Tudo sobre Chiang Mai: dicas, informações, atrações, coisas para fazer, hospedagem e muito mais

Home » Tailândia » Tudo sobre Chiang Mai: dicas, informações, atrações, coisas para fazer, hospedagem e muito mais
Atualizado em 29/06/2021
Por: Bruno

Atualizado em 29/06/2021
Por: Bruno

Chiang Mai foi um dos lugares que mais curtimos morar e passar tempo explorando desde que começamos a viagem há 3 anos (sim, já faz 3 anos que estamos viajando). Foi também um dos lugares que mais tivemos a oportunidade rodar e conhecer cidades vizinhas, algumas vezes com a nossa moto alugada e outras com os ônibus e vans nas estradas cheias de curva do norte da Tailândia. E desde então, nós recebemos tantas perguntas no Instagram, YouTube e aqui no blog, que resolvemos juntar algumas destas perguntas e responder TUDO SOBRE CHIANG MAI que você precisa saber para curtir o melhor dessa cidade tão especial.

Cabelos ao vento no trem a caminho de Chiang Mai | Foto:Bruno/@naproadavida

Cabelos ao vento no trem a caminho de Chiang Mai | Foto:Bruno/@naproadavida

Leia mais sobre a Tailândia:

Tudo sobre Chiang Mai

Para facilitar o entendimento e organização das perguntas, assim como fizemos com o tudo sobre Phi Phi, nós as separamos por categorias que falam sobre transporte, passeios, hospedagem, festival das lanternas, onde comer, o que fazer na cidade e outros assuntos importantes que são de extrema importância saber sobre a cidade de Chiang Mai. Acesse o @naproadavida e o @passeiosemphiphi para dicas, informações úteis e fotos da Tailândia.

Transportes em Chiang Mai ou de/para a cidade

Para transporte na Tailândia, nós nos baseamos e reservamos passagens no 12Go Asia, que é referência para toda a Ásia e alguns países da Europa e você pode reservar passagens de trem, ferry, ônibus, vans e até avião. Mas sim, se você não tem um roteiro fechado, é possível comprar as passagens na hora em muitos lugares, dependendo da época. Aqui você aprende a usar melhor o site.
Mas vamos às dúvidas sobre locomoção em Chiang Mai e cidades vizinhas.

Tuk Tuk nas ruas de Chiang Mai. | Foto: Bruno/@naproadavida

Tuk Tuk nas ruas de Chiang Mai. | Foto: Bruno/@naproadavida

Como são os Red Car de Chiang Mai? Songthaew

Os songthaew ou red car, como também são conhecidos, são o meio de transporte mais popular em Chiang Mai. É simplesmente uma pick-up com dois bancos longos e uma cobertura de metal com janelas. Também conhecidos como red taxi ou red truck, o songthaew pode levar entre 8 e 10 pessoas, ou às vezes mais, dependendo do motorista hahaha. ?

O famoso red car (songthaew) nas ruas de Chiang Mai. | Foto: Bruno/@naproadavida

O famoso red car (songthaew) nas ruas de Chiang Mai. | Foto: Bruno/@naproadavida

O nome songthaew significa “duas fileiras” em tailandês, exatamente por conta dos dois bancos que existem atrás. Existem diferentes cores deste tipo de transporte em Chiang Mai (vermelho, amarelo, branco, azul, verde e laranja) mas vermelho é o principal dentro da cidade de Chiang Mai, já que as outras cores vão para outras cidades e províncias. Para entrar em um, basta esperar na avenida e estender a mão.
As tarifas normalmente começam em 20THB para uma distância curta e variam de acordo com o destino, mas não deveriam passar de 100THB, pois aí já melhor pegar um Grab ou táxi. Quando chegar lá você vai ver que é possível usar o songthaew para ver tudo sobre Chiang Mai.
A forma correta de pronunciar songthaew é dizer: song teu. Veja esta e outras palavras em tailandês.

Como chegar ao templo Doi Suthep?

A montanha de Doi Suthep é onde está o Wat Phra That Doi Suthep, um dos templos mais conhecidos em importantes de Chiang Mai. Para chegar até lá existem três opções: dirigindo, songthaew ou caminhando.

Escadaria do templo Doi Suthep Chiang Mai. | Foto: Bruno/@naproadavida

Escadaria do templo Doi Suthep. | Foto: Bruno/@naproadavida

Dirigindo também quer dizer que você pode chamar um Grab/táxi, mas aí ele saberá como chegar lá. Caso você vá de moto ou carro, basta pegar a avenida 1004, conhecida como Huay Kaew Road e seguir a estrada, passando pelo Maya Shopping e pelo o Zoo. Ali já começa a subida mais forte e cheia de curvas, não é nada de outro mundo, mas se você não é bom, principalmente com motos, vá devagar! O final dessa subida é a entrada da escada para o templo de Doi Suthep, com seus 306 degraus.

O songthaew (red car) é geralmente a forma mais comum de chegar em Doi Suthep, custa entre 40 e 60THB por pessoa e te deixa na porta do templo. É possível também combinar com o motorista para um red car privado, o que é ótimo se estiver em grupo. Um trecho custa mais ou menos 300THB ou 500THB, se for ida e volta.

De moto até o templo Doi Suthep em Chiang Mai.

De moto até o templo Doi Suthep em Chiang Mai.

E a opção de ir caminhando parece loucura, mas é possível. Logo após a Universidade de Chiang Mai existe uma trilha que vai até o topo, bem sinalizada e com placas indicando a “Nature Hike“. A subida leva entre 3 e 4 horas, basta seguir a sinalização. Caso não se sinta confortável em fazer sozinho, existe um tour com guia até o topo da montanha. Leve água e um casaco fino, pois pode fazer frio lá em cima.

Como ir do aeroporto até Old City (quadrado)?

O aeroporto de Chiang Mai está a apenas 5km do centro da cidade, conhecido como Old City ou ‘o quadrado‘. Existem diferentes formas de ir do aeroporto para o centro e elas são:

  • Ônibus (aiport bus) – sai do aeroporto para os principais pontos em Chiang Mai (Nimman, Tha Phae Gate, Night Bazar entre outros) e custa apenas 20THB.
  • Songthaew (red car) – muito usado nesse trecho também, custa 40THB e leva para qualquer lugar de Old City. Se oferecerem serviço de táxi, diga que prefere esperar por outros viajantes, pois podem tentar cobrar mais de 300THB nessa brincadeira.
Songthaew amarelinho de Chiang Mai (Yellow car). | Foto: Bruno/@naproadavida

Songthaew amarelinho de Chiang Mai (Yellow car). | Foto: Bruno/@naproadavida

  • Tuk Tuk – são mais caros, mas são mais rápidos pois você não precisa esperar outros passageiros e te levam até a porta do hotel. O normal é entre 100 e 150THB.
  • Táxi – mesmo valor dos Tuk Tuks, porém, existe uma taxa extra de 50THB saindo do aeroporto. É possível também usar o Grab, mas nem sempre funciona direito no aeroporto de Chiang Mai.

Dica extra: existe um serviço de minivan também, mas este nunca é muito constante e geralmente começa no fim da tarde, por volta das 17h30.

Como faz para ir de Chiang Mai para Pai?

Para chegar de Chiang Mai a Pai também existem diferentes opções de transporte, os públicos saem da Chiang Mai Arcade Bus Station, que são:

  • Minivan – nós fomos de minivan e compramos a passagem uns dias antes, mas é possível comprar na hora, dependendo da época. Custa cerca de 180THB e 3-4h até Pai. Se quiser comprar com antecedência, veja os valores e horários.
  • Ônibus público – para quem pretende economizar, os ônibus são uma ótima opção, funcionam a cada 2h, das 7h às 16h e custam cerca de 90THB. Para este é preciso chegar na estação e ver se há disponibilidade.
A direção e os 135km até a cidade de Pai, Tailândia.

A direção e os 135km até a cidade de Pai, Tailândia.

  • Moto – se você sabe pilotar, pode ser uma boa ideia ir de Chiang Mai para Pai de moto. A estrada é linda e passa por diversos mirantes e cachoeiras nas montanhas da Tailândia. Leve um bom casaco e tenha a sua habilitação com você, pois sempre há blitz na estrada.
  • Avião – existia um voo de Chiang Mai para Pai pela Wisdom Airways, mas desde o início de 2019 a empresa suspendeu as operações e a previsão é de voltar a operar em 2020.

Como ir de Chiang Mai para Chiang Rai?

Chiang Rai está sempre no roteiro de quem visita o norte da Tailândia, principalmente por conta dos famosos templos branco e azul. Para chegar lá, as opções são as seguintes:

  • Ônibus – é a melhor forma e a mais usada para ir de Chiang Mai a Chiang Rai. A principal empresa é a Green Bus e poucas agências vendem os bilhetes, é preciso comprar online ou direto no terminal de ônibus, o mesmo que vai para Pai. O trajeto leva cerca de 3-4h e custa cerca de 180THB. Veja valores e horários atualizados.
Ônibus que faz o trajeto entre Chiang Mai e Chiang Rai. | Foto: Bruno/@naproadavida

Ônibus que faz o trajeto entre Chiang Mai e Chiang Rai. | Foto: Victória/@naproadavida

  • Moto/carro – é possível ir de Chiang Mai para Rai de moto, porém, todo cuidado é pouco, pois esta avenida é bem movimentada e com bastante curvas. Se decidir fazer, tenha certeza de que contratou um bom Seguro Viagem, para prevenir. Para carros é um pouco menos perigoso, mas ainda assim, mantenha a atenção.
  • Avião – não existem boas opções de voo entre Chiang Mai para Chiang Rai, mas é possível voar de outras cidades da Tailândia até Chiang Rai e depois seguir para Chiang Mai.

Como ir de Chiang Mai a Bangkok?

Esta é uma das rotas mais perguntadas pelos viajantes aqui. Fizemos essa rota com o trem, antes de pegar um voo para Singapura e foi muito bom, abaixo estão as opções:

  • Trem – sim, o trem é a forma que mais gostamos de fazer o trajeto entre Chiang Mai e Bangkok. A paisagem é maravilhosa, você a vida no interior da Tailândia e o pôr do sol faz o cenário ficar ainda mais bonito, acompanhado das estrelas. Leia mais.
    O trem noturno faz o trajeto numa viagem de 12 a 14h e você pode escolher entre as categorias First Class, 2nd Class Sleeper, 2nd Class somente assentos e a terceira classe. É possível comprar todas as classes com antecedência pela internet, com exceção da 3ª classe, que é vendida direto na estação. Os valores variam de 620THB (segunda classe) a 1800 (1ª classe). Na terceira classe é possível encontrar assentos a partir de 400THB, porém, saiba que é uma longa viagem e pode ser difícil na 3ª classe. Confira valores e disponibilidade.
No trem de Bangkok a Chiang Mai.

No trem de Bangkok a Chiang Mai.

  • Ônibus – existem dois tipos de ônibus de Chiang Mai para Bangkok. O Tourist Bus (Express) é o que os mochileiros normalmente pegam e ele custa entre 400 e 500THB, porém, pode ser complicado para quem gosta de espaço pois esse não é o forte destes ônibus. E tem o que eles chamam de VIP Bus, a partir de 600THB. A viagem dura cerca de 10 a 12 horas e você confere valores aqui.
  • Avião – esta é sem dúvidas a forma mais rápida e eficaz, já que o voo de Chiang Mai para Bangkok dura somente 1 hora. Existem voos para os dois aeroportos de Bangkok (DMK e BKK) e pela praticidade, são bem baratos. As empresas Air Asia, Nok Air e Thai Lion Air operam voos a partir de 850THB por trecho, veja os voos aqui.

Dica: se for viajar de trem noturno na Tailândia, tente reservar com alguns dias de antecedência, caso contrário, algumas classes podem não estar mais disponíveis nas datas da sua viagem.

Outra dica: cuidado nos ônibus da Tailândia, pois é comum ouvir relatos de roubos das bagagens que vão embaixo. Funcionários das empresas acabam furtando itens das malas. Portanto, nunca deixe dinheiro ou algo de valor na mala “despachada”.

Trem noturno de Bangkok a Chiang Mai

Como disse acima, o trem noturno de Bangkok para Chiang Mai é algo que deve ser vivido e levado em consideração na hora de planejar a sua viagem pela Tailândia. A maneira mais confortável é viajar na First ou Second Class, já que é possível dormir na cama disponível na cabine.

Terceira classe do trem noturno para Chiang Mai, Tailândia.

Terceira classe do trem noturno para Chiang Mai, Tailândia.

Nós já viajamos até na terceira classe e foi uma experiência inesquecível, eu realmente me senti viajando como um local na Tailândia, até porque éramos os únicos estrangeiros ali. Foi legal, mas não é confortável. Como disse acima, a viagem demora de 12-14h e os valores são os mesmo que de CM para BKK. A única diferença é que este trecho é mais concorrido que o inverso, por isso é bom reservar sempre com alguns dias de antecedência. Veja disponibilidade e valores.

Como ir de C. Mai a Sukhothai?

Como esta não é uma rota muito frequentada, as opções de transporte são menores entre Chiang Mai e Sukhothai, a primeira capital do reino do Sião (Sukhothai Kingdom). As melhores opções para percorrer esses 300km são um ônibus ou van em uma viagem que leva 6 horas direto para Sukhothai ou pegar o trem até Phitsanulok e de lá, seguir de ônibus até o destino final.

Como ir de Chiang Mai para Luang Prabang?

A viagem da Tailândia para o Laos é bem famosa por conta do barco que faz o trajeto pelo Rio Mekong e leva cerca de 2-3 dias. Viajar de avião é a forma mais rápida e segura para evitar perrengues e golpes nas fronteiras. Veja os voos para LP.

Pôr do sol no Rio Mekong em Luang Prabang. | Foto: Victória/@naproadavida

Pôr do sol no Rio Mekong em Luang Prabang. | Foto: Victória/@naproadavida

Mas se você tem tempo, é possível fazer o trajeto de Chiang Mai a Luang Prabang de ônibus ou com barcos que são lentos ou rápidos (slow e speedboat). Esta opção exige que você pegue um transporte até a fronteira da Tailândia com o Laos e, de lá, pegar o ônibus ou os barcos subindo para Luang Prabang.

É possível ir de Chiang Mai para Phi Phi?

É possível ir de Chiang Mai para todas as partes da Tailândia, porém, isso não quer dizer que é algo simples. Para ir de Chiang Mai a Phi Phi, a melhor opção é voar até Krabi ou Phuket e de lá pegar a ferry para Phi Phi.

Longtail boat em uma das lindas praias de Phi Phi Islands. | Foto: @passeiosemphiphi

Longtail boat em uma das lindas praias de Phi Phi Islands. | Foto: @passeiosemphiphi

É possível fazer o trajeto de trem e ônibus, mas você precisaria ir para Bangkok e de lá para Phuket ou Krabi, o que resultaria em quase dois dias de viagem e uma viagem cansativa e mais cara. Veja os voos até Phi Phi, via Phuket.

Qual o melhor trajeto de Chiang Mai para Krabi ou Phuket?

Como disse acima, a melhor forma de chegar nestes dois lugares saindo de Chiang Mai é de avião. Os voos levam cerca de 2h até Krabi ou Phuket e custam a partir de 1800THB. Evite fazer este trajeto por terra, pois será extremamente cansativo e a economia será ZERO. A não ser que você pare em Bangkok e fique uns dias.

Hospedagem no norte da Tailândia

Onde ficar em Chiang Mai?

Chiang Mai é um lugar que possui uma infinidade de hotéis e oportunidades para se hospedar bem e curtir a cidade de diferentes formas. Existem opções perto do rio, nas montanhas, em Old City e perto da área dos shoppings, onde estão muitos jovens e nômades digitais.

Área da piscina do Baan Saen Fang Hotel em Chiang Mai

Área da piscina do Baan Saen Fang Hotel. | Foto: divulgação

Antes de seguir, veja os nossos posts dedicados a Onde ficar em Chiang Mai e as Avaliações dos leitores sobre os hotéis na cidade.
Agora sim, veja abaixo as melhores regiões para se hospedar em Chiang Mai:

  • Old City – a cidade antiga é a melhor opção para hospedagens na cidade. é uma região bem localizada, com bons transportes e perto as principais atrações e templos. Veja os hotéis em Old City.
  • Thapae Road e Night Bazar – fica fora de Old City mas é bem na saída do Thapae Gate, aqui as opções são boas para todos os gostos, principalmente quem procura bares, bons restaurantes e vida noturna agitada. O Festival das Lanternas público também acontece nessa rua e região. Para famílias, o melhor é pegar um hotel perto do Night Bazar e perto do Ping River, rio de Chiang Mai. Veja hotéis nesta região.
Quarto imenso do Hotel Le Meridien em Chiang Mai. | Foto: divulgação/booking

Quarto imenso do Hotel Le Meridien em Chiang Mai. | Foto: divulgação

  • Riverside – aqui estão alguns dos melhores hotéis de Chiang Mai, às margens do Rio Ping. Possui muitos bares com música ao vivo e restaurantes, porém, esta é uma sem muitas atrações turísticas. É ótimo para casais em lua de mel. Confira as opções de hotéis por ali.
  • Nimman Road – Esta é região mais moderna de Chiang Mai, com shoppings, cafés, hamburguerias e bons restaurantes. Aqui é onde os jovens normalmente ficam por conta dos bares e vida noturna um pouquinho mais viva. Veja as opções de hospedagem por ali.
  • Santitham – A região de Santitham é mais descolada, com uma vida noturna legal e agitada. Fica pertinho da Nimman e da área dos shoppings.

Vale a pena se hospedar na Nimman Road?

Sim, com certeza! A Nimmanhaemin Road é um dos melhores bairros para ficar em Chiang Mai, pois tem tudo por perto e muita coisa funciona 24 horas. Eu somente não indico ficar por ali, caso tenha pouco tempo em Chiang Mai e a ideia seja visitar os templos e atrações a pé. Aí é melhor ficar em Old City para aproveitar o tempo que se tem ali.

Quarto do Peak Nimman em Chiang Mai | Foto: divulgação

Quarto do Peak Nimman em Chiang Mai | Foto: divulgação

É recomendado ficar em Chiang Mai Old Town?

Sim, Old City tem as melhores opções para todos os gostos e valores. É pertinho de tudo, os transportes funcionam bem e é tudo muito conveniente. O único problema é o trânsito, que às vezes pode fechar as ruas de Chiang Mai, principalmente aos fins de semana ou datas comemorativas, como o Yi Peng e Loy Krathong.

Existe lugar bom e barato para se hospedar em Chiang Mai?

Sim, existem diversas guest houses e hostels que são bons, com uma estrutura nova, limpos e com valores de diárias bem interessantes. Alguns exemplos são: Baan Heart Thai, Khunluang Hostel, 18 In Town Homestay, To Bed Poshtel, The Entaneer Poshtel e Daizy House.
Todos estes são ótimos, bem localizados e, em alguns, as diárias se iniciam a partir de R$30 para uma pessoa.

Onde é melhor se hospedar em Chiang Mai com família?

Tudo depende muito da sua ideia para visitar Chiang Mai com a família. Se querem ficar num lugar legal, com um pouco mais de luxo, procurem algo perto do riverside do lado no Night Bazar. Ali estão hotéis como o Dusit Princess e Royal Lanna Hotel.

Crianças brincando na piscina do Royal Lanna Hotel. | Foto: divulgação

Crianças brincando na piscina do Royal Lanna Hotel. | Foto: divulgação

Outras opções um pouco mais próximas de Old City são o The Signature Hotel e o Baan Saen Fang Chiang Mai. Chiang Mai é um ótimo lugar para viajar com família e as opções são grandes para acomodá-los.

O que acha de ficar no Four Seasons Resort Chiang Mai?

Acho ótimo! O Four Seasons é um ótimo hotel, principalmente para famílias e casais. A única coisa que deve ter em mente é que ele fica longe de Chiang Mai, mais ou menos 15km, mas isso não deve ser um grande problema já que oferecem opções de transfer para Chiang Mai. O hotel fica perto das montanhas, campos de arroz e algumas cachoeiras. Veja disponibilidade para as datas da sua viagem.

Área comum do Four Seasons Resort em Chiang Mai. | Foto: divulgação

Área comum do Four Seasons Resort em Chiang Mai. | Foto: divulgação

É bom se hospedar no Royal Lanna Hotel?

Sim, o Royal Lanna é um dos melhores da cidade. Ele fica entre o rio e a Old City e o acesso para atrações é bem tranquilo, assim como para o Night Bazar e terminais rodoviário e de trens.

A localização do Anantara é boa?

Sim, o Anantara fica no Riverside, bem perto do Royal Lanna e de bares e restaurantes próximos ao Night Bazar. É uma ótima localização.

Passeios em Chiang Mai

Em Chiang Mai existem diversos passeios que se pode fazer contratando um tour ou por conta própria dirigindo, caminhando ou mesmo pegando um Grab/Taxi.

Quais os melhores passeios em Chiang Mai?

Os melhores é difícil de dizer, pois cada um tem um gosto mas, os mais populares são Doi Inthanon e as cachoeiras “pegajosas” Bua Tong, Inthanon é a montanha mais alta da Tailândia e que conta com um templo no topo. Visitar Chiang Rai e o Triângulo Dourado, Aulas de culinária tailandesa entre outros.

Victória tentando fazer o mais dífícil na Bua Thong Waterfall: escorregar.

Victória tentando fazer o mais dífícil na Bua Thong Waterfall: escorregar.

Existem passeios para visitar as mulheres girafa, Tiger Kingdom e outros lugares do tipo, mas nós não recomendamos este tipo de turismo.

É legal ver luta de Muay Thai em Chiang Mai?

Uma luta de Muay Thai é legal de se ver em toda a Tailândia. Nós gostamos muito de ver o Muay Thai em Bangkok e Chiang Mai também é legal, assim como algumas das ilhas. É legal de ser ver não pela pancadaria em si, mas pelo show que eles fazem e a atmosfera que se cria num dia de lutas. Os tailandeses enlouquecem com as apostas. Veja mais aqui.

É possível alugar bicicletas em Chiang Mai?

Sim! Existem alguns lugares onde você pode alugar uma bicicleta em Chiang Mai e sair para explorara a cidade. Geralmente, alugar bicicleta na Tailândia não é algo tão vantajoso pois o aluguel, às vezes, custa o mesmo de uma moto.

De bicicleta em Old City Chiang Mai. | Foto: Bruno/@naproavida

De bicicleta em Old City Chiang Mai. | Foto: Bruno/@naproadavida

Se você deseja alugar uma bike, os valores começam em 30-40 Baht/hora e cerca de 80-100 baht/dia. Se você pretende fazer um roteiro de bicicleta, existem passeios guiados pela cidade, passando pelos principais templos e também passeios noturnos de bike por Old City.

O que fazer Chiang Mai?

Chiang Mai é uma cidade com trocentas coisas diferentes para fazer e nós só descobrimos isso morando lá. No primeiro mês, nós saímos TODOS-OS-DIAS para um lugar diferente com a nossa moto alugada e depois fomos ficando mais tranquilos, porque né?! Viajar cansa! Mas vou colocar aqui em tópicos os principais pontos de interesse que visitamos e o que fazer em Chiang Mai e depois, deixar as descrições sobre estes lugares num post completo e dedicado sobre atrações na cidade. Confira abaixo:

  • Visitar o Wat Prathat Doi Khan, que fica numa montanha e a vista é incrível.
  • Grand Canyon Chiang Mai e de repente, se divertir num parque aquático que tem por ali.
  • Apreciar as cachoeiras Huay Keaw Waterfall, no caminho para Doi Suthep.
  • Fazer uma massagem tailandesa com as mulheres do Wat Pan Whaen Thai Massage. Veja outras opções de massagem.
  • Almoçar um bom peixe e curtir a tarde no Huay Tung Tao Lake.
Casal almoçando na beira do Huay Tung Tao Lake.

Casal almoçando na beira do Huay Tung Tao Lake. | Foto: Bruno/@naproadavida

  • Visitar o Night Market e ver os tailandeses cantando músicas em português hahaha.
  • Curtir a noite no The Riverside Bar & Restaurant e fazer amigos tailandeses.
  • Subir bem cedinho para ver o nascer do sol em Doi Suthep, nós fizemos isso de moto.
  • Visitar a pequena vila de Mae Kampong Village e levar blusa, por favor (passamos perrengue e muito frio).
  • Ver a vida local, visitar o Lanna Rama 9 Park Chiang Mai, se perder no labirinto e conversar com os tailandeses.
  • Conhecer o templo de prata e arredores do Wat Sri Suphan (Silver temple). Mulher não pode entrar neste templo, somente nos arredores e templos vizinhos.
Dentro do templo de prata Wat Sri Suphan (Silver temple).

Dentro do templo de prata Wat Sri Suphan (Silver temple).

  • Entrar no Wat Chang Taem. Chamamos este de templo vinho e você vai entender quando chegar lá.
  • Passar horas no Wat Chedi Luang e trocar uma ideia bem legal com os monges.
  • Parar no Wat Phan Tao, onde acontece muitas celebrações do Yi Peng e Loy Krathong.
  • Pegar uma moto e ir até o Wiang Kum Kam Ancient City, mas não furar o pneu da moto hahaha.
  • Fazer uma aula de meditação gratuita no Wat Suan Dok.
  • Subir andando nas quedas d’água da cachoeira de Bua Thong (sticky waterfall), as cachoeiras pegajosas.
  • Passar uma tarde de bobeira no Nong Buak Hard Public Park e ver os locais se exercitando e se divertindo.

Estas são somente algumas das coisas que fizemos no período que moramos em Chiang Mai. Nós realmente visitamos muita coisa e só temos tudo isso aqui bonitinho porque a Victória é extremamente organizada com as planilhas e anotações. As outras atrações vão estar num post dedicado sobre o que fazer em Chiang Mai. Tudo isso vai te ajudar a decidir o roteiro em Chiang Mai para 2, 3, 4 dias ou até mesmo um mês hahaha.

Outras atrações para curtir e atividades ao redor da cidade

Wakeboard

Quando moramos na cidade a “pista” de wakeboard estava em manutenção, caso contrário, teríamos feito umas aulinhas, assim como fizemos em Siargao, nas Filipinas.
O parque de Wakeboard em Chiang Mai fica em um dos lagos do Grand Canyon e possui diferentes horários para sessões e aulas, basta garantir o ingresso e a reserva e chegar para se divertir e se molhar bastante.

Curtindo uma tarde de wakeboard. | Foto: divulgação

Curtindo uma tarde de wakeboard. | Foto: divulgação

Stand Up paddle (SUP)

Chiang Mai não tem praia, mas é uma cidade rodeada por diversos lagos que valem a pena visitar e também o Rio Ping, que corta todo o norte da Tailândia até encontrar o Rio Chao Phraya. E, ainda se mantendo na água, também é possível praticar Stand Up Paddle (SUP) nas águas tranquilas do Ping River em um tour guiado de um dia.

Flight of the Gibbon (Tirolesa)

Uma atração muito famosa de Chiang Mai, pelo menos entre os europeus, é o Flight of the Gibbon, uma tirolesa de 850 metros de distância que passa entre as florestas do norte da Tailândia. Nessa região, vive uma família do macaco gibbon ou gibão, em português, e se você chegar cedo na região, existe uma chance de avistá-los em atividade pela manhã.

A tirolesa Flight of the Gibbon em Chiang Mai. | Foto: divulgação

A tirolesa Flight of the Gibbon em Chiang Mai. | Foto: divulgação

Como eu disse antes, Chiang Mai tem muuuuita coisa pra fazer e você pode escolher o que mais te agrada e, de repente, até pular algumas das atrações mais famosas e não “fazer só por fazer”. Outras atrações extras são passeio com quadriciclo, tour de bicicleta e caiaque e caminhada e rafting.

Recomenda curso de Yoga?

Sim! A cidade de Chiang Mai é conhecida também pela questão das práticas do budismo, yoga e outras atividades para o corpo e mente. A Yoga Tree e Yoga Ananda Chiang Mai são os lugares mais recomendados para quem pretende praticar e estudar um pouco mais de Yoga em Chiang Mai.

Qual o melhor curso de massagem em Chiang Mai?

É bem difícil dizer “qual o melhor curso” pois existem muitos lugares que são bons e que operam de forma diferente. Para fazer um bom curso de massagem na cidade, as recomendações são Sabai Dee Ka, International Training Massage School e o Lanna Thai Massage School.

Recebendo uma massagem maravilhosa no spa do Panviman Resort.

Recebendo uma massagem maravilhosa no spa do Panviman Resort.

Existe algum mosteiro ou retiro de meditação pela cidade? Meditação em silêncio?

Sim, existem alguns destes retiros de meditação em volta de Chiang Mai, mas o mais conhecido é o International Buddhism Center, que fica no complexo do templo Wat Prathat Doi Suthep. Em uma de nossas andanças por lá, descobrimos esse lugar, onde as pessoas estavam meditando enquanto caminhavam, de um lado para o outro numa sala fechada. Ali, eles ficam 7 dias em silêncio e não comem nada após o meio-dia e, se precisarem falar, existe um momento pela tarde em que se pode conversar com o seu monge instrutor.

Para quem acha este modelo um tanto quanto hardcore, existe um retiro de meditação que dura somente dois dias. Este curso/retiro começa no mesmo lugar onde eles oferecem aulas de meditação de forma gratuita, no Wat Suan Dok.

Como visitar a tribo das mulheres girafa em Chiang Mai?

Existem diversas agências em Chiang Mai que vendem o tal do passeio para visitar a tribo da Long Neck Women, ou as Mulheres Girafas como muita gente as descreve. Elas são mulheres vindas de uma tribo chamada Karen Tribe, originária do Myanmar.

Uma das "mulheres girafas" na pequena tribo onde vivem. | Foto: Daniel Nebreda

Uma das “mulheres girafas” na pequena tribo onde vivem. | Foto: Daniel Nebreda

Se puderem, não visitem este tipo de atração também. Existem diversos relatos na internet sobre o benefício ou mal que o turismo traz a estas pessoas e você pode tirar as suas conclusões. Mas o fato é que estas pessoas hoje vivem na Tailândia, porém, não são reconhecidas tailandesas pois são refugiados do Myanmar. Mas, também não podem sair da tribo e fazer outras coisas pois se tornaram um grande negócio para o governo e para quem as mantém na região, já que muitos turistas vão visitar e comprar souvenirs. Pesquisem melhor sobre isso e tirem suas próprias conclusões, cada um com sua consciência.

O que fazer a noite em Chiang Mai?

Chiang Mai não é um lugar com uma vida noturna louca como a de muitos bairros de Bangkok, mas ela tem sim a sua agitação. Existem alguns bares e restaurantes bem legais na região de Old City como o Zoe in Yellow, o North Gate Jazz Co-Op, THC Rooftop Bar e o Roots Reggae, pra quem curte um bom reggae. Pra quem prefere comer algo e ficar mais tranquilo, um ótimo restaurante em Old Town é o THE FACES e nós curtíamos muito comer a comida mexicana e burritos gigantes do El Diablo’s burritos.

A cidade é sempre bem iluminada nas ruas principais.

A cidade é sempre bem iluminada nas ruas principais.

Perto de Old City ainda existe uma rua cheia de bares, casas de massagem e karaokê, mas essa é uma região um pouco mais suja, digamos assim. A rua se chama Loi Koh Road, também conhecida como Hot Street e é ali que acontece grande parte da prostituição em Chiang Mai. É comum, infelizmente, ver homens velhos (principalmente europeus) saindo dos bares com meninas novinhas ou ladyboys.

Um dos Night Market de Chiang Mai. | Foto: Bruno/@naproadavida

Um dos Night Market de Chiang Mai. | Foto: Bruno/@naproadavida

Essa rua passa pelo Night Bazaar e, essa parte dela tem uns bares legais para casais e famílias e que estão sempre cheios, um deles é o Boy Blues Bar. Ali no Night Bazaar também tem o Chiang Mai Ladyboy Cabaret Show, onde as ladyboys se vestem com diferentes roupas e fantasias e dançam músicas antigas enquanto convidam algumas pessoas para brincadeiras e atrações que fazem parte do show.

Na região da Nimman Road também existem uns barzinhos legais com cadeiras nas calçadas que gostávamos de ir com os amigos. Alguns bares bem populares são Beer Lab, The Beer Republic, The Pub Chiang Mai entre outros. A região do riverside também conta com bares legais e geralmente cheios de tailandeses curtindo a noite. Nós gostávamos muito de ir num bar com música ao vivo chamado The Riverside Bar & Restaurant.

Nós nunca compramos nada, mas a Victória sempre curte olhar

Nós nunca compramos nada, mas a Victória sempre curte olhar.

E quem não quer nem ir em restaurantes ou bares, podem ir caminhar nos mercados noturnos (Saturday e Sunday Night Market) ou no Night Bazar, é um programa tranquilo e ótimo para fechar o dia.

Leia mais sobre a Tailândia:

Tem rooftop em Chiang Mai?

Sim, Chiang Mai conta com alguns rooftops bem legais e com vistas incríveis que podem oferecer um ótimo pôr do sol ou simplesmente um angulo legal das poucas luzes da cidade. Os rooftop mais conhecidos de Chiang May são: Sala Lanna Hotel, Xanandu Pub & Restaurant e o THC Rooftop Bar.

Onde comer em Chiang Mai?

Nós sempre comíamos muita comida de rua nas barraquinhas de Chiang Mai e provávamos um prato ou outro no mercado local. Faça o mesmo, a comida na cidade é realmente muito boa. Em muitos momentos não comíamos a comida tailandesa, mas tentávamos provar os diversos sabores que Chiang Mai oferecia, veja:

Grill Of India

Este é um dos restaurantes indianos que mais costumávamos comer em Chiang Mai. A comida é muito boa para quem curte e os pratos são bem variados. Lembre-se de pedir sem pimenta, pois já sofremos algumas vezes com eles hahaha. Caso não saiba como dizer, aprenda palavras em tailandês ou vista a camiseta que diz exatamente “sem pimenta”.

El Diablo’s Burritos

Esse restaurante mexicano fica escondido dentro do 3 little pigs e a comida é muito boa e as porções eram imensas. Os burritos e nachos estavam sempre incríveis e era tudo tão grande que a gente levava pra casa muitas vezes. Os valores são ok e nós sempre gastávamos algo como 400-500 para o casal.

O dono do Amazing Alleyway sempre nos recebia com um sorriso de orelha a orelha

O dono do Amazing Alleyway sempre nos recebia com um sorriso de orelha a orelha

Amazing Alleyway

Esse é mais um lugar pra comer algo leve e tomar um bom shake. Eles criam diversas opções de shakes saudáveis, digestivos, refrescantes entr outros. Mais caro que os shakes normais de Chiang Mai, mas dá para entender, pois a estrutura é pequena, mas bem confortável. Nós deixamos nossos nomes num mural branco que eles tem para os clientes escreverem.

The Faces

O The Faces foi um restaurante que descobrimos quando estávamos vagando de moto e explorando as pequenas ruas de Old City. É um restaurante com uma decoração bem verde e natural com vários rostos e estátuas de Buda espalhados. Voltamos em uma das noites para jantar e o ambiente estava bem agradável. Comemos algo leve, alguns rolinhos primavera, pequenos camarões e bebida e a conta ficou um pouco mais de 700THB, o que acabou se tornando a nossa conta de restaurante mais cara durante muito tempo na Tailândia.

Restaurante The Faces à noite.

Restaurante The Faces à noite.

Fern Forest Cafe

Outro ambiente tranquilo e bem relax parecido com o The Faces é o Fern Forest Cafe, também na região de Old City. Eles são ótimos em tudo, porém, o forte são as tortas e os shakes.

Festival das Lanternas Chiang Mai

Quando é o festival das lanternas na Tailândia? Quais as datas?

O próximo Festival das Lanternas na Tailândia acontecerá no mês de novembro de 2019, entre os dias 11 e 13, e as lanternas são lançadas ao ar na noite de lua cheia, no dia 12 de novembro. O festival das lanternas 2020 ainda não tem datas confirmadas, porém, alguns organizadores informaram que será no dia 1º de novembro de 2020. Fique de olho neste post para as datas atualizadas.

Soltando as lanternas e fazendo um pedido. | festival das lanternas chiang mai tailandia

Soltando as lanternas e fazendo um pedido. | Foto: Bruno/@naproadavida

Onde acontece o festival das lanternas da Tailândia?

O Yi Peng e Loy Krathong é algo celebrado por toda a Tailândia, porém, foi em Chiang Mai que ele ganhou força e ficou extremamente famoso. As celebrações sempre aconteceram nas ruas e de forma livre, porém, com o crescimento e popularidade entre os turistas, eles criaram diferentes eventos ao redor da cidade de Chiang Mai. Veja mais lugares em que o festival das lanteras acontece.

O verdadeiro é o festival das lanternas ou Yi Peng?

O Yi Peng e o festival das lanternas são basicamente a mesma coisa. O Yee Peng seria uma tradução das línguas antigas da Tailândia para ‘segundo mês‘, pois é celebrado durante a lua cheia do segundo mês do calendário Lanna, o calendário lunar, e é quando acontece o festival das lanternas na Tailândia.

Soltando as lanternas e fazendo um pedido. | festival das lanternas tailandia

Soltando as lanternas e fazendo um pedido. | Foto: @naproadavida

Como se diz Festival das Lanternas em inglês?

Se você só quer saber a tradução, é simples. Em inglês se diz Lantern Festival mas, o festival da Tailândia tem um nome específico e se chama Yi Peng Festival, em tailandês.

Quanto custa o festival das lanternas em Chiang Mai?

Os eventos que organizam o festival das lanternas hoje possuem diferentes valores, que vão de 1800 a 3-4 mil bahts. Se tornou uma coisa bem turística e os preços subiram bastante desde que pagamos 1500THB quando fomos a primeira vez, em 2016.

Elefantes em Chiang Mai

É possível andar nos elefantes em Chiang Mai?

Infelizmente ainda é possível subir e andar nos elefantes na Tailândia. Esta é uma prática que nós somos totalmente contra e trabalhamos na conscientização das pessoas para que isso um dia acabe. NÃO ANDE EM ELEFANTES NA TAILÂNDIA!!! Ou em qualquer outro lugar.

Qual o melhor santuário de elefantes em Chiang Mai?

Como eu disse no TUDO SOBRE PHI PHI, essa questão de santuários é bem complicada, pois hoje em dia qualquer empresa que tenha elefantes em Chiang Mai está se denominando “santuário”, quando na verdade, a maioria delas mantém os elefantes em cativeiro para lucrar com o turismo em busca de atrações do tipo. Nós não indicamos este tipo de prática mas, se você realmente “precisa” ir a um santuário de elefantes, existem três lugares que não deixam subir no elefante, tentam minimizar o contato deles com as pessoas e ainda não possuem relatos maiores de maus tratos aos animais além de mantê-los como atração turística. Os lugares são: Elephant Jungle Sanctuary, Elephant Nature Park, Patara Elephant Farm. A partir daí, fique a vontade para pesquisar mais sobre os elefantes em outros sites.

Elefantes em Chiang Mai, Tailândia. | Foto: Kym Ellis

Elefantes em Chiang Mai, Tailândia. | Foto: Kym Ellis

É perigoso para mulheres grávidas visitar o santuário de elefantes na Tailândia?

Não é um ambiente perigoso em si, mas sim, pode trazer riscos à mulher gestante. Uma vez que o lugar é bem sujo, com fezes e bactérias por todo canto. Também tem o fato de haver muita lama, o que torna o piso escorregadio e isso pode ser bem perigoso para uma mulher grávida. Se puder, evite este tipo de passeio!

Os santuários de elefantes na cidade são verdadeiros?

Essa questão volta para as duas primeiras que respondi acima sobre os elefantes. Os santuários são verdadeiros, o que não é verdadeiro é o que eles dizem e, principalmente, o que eles fazem. Muitos se dizem “santuário de elefantes” para chamar a atenção dos turistas, mas na prática, eles mantém os animais em cativeiro, deixam as pessoas subirem e andar nos elefantes, forçam os animais a tomarem banho diversas vezes durante o dia entre outras várias coisas.
E para tudo isso acontecer, eles precisam “quebrar a alma” do animal, num processo chamado Phajaan, onde eles batem e amarram o animal de diversas formas para que ele aceite o contato com o homem.
Tem também a questão dos filhotes, que nascem ali e já viram atração turística, sem nenhuma chance de voltar ao habitat natural ou algo assim. É assunto extenso e complicado, mas se você está procurando por um santuário menos pior, veja os três citados acima.

Informações úteis e outras perguntas com tudo sobre Chiang Mai

É seguro viajar pela cidade?

Sim, Chiang Mai é uma cidade bem tranquila e segura, assim como o resto da Tailândia. Pelo menos no que diz à segurança ao turista e viajante pelo país. Mas mesmo sendo um lugar seguro, é bom sempre prestar atenção em suas ações e jamais tratar mal ou ser agressivo com um local. Os tailandeses são pessoas ótimas e gentis, porém, não são pessoas de “levar desaforo pra casa”, se você fizer algo muito ruim para incomodá-los, pode arrumar problemas, e aí meu amigo, é algo como os motoqueiros em São Paulo: mexeu com um, mexeu com todos.

Ruas da cidade de Chiang Mai. | Foto: @naproadavida

Ruas da cidade de Chiang Mai. | Foto: @naproadavida

Portanto, todo cuidado em bares, mercados noturnos e lugares onde tenham lady boys e gente bebendo, pois estes são os lugares onde vi parte das brigas que presenciei na Tailândia. Não estou dizendo que vai acontecer com você, mas é legal ficar em alerta. Quanto a roubos e furtos, isso é algo bem incomum na Tailândia. Pode acontecer, mas não é algo tão constante como vemos na América do Sul e outros lugares.

Algum roteiro incluindo a cidade?

Grande parte dos roteiros na Tailândia incluem a cidade de Chiang Mai, mesmo que seja por poucos dias. É possível (e até recomendado) incluir a cidade até mesmo no mais curto dos roteiros. Dê uma olhada no post de sugestões de roteiros pela Tailândia que inclui Chiang Mai e te ajuda a planejar os dias pelas ilhas da Tailândia. Opções de 7, 10, 15, 20 e até mais de 30 dias viajando pelo país.

Existe praia em Chiang Mai?

Não, não, não galera! Não existe praia em Chiang Mai. A cidade é cercada por montanhas e os países vizinhos. Sugiro dar uma estudada no mapa da Tailândia antes de reservar qualquer coisa em qualquer cidade, só pra ter certeza de que está no lugar certo. A praia mais perto de Chiang Mai é a região de Bangkok, onde está Samut Prakan, Chon Buri e Pattaya, porém, muita gente prefere simplesmente descer direto para Phi Phi, Krabi ou Phuket. Se for para Phi Phi e região, entre em contato com o @passeiosemphiphi.

A famosa Bamboo Island em Phi Phi Islands | Foto: @passeiosemphiphi

A famosa Bamboo Island em Phi Phi Islands | Foto: @passeiosemphiphi

Quantos dias ficar em Chiang Mai?

O número de dias em Chiang Mai depende muito do tipo de viajante que você é e o que você pretende visitar na cidade. Eu diria que o mínimo para visitar a cidade é de dois dias para ver os principais pontos de uma forma rápida. O ideal seria 4 dias em Chiang Mai para que você pudesse conhecer tranquilamente os templos mais legais, a cidade e as atrações que ficam em volta dela.

É possível visitar Chiang Mai e Chiang Rai em dois dias?

Sim, sempre é possível, porém isso é algo bem corrido e que eu não recomendo. Mas, se optar em fazer isto, veja voos direto para Chiang Rai chegando pela manhã. Visite os templos branco e azul e o que mais tiver vontade de ver em Chiang Rai e depois pegue um ônibus pela tarde com a direção a Chiang Mai. Assim, você acaba ganhando algumas boas horas por não fazer o trajeto de ida e volta saindo de Chiang Mai. Gostou, né?! ?

O templo branco (White Temple) é a atração mais visitada de Chiang Rai. | Foto: Bruno/@naproadavida

O templo branco (White Temple) é a atração mais visitada de Chiang Rai. | Foto: Bruno/@naproadavida

Chiang Mai em março é bom?

É uma pergunta difícil pois muita gente somente tem essa época para viajar para a Tailândia. O clima em Chiang Mai em março é bem estável, quente e com temperaturas acima dos 26ºC. O grande problemas nessa época são as queimadas que os camponeses fazem para preparar o solo para o próximo plantio. O período das queimadas em Chiang Mai (burning season) vai de janeiro a março e misturado à poluição causada pelos veículos, torna a qualidade do ar péssima e em níveis baixíssimos.

Em 2019, a poluição foi tanta que a nuvem negra de fumaça tomou conta de todo o país, até mesmo em Phi Phi nós percebemos os dias mais nublados por conta deste “fenômeno”. Muitas pessoas que estavam em Chiang Mai antes de Phi Phi disseram que perceberam a fumaça mas que, por dois ou três dias de viagem, não foi algo que atrapalhou.

Wat Chedi Luang, o principal templo de Chiang Mai

Wat Chedi Luang, o principal templo de Chiang Mai

Chiang Mai vale a pena?

Hahaha Chiang Mai vale muito a pena! É uma das cidades mais legais de se visitar na Tailândia, quando se fala de cidade. Ela tem de tudo para os viajantes, próximo ou distante da cidade. Tem muita vida cultural, mas também tem uma pegada de tecnologia. Muitas cachoeiras, lagos, rios, práticas de esportes, meditação e yoga. Depois de morar um tempo na cidade, eu só posso dizer que sim, Chiang Mai vale a pena.

C. Mai ou outra cidade?

Também recebemos sempre muitas mensagens de pessoas com dúvidas sobre visitar Chiang Mai ou outra cidade, mudando um pouco o roteiro pela Tailândia. Eu acho que Chiang Mai deveria sempre estar no roteiro, porém, entendo que muita gente tem diferentes gostos e motivações para viajar, então vamos às respostas:

Chiang Mai ou Chiang Rai?

Aqui nem tem muito o que dizer: Chiang Mai. A sugestão é visitar Chiang Rai e uma day-trip ou passar uma noite lá, mas não vale a pena trocar Chiang Mai por Rai. Para ganhar tempo, faça o que eu disse acima e chegue por Chiang Rai, visite e depois vá para Chiang Mai.

Chiang Mai ou Pai?

Eu gosto muito de Pai e trocaria sim. É um lugar bem relax, com uma vibe bem diferente das maiores cidades da Tailândia. Aqui, o contato com a natureza é um pouco maior e a cidadezinha é bem gostosa. Mas é bom lembrar que Pai tem uma vibe mais hippie e mochileira, com uma galera mais jovem e as atrações estão relativamente longes, tendo que contratar passeios para visitar, o que pode não ser a melhor opção para famílias e pessoas procurando lugares com mais coisas para fazer por conta.

Durante um dos passeios nas montanhas de Pai, Tailândia.

Durante um dos passeios nas montanhas de Pai, Tailândia.

Pai possui uma boa estrutura de hotéis também, nós fomos de um extremo a outro se hospedando no Reverie Siam por uma noite e depois no Circus Hostel por outras duas noites. Foi uma experiência legal e eu faria tudo de novo.

Chiang Mai ou Ayutthaya?

Apesar de as duas cidades terem muitos templos e cada uma com a sua importância para a história da Tailândia, são coisas bem diferentes. Primeiro que Ayutthaya está perto de Bangkok e pode ser visitada num passeio de um dia, já que não tem muito o que fazer em Ayutthaya, a não ser visitar os templos, ruínas e o a cabeça de Buda envolta pela árvore.

Buda reclinado no Wat Lokayasutharam, em Ayutthaya, na Tailândia. | Foto: Bruno/@naproadavida

Buda reclinado no Wat Lokayasutharam, em Ayutthaya, na Tailândia. | Foto: Bruno/@naproadavida

Você não precisa, neste caso, trocar uma pela outra. Chiang Mai fica no norte e bem longe de Ayutthaya. E, se quiser visitar as duas, é possível visitar Ayutthaya no caminho para Chiang Mai, já que a linha de trem para Ayutthaya é a mesma que vai até o norte da Tailândia.

Seguro Viagem na Tailândia

O seguro de viagem não é uma coisa obrigatória na Tailândia, porém é extremamente recomendado que você contrate um bom seguro viagem para não ter problemas durante a viagem e evitar perrengues descenecessários, principalmente se essa será a sua primeia viagem à Ásia. É muito comum viajantes pelo sudeste asiático terem problemas com a comida e se sentirem mal do estômago, dores de cabeça, perder voos, extravio de bagagens e outras coisas inusitadas que podem acontecer durante a viagem, como uma mordida de macaco, por exemplo.

Para contratar Seguro Viagem para a Tailândia, a recomendação é que pesquise pelo melhor plano na Seguros Promo, que dá até 15% de desconto com o cupom NAPROADAVIDA10. Ou, dê uma olhada também na World Nomads, que é o seguro que nós usamos e possui um atendimento sensacional, via WhatsApp. O desconto da World Nomads é de 5% usando o cupom PROADAVIDA. Não viaje sem seguro, é um custo que pode te salvar horas e muito mais grana caso você precise de auxílio durante a viagem.

E aí, gostou das dicas, respostas e tudo sobre Chiang Mai? E como foi a sua experiência visitando a Tailândia? Conta pra gente aqui nos comentários! Se quiser ver mais fotos ou vídeos sobre outros países da Ásia, siga as nossas redes sociais: Instagram, Facebook, Pinterest e YouTube.
Que tal compartilhar?


Indo para a Tailândia?
Conheça os melhores passeios para a sua viagem. Guias, fotógrafos e atendimento em português.

Somos Bruno & Vic, dois viajantes que se conheceram e se apaixonaram trabalhando a bordo de um navio de cruzeiros. Em 2016, saímos em uma viagem ao mundo e, desde então, levamos a nossa vida na estrada. Entre caronas, voluntariados e trabalhos online compartilhamos nossas inúmeras experiências e pouco dessa vida nômade aqui no Blog Na Proa da Vida, veja mais

Planeje sua viagem

seguro viagem

hotéis

chip de internet

trabalho voluntário

passeios & ingressos

transporte pela ásia

Veja mais sobre o mesmo assunto:

Nota: este post pode conter links de parceiros do blog Na Proa da Vida. Isso significa que ao comprar um de seus produtos você estará ajudando na manutenção do nosso blog e do conteúdo de qualidade produzido para você. Não se preocupe, você não paga nadica de nada a mais por isso e ainda nos motiva a conseguir descontos exclusivos, em diversos serviços, para os leitores do Na Proa da Vida. Saiba mais.

<a href="https://www.naproadavida.com/" target="_blank">Bruno</a>
Bruno
Já morei numa casa de lata flutuante onde o maior prazer era descobrir os sete mares. Trabalhei nos maiores eventos esportivos do mundo e vi o Bolt voando para mais um ouro no Rio de Janeiro. Hoje viajo o mundo sem data de volta para casa, na verdade, tenho chamado o mundo de minha casa. Não conto quantos países conheci pelo número de carimbos no passaporte, pois às vezes conheço dez países dentro de um só. Mergulhador e amante do oceano, amo aprender novos idiomas e coisas novas e escrevo sobre algumas das minhas aventuras no Na Proa da Vida.

Pode ser interessante para a sua viagem

E aí, que tal deixar um comentário? ?

10 Comentários

  1. Leo Vidal

    Minha viagem para a Tailândia está ainda no papel e já vou anotar essas dicas que reúnem tudo sobre Chiang Mai. Fiquei impressionado com o trem noturno. Os cenários são incríveis, viajei pelas fotos de vocês.

    Responder
    • Victória Farina

      Nós também AMAMOS de paixão viajar na Tailândia de trem, principalmente noturno! Espero que consiga fazer isso na sua viagem, Leo!

      Responder
  2. Luciana

    A Tailândia é um lugar que estou planejando conhecer e as dicas de Chiang Mai caíram como uma luva. Sobre o Yi Peng Festival, acham que vale a pena? Sonho em participar desse Festival mas tenho receio de me frustar, ainda mais pelo valor. Parabéns pelo post e muito obrigada por compartilhar.

    Responder
    • Victória Farina

      Olha Luciana, nós amamos demais o Lantern Festival mas agora já está bem mais comercial. Mesmo assim, acho que vale a experiência e ir sem muitas expectativas para não se frustrar!

      Responder
  3. Die

    Que saudades que me deu de Chiang Mai lendo esse post! Eu queria muito ter ido para Pai, mas nao deu tempo, fiquei mais na cidade e aproveitei um dia pra ir para Chiang Rai.
    Post completão. Adorei

    Responder
    • Victória Farina

      Que bom que curtiu as nossas dicas de Chiang Mai, Die! Nós moramos mais de um mês nessa cidade da Tailândia e com certeza queremos voltar para passar mais uma temporada e aproveitar mais das atrações de Chiang Mai.

      Responder
  4. Gabriela Torrezani

    Incrível esse post, mais completo impossível. Nada como as dicas de quem já morou no destino, né? Não fui pra Chiang Mai na minha viagem à Tailândia e acabo de ver que deveria ter ido. Bom, uma desculpa pra voltar! 🙂

    Responder
    • Victória Farina

      Com certeza Gabi! Na próxima viagem a Tailândia tem que dar uma paradinha em Chiang Mai e aproveitar todas essas atrações maravilhosas 🙂

      Responder
  5. debora maraston

    Vocês realmente me surpreendem a cada post… achei este extremamente maravilhoso, super completo, fotos lindas, lugares fabulosos, ualllllllllllll…. amei

    Responder

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *