje para a Europa sem seguro! Estamos viajando há mais de 3 anos pelo mundo e já tivemos diversos problemas na viagem que foram cobertos pelo nosso seguro viagem. Nós estávamos cobertos pela World Nomads e o suporte foi sempre sensacional e em português. Eles oferecem 5% de desconto com o código: PROADAVIDA.
Outro grande parceiro brasileiro é a Seguros Promo, que oferece 5% de desconto para os viajantes leitores do blog que usarem o código NAPROADAVIDA5.
Assista aos vídeos desta playlist para ajudar na hora de fechar o seguro e garantir o desconto.

Melhores países da Europa para brasileiro trabalhar

Irlanda: Trabalho na Ilha Esmeralda

Os prados verdes exuberantes e pastagens da Irlanda não só atraem turistas – muitos estrangeiros vêm aqui para ficar mais tempo e também para conseguir um emprego. A Irlanda é considerada um dos países mais fáceis e melhores para trabalhar e morar no exterior

Para os jovens, a Irlanda certamente também é atraente devido cultura de pub conhecida mundialmente. Se você fala inglês e realmente deseja conhecer o país e seu povo, existem muitas oportunidades empolgantes para uma estadia de trabalho gratificante na Irlanda.

Situação econômica da Irlanda

A economia da Irlanda geralmente se beneficiou muito com a globalização e também se abriu para investidores estrangeiros. Uma longa recuperação se seguiu a partir da década de 1990, caracterizada por altas taxas de crescimento, uma queda acentuada no desemprego e um aumento acentuado na renda per capita.

Com a crise econômica e financeira global, uma profunda recessão se seguiu a partir de 2008. Os superdimensionados setores bancários e de construção da Irlanda também desempenharam um papel importante no país. Só em 2011 essa queda foi finalmente superada com um crescimento de + 2,2%.

A distribuição dos setores econômicos individuais é atualmente a seguinte:

  • Serviços: 41%
  • Setor industrial: 26%
  • Transporte e comunicação 24%
  • Pesca, agricultura e silvicultura: 2%.

Trabalho não qualificado na Europa e países ricos

Aluguel de carro
A viagem em algumas regiões fica ainda melhor e mais confortável se você estiver de carro. Mas se não estiver com carro no momento da viagem, veja as opções de aluguel de carro para a região da sua viagem. A Rentcars e a RentalCars são ótimas buscadoras de locadoras de carro para alugar.

Mercado de trabalho e oportunidades de trabalho na Irlanda

Apesar da taxa de desemprego relativamente elevada, existem certas indústrias em crescimento na Irlanda que precisam de pessoal qualificado, incluindo do estrangeiro. Esses setores incluem:

  • Tecnologia da informação e comunicação
  • Mídia
  • Tecnologia médica
  • Pesquisa e desenvolvimento
  • Saúde
  • Gastronomia
  • E alguns setores das áreas de finanças e manufatura.

Trabalhadores qualificados, técnicos, engenheiros e especialistas em TI têm uma boa chance de conseguir um emprego atraente nessas indústrias.

Empregos dos sonhos esperando por você na Irlanda

O próprio país tem muito a oferecer, o mesmo se aplica aos empregos que o esperam. Uma olhada no cenário corporativo revela nomes que são conhecidos em todo o mundo, como Amazon, Google, Facebook e Apple, para citar apenas alguns. Você pode se surpreender, pois a Irlanda não é exatamente a nação que seria descrita como uma potência econômica global.

No entanto, a Irlanda está cada vez melhor ano após ano, a economia está realmente crescendo. Ao mesmo tempo, muitas empresas estrangeiras reconheceram o potencial de economia (fiscal) na ilha:

  • O imposto corporativo é de apenas 12,5%
  • Os custos trabalhistas são baixos.
  • As lacunas na legislação tributária facilitam a transferência de lucros para as Ilhas Cayman, onde os impostos são ainda mais baixos.

Mesmo que uma mudança na brecha fiscal tenha sido anunciada, é improvável que as grandes empresas voltem as costas à Irlanda por causa disso – pelo contrário, a Apple acaba de expandir sua localização em Cork. Uma vez que a Irlanda sozinha não pode aumentar a mão de obra de que essas grandes empresas precisam, há uma falta de trabalhadores qualificados, graduados do exterior estão sendo procurados cada vez mais.

Vai viajar pela Irlanda e outros países da Europa? ✈️?

Conheça a Flixbus e reserve ônibus a partir de €3,00 e uma estrutura com wi-fi, café, biscoitos entre outros. Veja a disponibilidade e valores para a sua viagem.

Melhores países para brasileiro que quer morar fora

Nova Zelândia

O paraíso natural – os Māori chamam de “Aotearoa”, terra da longa nuvem branca , não atrai apenas os turistas. Veja diversos passeios incríveis que você pode fazer na Nova Zelândia aqui.

Muitos jovens brasileiros querem viver e trabalhar aqui – por um tempo ou permanentemente. As duas ilhas principais da Nova Zelândia são relativamente pouco povoadas e a natureza é, portanto, quase intocada, com uma vegetação única e extremamente diversa.

A economia na Nova Zelândia

A economia da Nova Zelândia é de livre comércio que depende muito das exportações. Desde meados da década de 1980, a Nova Zelândia tem se empenhado em diversificar seu comércio exterior e desregulamentar sua economia quase completamente.

A Nova Zelândia é – também devido ao seu pequeno mercado interno – um país tradicional de exportação. Os EUA, Japão, China, Austrália e União Europeia são os parceiros comerciais mais fortes.

As principais indústrias da Nova Zelândia, nomeadamente agricultura e silvicultura, indústria alimentar (produtos lácteos) e turismo são bastante precários para um país industrializado. 95% de todos os produtos agrícolas são exportados.

O turismo é o segundo ramo de exportação mais importante: todos os anos, cerca de 2,6 milhões de turistas de todo o mundo visitam as ilhas da Nova Zelândia. Em geral, o setor de serviços está desempenhando um papel cada vez mais importante na economia da Nova Zelândia.

Economia geral: após a crise econômica e financeira em 2010, a recuperação econômica no ano seguinte foi enfraquecida principalmente pelo terremoto em Christchurch. O desastre natural foi o mais devastador em 80 anos e quase levou a Nova Zelândia à recessão. Em 2013, a taxa de desemprego era de 6,1%.

A Irlanda é um dos melhores países para trabalhar e morar no exterior

Mercado de trabalho e oportunidades de emprego para estrangeiros

Que oportunidades de trabalho os estrangeiros têm no mercado de trabalho da Nova Zelândia? O escritório de imigração local – “Immigration New Zealand” – publica listas semestrais com as profissões e profissionais solicitados pela Nova Zelândia .

A “Lista de Escassez de Competências Imediatas” (ISSL) e a “Lista de Escassez de Habilidades de Longo Prazo” (LTSSL) também especificam as qualificações universitárias e profissionais exigidas.

O mercado de trabalho da Nova Zelândia está procurando funcionários dos seguintes grupos ocupacionais:

  • Profissões médicas (médicos, enfermeiras, parteiras, assistentes técnico-médicos)
  • Técnicos e engenheiros (por exemplo, de áreas como construção, tecnologia médica, engenharia, mecânica ou engenharia elétrica)
  • Técnico de mecatrônica automotiva
  • Profissionais de TI
  • Geocientistas
  • Profissionais de finanças e contabilidade
  • Profissionais de hotéis e restaurantes, chef
  • Profissionais agrícolas e florestais

Trabalho no exterior para brasileiros

Melhores países para trabalhar e morar no exterior

Noruega

A Noruega é vista como pioneira em questões como igualdade de gênero, equilíbrio entre vida pessoal e profissional e seu sistema educacional. O país industrial altamente desenvolvido impressiona não apenas por sua natureza de tirar o fôlego, mas também por seu alto padrão de vida.

Para muitos, não é apenas um destino popular de férias, mas também um país de imigração permanente. Se você sonha em ficar mais tempo na terra dos fiordes e alces, é melhor conhecer o mercado de trabalho da Noruega.

A Noruega é um país pacífico e seguro com um bom sistema social. O país tecnologicamente inovador também chama a atenção pela diversidade de empregos.

Os entusiastas da natureza, em particular, terão uma qualidade de vida elevada na Noruega. Muita natureza intocada que o convida a esquiar no inverno e no verão você pode passar as noites amenas em um dos inúmeros lagos.

A Noruega é um dos melhores países para trabalhar e morar no exterior

Situação econômica

O mercado de trabalho na Noruega é forte. A taxa de desemprego era de apenas 3,9% em 2018 , o que está abaixo da média europeia. Acima de tudo, as matérias-primas fósseis, como petróleo e gás, ajudam a Noruega a prosperar. Há uma escassez aguda de trabalhadores qualificados em todos os setores do país.

Os brasileiros bem qualificados têm boas chances de conseguir um emprego. As empresas norueguesas também são caracterizadas por um pensamento voltado para o futuro. O país permanecerá competitivo no futuro por meio de inovação e desenvolvimento de tecnologia constantes.

Na Noruega, há sempre uma grande demanda por especialistas qualificados de uma ampla variedade de indústrias. Há uma demanda particularmente alta por funcionários nas áreas de cuidados e medicina, geração de energia, tecnologia e construção, bem como em setores noruegueses típicos, como navegação, indústria pesqueira e exploração de petróleo e gás.

Quais indústrias têm maior demanda varia muitos entre suas regiões. O norte tem a maioria dos empregos na pesca e no serviço público. Em contraste, muitas empresas industriais e prestadores de serviços estão localizados nas costas do sul.

Que tal garantir o seu chip com internet antes de sair do Brasil?

A EasySim4U oferece diversos pacotes com internet ilimitada, além de pacotes de voz que você pode usar em mais de 190 países e o melhor, atendimento em português e entrega em todo o Brasil. Confira o melhor pacote para você. Use o cupom NAPROADAVIDA10 e receba 10% de desconto na compra do chip.

Conclusão sobre os melhores países para trabalhar e morar no exterior:

Existem diversos países ainda que os brasileiros poderiam juntar um bom dinheiro, devido a sua moeda local forte. Ao escolher um novo país para morar e trabalhar, também considere se há opções de lazer gratuitas que podem elevar ainda mais a qualidade de vida.

Outros países atraentes para a imigração de brasileiros são: Alemanha, Inglaterra, Canadá, Estados Unidos, Estônia e Austrália.

E aí, gostou das dicas dos melhores países para trabalhar e morar no mundo? E como foi a sua experiência? Conta pra gente aqui nos comentários! Se quiser ver mais fotos ou vídeos sobre a Tailândia e outros países do Sudeste Asiático, siga as nossas redes sociais: Instagram, Facebook, Pinterest e YouTube.

Além do post “melhores países para trabalhar e morar no exterior”, você pode se interessar:

Que tal compartilhar?

Indo para a Tailândia?

Conheça os melhores passeios para a sua viagem. Guias, fotógrafos e atendimento em português.

Somos Bruno & Vic, dois viajantes que se conheceram e se apaixonaram trabalhando a bordo de um navio de cruzeiros. Em 2016, saímos em uma viagem ao mundo e, desde então, levamos a nossa vida na estrada. Entre caronas, voluntariados e trabalhos online compartilhamos nossas inúmeras experiências e pouco dessa vida nômade aqui no Blog Na Proa da Vida, veja mais

Planeje sua viagem

seguro viagem

hotéis

chip de internet

trabalho voluntário

passeios & ingressos

transporte pela ásia

Veja mais sobre o mesmo assunto:

Nota: este post pode conter links de parceiros do blog Na Proa da Vida. Isso significa que ao comprar um de seus produtos você estará ajudando na manutenção do nosso blog e do conteúdo de qualidade produzido para você. Não se preocupe, você não paga nadica de nada a mais por isso e ainda nos motiva a conseguir descontos exclusivos, em diversos serviços, para os leitores do Na Proa da Vida. Saiba mais.

Publicado em: Atualizado em May 8, 2021
<a href="https://www.naproadavida.com/" target="_blank">Bruno</a>
Bruno
Já morei numa casa de lata flutuante onde o maior prazer era descobrir os sete mares. Trabalhei nos maiores eventos esportivos do mundo e vi o Bolt voando para mais um ouro no Rio de Janeiro. Hoje viajo o mundo sem data de volta para casa, na verdade, tenho chamado o mundo de minha casa. Não conto quantos países conheci pelo número de carimbos no passaporte, pois às vezes conheço dez países dentro de um só. Mergulhador e amante do oceano, amo aprender novos idiomas e coisas novas e escrevo sobre algumas das minhas aventuras no Na Proa da Vida.

Pode ser interessante para a sua viagem

E aí, que tal deixar um comentário? ?

0 Comments

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *